quarta-feira, dezembro 30, 2009

Correntes e contra-correntes...


Há as correntes marítimas, as correntes de ar, as correntes do relógio, até as «correntes d'escritas»...
ALINHAR NA CORRENTE:::
Não alinhar na corrente
Aos abusos dizer não,
Acontece a muita gente;
Arriscar ser resistente
Pode até dar em... prisão.
A corrente é tentação
Dá prémios, dá sinecuras,
Torna fácil a ascensão
Faz crer santo, algum vilão,
Que só faça diabruras...
Estar sempre na corrente
Sina de muito sujeito:
Às vezes, dez reis de gente,
Ao poder subserviente
Lambendo botas a eito...
Há montes de hipocrisia
Por trás de tanta corrente
Gente oca, gente vazia,
Sem talento, sem mestria,
Triunfa frequentemente...

terça-feira, dezembro 22, 2009

FELIZ NATAL




Que o Natal seja para todos uma época de reflexão, de paz, de comunhão fraterna e solidária. Que todas as raças, todos os credos, todas as gentes se irmanem e saibam construír um mundo novo, onde a paz, a felicidade, a alegria de viver sejam uma constante.
Que o ódio, a intolerância, os egoísmos sejam expurgados do nosso viver colectivo. Que JESUS__ na sua vertente mais humana e espiritual__ desça sobre nós e derrame todas as bênçãos!
Quando surgir a tragédia, quando houver sementeiras de ódio , que Ele as desfaça!
Será pedir demais?!

domingo, dezembro 20, 2009

COIMBRA: Hilário voga no rio!...







Uma moça bonita e uma guitarra são ex-libris da nossa Coimbra!
Coimbra!, Oh lusa-Atenas,
Do Mondego eterna amante;
Coimbra, luxuriante,
De noites belas, serenas.
À noite tens mais encanto
Tens magia e sedução
O teu Fado é uma lição
Teu estandarte e teu manto...
Quando a saudade me assola
Oiço guitarras sem fim
Coimbra chama por mim
No Calhabé jogo à bola...
Coimbra, rosto feliz
Garota namoradeira
Danada prá maroteira
Do Choupal... és meretriz!
Lá na Sé repouso o olhar
E contemplo o casario
Hilário voga no rio
Não morreu!, vive a cantar!
Coimbra não morre mais
Porque o Fado é imortal
A matriz de Portugal
Madrigal... dos madrigais!

sexta-feira, dezembro 18, 2009

Mudam-se os tempos... mudem-se os hinos!

Rouxinol, esse não é o hino que quero ouvir quando for a Portugal! Por favor, inventa outro!...
Cuidado rouxinol, esse hino está actual mas há coisas que não se podem dizer embora se sintam. Eu pergunto ao vento que passa se neste país ainda há lugar prá chalaça!!!
Creio bem que não! toma cuidado! ainda vais dar com o costado em tribunal!

Portugal, mega-burlões
Te vão devorando inteiro
Esbulhos são aos milhões
Fica tudo... no estrangeiro!
Alves dos Reis, que aprendiz
Ao lado destes larápios
Aprenderam de raiz
Nos mais modernos cardápios...
Do Estado são conselheiros
Fazem vida regalada
Da finança timoneiros
No jet-set gente afamada!
Nos jornais e nas TV's
Dão lições, os salafrários,
Invejosos, são vocês
Idiotas... dromedários!
Não são ladrões, não!, jamais!
São maus negócios, desvios
P'ra paraísos fiscais...
E Nós? Sempre a ver navios!
Clamam todos inocência
Dormem sempre descansados
De tranquila consciência
Jamais serão condenados!
O povo?! Já na miséria
Tem voto! Já é demais!
Não tem voto na matéria
Amocha nos tribunais!!!
Nota final: Alfredo Keil, desculpa lá, mas peço-te uma musiquinha mais adequada ao estado de espírito da malta. Isto é uma república de bananeiros corruptos e salafrários, um enxame de vigários! Aos cem anos a República está de rastos. Perdeu-se a vergonha, o sentido ético, o aprumo, a dignidade, não há escrúpulos. Quem os tem é um desadaptado, um marginal, um anti-social ou coisa parecida...
Repetem-se os crimes de colarinho branco por aqui e por ali: bancos, empresas de grande porte, sucatas, construtoras.... os «operacionais» vão de mão armada às ourivesarias, aos cafés, às farmácias, às fábricas de confecções, até às padarias...
O povo? come o «pão que o diabo amassou»!...

