rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quarta-feira, setembro 17, 2008

Perscrutando os horizontes do futuro!!!



Corria o ano da graça de 2013 D.C.. O país já tinha ultrapassado a crise, graças a Deus. Jardim falecera mas deixara um herdeiro: Filipe Menezes! Este, à hora da morte do grande inspirador , jurou criar o tal Partido Regenerador que Jardim tanto ambicionara. Era enfim o partido que faltava, o partido capaz de conciliar o progresso com a justiça, a igualdade com o respeito pelas elites, enfim, as consabidas tretas de Jardim, ser anti-sistema e ser ele próprio o exemplo mais acabado das podridões do sistema!
Menezes tinha o arcaboiço intelectual, a mestria fogosa e eloquente, o dom da palavra, os apoios imprescindíveis no bas-bond, essas catacumbas sombrias onde se decide tudo! Tinha tudo para triunfar!
O partido ganhara por grande maioria, mais de oitenta por cento. A oposição resumia-se a um pequeno bando de gente irreverente e sempre atenta ao evoluír das perversões. O PR cheio de boas intenções no seu programa descambou para o populismo totalitário! a governamentalização exacerbada e a ultra-privatização (devidamente controlada por Menezes e seus compagnons de route...) deu origem a que a economia nacional ficasse sob os comandos de uma minoria amiga do líder. Uma plutocracia sagaz e sequiosa que ia sugando todos os recursos reduzindo o Estado ao mínimo dos mínimos para que ao provocar o seu total emagrecimento permitisse em simultâneo a engorda dos amigos de Menezes. Era um nepotismo esperto, cheio de neologismos pretensamente evolucionistas, mas para todos os efeitos, uma nefanda ditadura!
Apenas um grupo reduzido, os rouxinóis, onde imperava um tal rouxinol de bernardim, se ia opondo, sem grande êxito assinale-se, ao todo-poderoso império Meneziano!
Agora, o Partido Regenerador criara uma espécie de gulagues modernos onde se colocavam (internavam) os oposicionistas. Eram os famosos C.R.' s (campos de regeneração).
Queriam internar rouxinol de bernardim num deles mas não sabiam como capturá-lo. A rede da intriga palaciana e das máfias oligárquicas descobriu uma maneira subtil...
(CONTINUA)

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home