quinta-feira, setembro 27, 2018

Ivo Rosa, atenção, muita atenção!!!



Este juiz foi acusado de bloquear uma investigação VER AQUI  e AQUI
Agora no caso de Tancos, que está prestes a ser clarificado definitivamente; a sua imagem também parece ter sido um pouco beliscada. Digamos que não ficou bem na fotografia, passe o eufemismo...
Será que o meu subconsciente tem razão em fazer soar campainhas de alarme?!"

Não sei, às vezes tenho receio da minha própria intuição, tantas e tantas vezes me tem alertado para perigos  iminentes...

VER AQUI O QUE DIZ O INSUSPEITO DN  e   

 VER AQUI DOIS PROCURADORES ESTÃO A DENUNCIAR ESTE JUIZ 

Uma coisa é certa: todos os visados na Operação Marquês querem o juiz Ivo Rosa!!!


Este juiz está sob grave suspeita de dois magistrados do MP (EDP e rendas estão na berlinda...) Vá lá saber-se o porquê?

Será que?!!!... Não digo mais nada!

Enfim, aqui fica este registo para MEMÓRIA FUTURA.

Post Scriptum: Hoje 28-9-2018 o juiz Ivo Rosa presidiu ao sorteio. Calhou-lhe a ele a missão de analisar cinquenta e tal mil páginas de um Mega-Processo.

segunda-feira, setembro 24, 2018

UM INSULTO À INTELIGÊNCIA!


Como é possível ser-se tão ingénuo e petulante?!
Nenhuma esquerda sensata quererá este indivíduo no seu seio. Direitas só se forem direitas  mercenárias a roçar  a plutocracia mais insana!
Dizer__ como disse na conferência proferida ontem no Motel de Santana em Vila do Conde__ que a direita é a responsável pela operação Marquês, é algo de blasfemo e insano.
Todos os juizes, todos os procuradores, todos os agentes da PJ envolvidos,  são  (na sua  mente obnubilada) aliados objetivos da direita!!!

Um psiquiatra, certamente, acharia facilmente um rótulo para catalogar esta insanidade. Limito-me a dizer que é um reles insulto à nossa inteligência ! Valha-nos Deus!

Não tenho partido, não tenho opção  doutrinária, sou apenas adepto da cidadania. Esgrimo contra a direita e contra a esquerda consoante os atentados perpetrados por algumas eminências. Mas esta criatura ultrapassou todos os limites!!!

Sabia perfeitamente os caminhos ilícitos que trilhava por isso falava em código. "Papéis do Duda", "fotocópias" "garrafas de vinho"...Enfim, a PJ descobriu que as "garrafas" vieram dentro de um envelope ...O juiz  até pensou que fosse algo de  viciante...
Quando a namorada Fernanda Câncio lhe perguntou:« Já acabou o dinheiro do Freeport?» ele não respondeu com indignação e repulsa, antes se comportou com docilidade.
Quando a mesma personagem manifestou a sua estranheza pela sua casa em Paris e por ter montes de massa,  não disse que a casa era alugada e o dinheiro era emprestado. Sabe-se, descobriu a PJ, que mandou elaborar um contrato de arrendamento contudo o computador revela que à data em que foi feito é muito posterior ao alegado início do contrato!

VER AQUI - Fernanda Câncio

AQUI A TRAGÉDIA DE SÓCRATES

Aqui a delirante acusação ao MP TOLICE MAIOR NÃO HÁ



Estas declarações bombásticas arrasariam qualquer um, mas este traste, sem vergonha, continua a utilizar a cassete da vitimização e o discurso do coitadinho,  vítima da Direita, essa criatura maléfica que o persegue por inveja, ciume, pelo prazer de perseguir uma figura importante!!!

A rocambolesca estória do livro mandado escrever por Sócrates a um professor de Coimbra deu brado. A incrível estória dos livros mandados comprar por ele (VER AQUI) irá ficar certamente no anedotário nacional!!!

E ainda há quem pense que vai ficar impune e pedir indemnização ao Estado por ter sido vítima. Vítima de quê?! Só da sua petulância, da sua ambição desmedida, da sua insanidade...

quinta-feira, setembro 20, 2018

Vila do conde - Um porto para o mundo!










VILA DO CONDE, PORTO PARA O MUNDO
Um porto para o mundo Deus criou
E fez Vila do Conde renascer;
Um sonho, uma epopeia que plasmou
Esta gente com ânsia de vencer.