O Planeta está mais poluído...




É sabido que o Papa tem uma forte componente ecologista no seu discurso habitual. Mas não é demagogo nem embandeira em arco com folclóricas cimeiras.
Copenhaga é apenas um marco. As intenções poderão ser o mais piedosas mas de facto a prática irá ser um atropelo constante a princípios e propósitos aqui defendidos. Americanos e chineses não são de confiar nestes domínios, pois colocam acima de tudo o primado da economia.
Este Papa já demonstrou que não vai em folclores. Não beija as terras aonde se desloca, como o fazia o seu antecessor. Ela, de tão poluída, é mais um factor de contaminação e de patologias do que uma fonte de purificação. Respeitar a terra, sim, mas não vergar ao folclore, quer dizer na sua Bento XVI. Dá mais valor às gentes do que ao chão que vai pisando...
Copenhaga é um misto de folclore e de propaganda política. As bandeiras estão agitadas por ventos de feição contraditória: o progresso, o desenvolvimento é, tantas vezes, o principal inimigo do ecossistema.
Esperemos que o tio Sam vá começando a cumprir o prometido, assim como a China comece a entrar no jogo do futuro.
Sanções? Essas virão, mais tarde ou mais cedo, e sofrerão sempre os mesmos: as vítimas dos furacões, dos tufões, das águas contaminadas, do ar irrespirável, esse caldo de cultura onde vicejam as patogenias mais perigosas... Cuidar do ambiente ainda não dá votos! Até que a mentalidade dos eleitores mude, ou comece a fazer-se sentir!... A clarividência ainda vem longe. Os jovens ainda não se conseguem fazer ouvir pois os holofotes mediáticos estão na posse dos velhos predadores...
Vamos vendo por aí...

quarta-feira, dezembro 16, 2009

É a crise, meu Deus!... de lucidez, claro!



Rouxinol amigo, eu que dei para instituições de caridade os excedentes da campanha eleitoral, sei bem do que falas. Desta vez estou contigo... República não é sinónimo de desbragamento nem de magnanimidade estultas...


Quando os portugueses apertam o cinto até mais não, a grande maioria passa dificuldades, eis que surge uma Deu-la-Deu Martins (a tal que deu pães aos castelhanos que cercavam a muralha do castelo, onde a fome começava a dar sinal de si...), arvorada em Mecenas, em Pai Natal (no sentido pejorativo...) e dá largas à imaginação delirante para mostrar que estamos em tempo de vacas gordas! O despesismo puro e duro...



Içar uma bandeira, gerando todo um despesismo bacoco e idiota, só com o pretexto de comemorar os cem anos da República, na câmara de Paredes - ver aqui- (não importa o partido, podia ser um qualquer...) vai-se gastar um milhão de Euros!!!



Alguma vez ouviram falar em «CUSTO DE OPORTUNIDADE»?



Sim, o que se poderia fazer de útil com esse dinheiro? Quantas carências se atacariam de forma lúcida e pragmática com essa vultuosa verba? Quantos sofrimentos se minorariam?



Senhor Presidente da República, o senhor que é o vértice da pirâmide republicana, diga de sua justiça!!!



É para esta res pública que descontámos tanto e pagámos tantos impostos? Foi para assistir a este despautério que tantos deram a vida, se sacrificaram até ao limite para verem isto? É a república das vacas gordas para uns e de vacas magras para outros?! O bom senso também emigrou?!!! Isto não é «república» é regabofe!!!



Com o seu magistério de influência trave esta e outras iniciativas de igual jaez que ferem a sensibilidade natural de quem tem da República uma visão altruísta e virada para a satisfação das necessidades das populações e não dos caprichos de «excêntricos» sem a noção do ridículo!!!
Nota aparte: Já imaginaram o que se faria com o dinheiro desviado do BPN?! Será que vão ser punidos os responsáveis? Será que a República tem mecanismos para se defender dos que a sugam por dentro?! Será que os mecanismos de supervisão são eficazes?

Se a moda péga...