E o vento vai passando por aqui
E leva uma mensagem de progresso;
Às vezes faz inveja aqui e ali,
Enfim, preço a pagar pelo sucesso!

As árvores frondosas sombra dão,
Pessoas com carisma, sombra fazem;
Geram invejas: portes e ramagem!

Vila do Conde, bela comunhão
Entre a floresta e o rio deslumbrante
Que coroou a gesta do Infante!

J. Leite de Sá
Vila do Conde 19-9-2018

domingo, setembro 16, 2018

Elites e partidocracias

Hoje em dia quando analisamos friamente o trajeto de algumas "elites"  da nossa panorâmica cultural, política, financeira,  ou até empresarial. verificamos que tiveram diversos apoios ao nível das máquinas partidárias ou dos detentores do poder financeiro. É óbvio que todos nós, inseridos nesta megaestrutura nas suas vertentes mais diversificadas, estamos condicionados e limitados na ascensão profissional e social, lato sensu.
  O respaldo partidário é importantíssimo e ai de quem ousar pensar o contrário. quem tiver a ousadia de peosar por si,  abdicar de apoios ao nível do poder político partidário será esmagado. Daí que quase toda a gente se "encoste" a um partido (grande ou pequeno) para melhor poder  ter sucesso. Alguns até se "encostam" a vários...tudo depende do local onde têm empreendimentos.
Vemos autênticos vampiros do erário público que fizeram carreira nos partidos e daí extravasaram os seus multifacetados talentos para a vida empresarial, académica, social.
Assistimos a tantas e tão excêntricas manifestações de corrupção e de tráfico de influências que  se formos ao âmago dos problemas, veremos certamente  gente bem posicionada a dar caução ou aval estratégico a essas criaturas.

Num regime profundamente corrompido como o nosso,  para se chegar ao topo é preciso ceder a mil e uma pressões para poder triunfar. As campanhas eleitorais são a causa mor desta intrincada conivência. Assistimos a manobras e constatamos situações patológicas principalmente vindas de pessoas que nasceram pobres mas cuja ânsia de ascensão desmedida é de tal ordem que chegam ao ponto de enveredar pela tortuosa vereda da criminalidade.

O país está repleto de exemplares  com esta marca de água. Advogados que vendem a alma por tuta e meia, empresários que se deixam enredar por políticos,  delapidando o erário público e usando testas de ferro para lavarem os suculentos frutos dessa gigantesca corrupção.

Alguns, descarados e trambiqueiros,  dizem que vivem de "empréstimos". Outros levaram bancos à falência conluiados com políticos mafiosos que colaboraram na ascensão meteórica dessas criaturas sem um resquício de vergonha na cara e que não são mais que simples ladrões mas que se arvoram em vítimas da conjuntura.
Enfim eufemismos muito em voga... Prometem-se cargos a troco de favores. Dão-se valores pecuniários por decisões judiciais. A comunicação social relata apenas a parte visivel do icebergue. Há muita ocultação pois há jornalistas "avençados" por banqueiros. O que esperar da independência desses jornalistas?

Que esperar do futuro de um país onde isto se pratica às claras sem um resquício de pudor.
Uns colhem dividendos do colaboracionismo e alguns até são condecorados com pompa e circunstância. Basta doarem alguns valores para campanhas eleitorais e basta. Quem amocha é premiado. Há quem "compre" comendas...

Os outros,  os que têm a coragem de denunciar ou de levantar a ponta do véu,  são completamente destruídos e massacrados por comunicação social caninamente obediente e até por uma justiça  corrompida até à medula. Os "bons" são os mecenas artificialmente criados por esta prática aberrante,  e os "maus" são os que denunciam tudo isto. Maniqueismo primário que tenta confundir o juízo popular completamente toldado por estes ilusionistas.

J. Leite de Sá

domingo, setembro 02, 2018

Os intelectuais e o poder... a eterna submissão!