Primeiro foi no Iraque. Um indígena, nada satisfeito com a postura de Bush, resolveu manifestar o seu desacordo lançando-lhe um sapato ao rosto. Agora foi em Itália. Um descontente, lançou uma estátua em bronze à cara do primeiro ministro Berlusconi.
Se no primeiro caso a preparação física de Bush foi posta à prova e ele esquivou-se ao choque, agora, Berlusconi não mostrou a mesma capacidade e permitiu que os maxilares (bem como alguns dentes) fossem atingidos em cheio...
Consta que o Dr Macedo Vieira (presidente da câmara da Póvoa de Varzim) anda a treinar num ginásio, permitindo-lhe manter uma frescura física e elasticidade em ordem a furtar-se a qualquer tipo de ataque deste jaez.
Suspeita ele (lá terá as suas razões) que há quem pretenda atingi-lo com um busto (em miniatura, claro...) em ferro forjado, do escritor Eça de Queiroz...
Lá diz o povo com a sua sabedoria: cautela e caldos de galinha...

terça-feira, dezembro 15, 2009

Fala a meteorologia...

__ Vejam como ela anda com o aquecimento global e o efeito de estufa?!
Será que a Terra vai melhorar depois de Copenhaga? Duvido muito...
__Meu caro rouxinol, tu bem sabes que não. São tudo piedosas intenções. Eu, a meteorologia, sei do que falo. O homem é poluidor, predador, com a sua ganância só pensa no imediato e nos lucros fáceis. Não cuida das florestas, não se importa com o dióxido de carbono, com as fumaradas, com os lixos. Que se lixe o clima e a meteorologia, parece dizer este humano predador . O ser humano é o parasita hospedeiro da Terra. Está a destruír-se a si próprio e ao próprio planeta. Todos os dias há um «fim-do-mundo» para algumas espécies... lá chegará a vez do ser humano!

domingo, dezembro 13, 2009

Eu tive um sonho!...



Afeganistão: Deus, Alá & Ópio...

A santíssima trindade: Deus, Alá e Ópio...





Há papoilas vermelhas sorridentes
Em cenários bem negros, bem tristonhos,
Há tolos belicismos conducentes
Aos martírios inúteis e medonhos.



O sangue vai tingindo aquelas gentes
Cada qual lá cumprindo o seu fadário:
P'lo Bem, por Deus e Alá, nisso estão crentes,
Jamais terminará o seu calvário.


Medieval este ódio, esta obsessão,
Fiéis ou infiéis, bem tolos são,
Só carne pra canhão... da morte amantes...


Martírios idiotas, sem razão,
Deus-isco, chamariz de traficantes,
Alá-papoila, droga dos mandantes...


Nota: Por detrás de cada político corrupto, há sempre martírios individuais...
Por detrás de regimes corruptos há sempre martírios colectivos...

Previsões...

Previsões para dois mil e dez...

1- Uma alta figura ecuménica fará um discurso demolidor num país europeu...

2- O efeito-dominó sentir-se-á mais uma vez no mundo inteiro. Agora o epicentro será num país da Europa mediterrânica...

3- Depois de uma dose excessiva de viagra um chefe de governo europeu perderá o cargo e a saúde ficará muito abalada... por causa de uma tentativa de violação.

4- Uma vedeta desportiva, de dimensão cósmica, será vítima de um acidente grave. Por mera vingança de uma mulher despeitada.

5- Escutas em Portugal vão levar à queda de uma proeminente figura do desporto.

6- Uma revista erótica será processada por não se chegar à frente, violando acordos pré-estabelecidos. Alegará em sua defesa estar nua... financeiramente, como é óbvio... e sofrer de impotência...

7- Mais um escândalo de pedofilia envolvendo figuras da Igreja Católica. O Vaticano, face à gravidade deste escândalo convocará um concílio...

8- Um novo livro trará ondas de polémica. Trata-se de um livro de cheques de um ex-banqueiro a contas com a justiça...

9- Uma câmara do norte de Portugal, depois de uma profunda investigação a cargo da PJ, verá o seu nome manchado. O presidente e um dos vereadores serão apanhados com a boca na botija...

10- O professor Marcelo Rebelo de Sousa fará uma importante comunicação ao país. Será sobre Jesus Cristo...

sábado, dezembro 12, 2009

O divino mestre, aos cento e um anos...

Este vai andar cá até aos duzentos! é tão bom, tão bom, que ainda não tem quem o substitua, por isso... vai ficando por cá...
Manoel de Oliveira o eterno «Anikibobó!» que teima em fazer anos... todos os anos... Ou será que os desfaz?! Pode ser esse o segredo...
Cento e um anos, «Presente!»
Grita o mestre, na trincheira...
Sempre na linha da frente
Classe pura, alta craveira!
Sua droga é o trabalho
Droga bem dura, diria,
Ás de trunfo no baralho
Da... cinematografia.
Nos curvamos com respeito
Seu legado intemporal
Bem merece o nosso preito
É paradigma exemplar!
Vinho do Porto «oliveira»
Puro néctar de eleição
É vintage de primeira
Quase em vias de extinção...(1)
(1) Que nunca se extinga são os votos de todos os que lhe querem bem!

Nota final: Manoel de Oliveira, que foi um grande piloto de automóveis, continua a pilotar, com a mestria de sempre, agora na Sétima Arte! Lhe tiro o meu humilde chapéu!

sexta-feira, dezembro 11, 2009

O caipira das caipirinhas...


Alto aí seu Rouxinol, se pensa que vai ter um mensalão, se engana, ouviu! Só pra brasileiro de gema, tá ouvindo?!
Presidente caipira, popular,
Adora caipirinhas, o minino...
Carradas de razão, há que lhe dar
Por amar deserdados do destino!
Faz da vida uma festa permanente
Mas, da fome, inimigo figadal;
E quer matá-la!...à sede!, obviamente,
 fome não dá!... ela é imortal!...
Uma estátua vai ter, diz o povão
Um copo de cachaça bem explosiva
Ardendo na mão, junto ao coração,
Pedindo a Deus mais!... de forma incisiva!

quinta-feira, dezembro 10, 2009

Nobel da Paz para Portugal!

__Zé, não achas que o Barack Obama é ainda demasiado novo para um Nobel? Ainda pouco fez e já está a ser contemplado! Eu, pelo meu espírito ecuménico, com as minhas palestras na comunidade de Santo Egídio, sou um exemplar típico do universalista e pacifista. Não apoiei a guerra no Iraque, sou por uma solução negociada, sou equidistante entre judeus e árabes, entre muçulmanos e cristãos, já deveria ter o Nobel há muito tempo!

__Dr Mário Soares, eu é que vou ser o Nobel das Pás para o próximo ano!...
__Oh pá, não acredito!!! então porquê?

__A energia eólica é a minha imagem de marca! As pás são capazes de captar a energia do vento e produzir energia eléctrica... Logo, pás é o que mais me insufla o ego! o mundo reconhecê-lo-á em breve!

Dia Mundial Contra a Corrupção!


__Minha querida Soraia, você é a imagem angelical por excelência. Que mau gosto o do António Pedro Vasconcelos em escolhê-la para papéis onde a corrupção e o desbragamento dos costumes são uma constante. Com esse rosto, num altar, ninguém diria que não era a própria Virgem!!!
__E não quer o professor saber que, de facto, sou virgem! Politicamente falando, é óbvio!!!
A justiça portuguesa não encontra muitos casos de corrupção. Segundo se depreende pelo somatório de processos, já concluídos, o que há mais é maledicência, abusos de linguagem, enfim, má língua!!! Falta de respeito, delitos de opinião!!!
Será que a justiça, também ela...??? Cruzes, canhoto!!!

terça-feira, dezembro 08, 2009

Armando Vara

Esta é D. Consciência Tranquila. Muitos dizem que dormem com ela quando estão em maus lençóis. Será que Vara, também....?

Perguntar não ofende...


Armando Vara vai mostrar na «Grande entrevista» com Judite de Sousa que está totalmente inocente! Os invejosos chamam-lhe a branqueadora do regime!
Este país é uma desgraça. Andam para aí a fazer escutas a gente séria, ouvem quem não deveriam ouvir, depois os malandros dos jornalistas conseguem fugas de informação, distorcem-nas e tentam linchar na praça pública cidadãos honrados e dignos de toda a consideração.
Consta que uns tão badalados dez mil euros foram, ou eram para ser__ não fora um canídeo ter rosnado toda a santa noite __ para um tipo de Setúbal... sim, dessa augusta terra de Luísa Tody e do _elmano sadino! Não sabiam? Irão sabê-lo, seus ignorantes e seus mal intencionados!
A «espionagem» continua. Cavaco que se cuide! Nem os seus computadores escaparão!