Hoje em dia assiste-se a um enfeudamento calculista de alguns intelectuais  ao poder dominante.  é a lei da sobrevivência, tal como na política os deputados vergam a cerviz aos poderes paralelos que estão na génese da sua existência (a fronteira entre gratidão e corrupção é tão ténue...) também nos domínios da cultura isso se passa em grau mais ou menos evidente. Não há independência, não pode haver.
O clima de corrupção é tão óbvio que  só quem não quer ver é que não vislumbra essa realidade.
Há medo, há o receio de retaliação por parte de alguns. Como é que eu posso criticar abertamente um corrupto se estou a receber prebendas dele? E essas prebendas podem assumir facetas diversas, como um lugar numa estação de rádio ou num canal de TV cabo, num jornal, numa revista, enfim, os pratos de lentilhas são multifacetados...
Compram-se escritores, jornalistas,  até juizes... e padres feitos comissários partidários.
Já não falando nos casos mediáticos de todos conhecidos, mas de situações mais obscuras e pouco transparentes que vemos por aí. Há dias ao ler um livro de poesia reparei no preeâmbulo e fiquei elucidado.
Dizia-se que o autor era uma pessoa de afetos, afável, cortês, incapaz de assumir amarguras, dócil, enfim, um poeta-eunuco como se diz na gíria...
Era um politicamente grato, subserviente, andava daqui para ali a debitar elogios  sabujos a quem fizera o favor de dedicar umas letrinhas. Gratidão, subserviência, sabujice?

Enfim, imagine-se um Eça de Queiroz ou um Camilo a  portarem-se desta forma!  Nunca, jamais!!!
O próprio Gil Vicente soube o que era sofrer por causa da sua independência. Morreu pobre e abandonado, tendo os seus próprios  familiares, condicionados pelo poder político e religioso dominante, abandonado o seu ente querido. Por oportunismo e medo de sofrer retaliações também.
Pedagogo de excelência, zurziu nos padres e nos juizes   nos vendilhões do templo da justiça e na nobreza com a acutilância de um verdadeiro combatente. Nunca se acomodou. Nunca abdicou da sátira salutar  e do seu sentido de justiça. Deu o seu aval ao movimento regenerador encabeçado por Lutero e Calvino, com presenças em actos públicos em Amsterdão,;  essa postura inovadora e regeneradora foi o seu calvário.  Intelectuais afectos às ortodoxias denunciaram a sua postura "dissidente" e foi perseguido e vilipendiado.

Hoje vemos autores prendados e até com  pedigree internacional a usarem pinças na análise aos casos de corrupção mais mediáticos. Pudera! Os prémios PT eram concedidos por corruptos, sendo na maior parte dos casos os dadores de prémios comissários políticos ou  marionetas dóceis dos mecenas

. Alguém sabe quem foram os jornalistas contemplados com chorudos mensalões do BES?!!! Essas "avenças" foram ocultadas pois cairia o Carmo e a Trindade se se soubesse quem eram os servis contemplados com o óbulo do corruptor mor cá deste reino. Sabe-se que houve um ministro. um tal Pinho, porque o FBI o investigou, senão...  Um tal,  conhecido no jargão popular, como  .DDT era mesmo o dono e continua a comprar silêncios, senão... a verdade já teria saltado cá para fora!!

As câmaras municipais quando escolhem os júris sabem o que fazem. houve até  um presidente de câmara que  chegou ao desplante de dizer que deveria haver uma postura de afecto em relação ao organismo a que presidia, no âmbito do trabalho cultural a ser subsidiano.
Poetas qqe mendigam apoios financeiros e outros aos políticos e aos empresários  ligados à banca, à pesca, aos seguros, estão umbilicalmente  capturados, a sua independência ou verticalidade é pura ficção. Dobrar a cerviz, ajoelhar é o que mais se vé por aí...

A corrupção esmaga tudo e todos e ai daquele que ousar enfrentar os lóbis, os barões, será esmagado pelos beneficiários, pelos lacaios, pelos anões culturais que rastejam e bajulam os tenentes do poder com intuitos inconfessáveis.


A esses,  a minha "homenagem"!


AO POETA CORTESÃO


Lá anda, sempre curvado,
modos servis, beija-mão,
salamaleque estudado
sabujo, bem calculado,
é assim o cortesão.

Nem um rasgo de ironia,
uma farpa à corrupção;
sempre, sempre em sintonia
um cachorro, eu diria,
ao colo da Situação!

Mui Prudente!, calculista!
teme ser maledicente,
cortesão, mente intriguista,
puxa saco, narcisista,
ao poder, sempre temente!

Gosta de andar na Corrente!
tem medo de criticar,
de palmas sempre carente,
quer palcos, obviamente,
rã, no charco, a coaxar!...

O País vampirizadp
isso não quer ver, exulta!
também quer ser contemplado
quer lentilhas, o safado,
nossa inteligência insulta!

A corrupção é esperteza!
há que ter... Resignação!!!
cultua a corja burguesa
delapidando a riqueza
da nossa honrada Nação!


J. Leite de Sá
Vila do Conde 2-9-2018