Fernando Lima que se prepare pois agora será ele o mais visado.

Enfim, este país é uma corja, como diria o Eça. Os jornalistas são tropa do piorio. Chiça!!!

O «MENGÃO» ressuscitou! É campeão!!!

As meninas também deram largas à sua alegria. O Flamengo é de todos sem excepção!

Rouxinol de Bernardim, equipado à Flamengo exibindo a sua técnica apurada numa tarde ensolarada em Junqueira Vila do Conde.

O Flamengo após um prolongado «jejum» sagrou-se campeão, no Brasil. O mundo inteiro rejubila e festeja. Rouxinol de Bernardim, que também dá uns toques (cinco mil... o record pessoal), exibe a camisola do «Mengão» com o orgulho natural de quem se sente também campeão! Elas, coração ao alto, astral em cima, são o corolário da festa....



Aí vai a minha homenagem poética:











O futebol é esplendor

A alegria do povão

A magia, o sol, a cor,

O «Mengão» é campeão!






Da Tijuca ao Corcovado

O Brasil é tremendão

Vê Flamengo coroado

Mais uma vez campeão!





Cor de sangue, cor da vida,

O vermelho, vermelhão

Dá alegria à torcida

É só alma e coração!





Findou um longo deserto

O caneco é do «Mengão»!

Vitória justa, decerto,

Vitória de um campeão!!!


domingo, dezembro 06, 2009

Sortilégios do sol e da lua...


A noite é pura magia
Uma pulsão acendrada
Talvez paixão, eu diria,
Mantém a gente animada...
Se o dia tem sol intenso
À noite temos a lua
O seu fascínio é imenso
O povo sente e cultua.
A vida é sempre uma opção
Uma escolha permanente
Talvez a doce ilusão:
Sol e luar... tão somente!
O meu cantar é paixão
Sentir prazer de viver
Sol e lua, ambos são
Dia e noite... a alvorecer...
A vida é cais de partida
Na eternidade, um nada!
A morte é noite prá vida
Fatal porto de chegada!
E se a lua vai mudando
Ora escura, ora mais clara,
O sol vai sempre brilhando
Ostentando a mesma cara!

sexta-feira, dezembro 04, 2009

Afeganistão: a solução não é esta!


Barack Obama vai reforçar de forma substancial as forças «aliadas» no conflito do Afeganistão. Pede ajuda aos restantes membros. Impulsionado pelo prémio nobel da Paz, recém-conquistado, quer conquistar rapidamente a paz, pela força das armas, não vislumbrando outra solução.
O «eixo» muçulmano irá reforçar-se na medida das suas possibilidades: mais suicidas, mais bombas, mais captação de fundos em todo o universo de Alá!
O atoleiro afegão jamais parará! Não há solução sem um reflexão profunda sobre a teleologia belicista. Ambas as partes chamam «terrorista» à outra. Ambas têm carradas de razão!!!
Quem começou primeiro?!
Ambas as partes se acusam mutuamente. Quiçá com razão. Onde vai levar esta orgia belicista?
Era bom que se analisasse a possibilidade de um encontro. Era útil usarem todos os meios pacifistas para se evitar tanto derramamento estúpido de sangue, tanto esbanjamento de recursos, tanta teimosia estulta, de parte a parte!
A negociação é de todo em todo impossivel? Será que a imposição de uma democracia (corrupta e cheia de vícios) é legítima a quem apenas quer uma teocracia?!
Era bom que os pensadores lúcidos de ambas as partes (será que a lucidez está apenas no ateísmo?!) meditassem bem no julgamento da História. Não importa quem ganhará (será sempre de Pirro, a eventual vitória...) o que importa é como travar esta escalada, como evitar este desastre, como parar para meditar. O homem é um ser pensante. Os animais irracionais é que pugnam até à morte por coisas fúteis. Há que pôr entre parêntesis certos preconceitos (religiosos, democráticos, belicista) e elevar bem alto a voz da cidadania, dos direitos humanos.
Há que criar um papa ateu, para ser o árbitro neste conflito que rebaixa a espécie humana, que defrauda a expectativa das gentes martirizadas neste conflito sem pés nem cabeça!

quinta-feira, dezembro 03, 2009

Tratado de Lisboa

Por vezes este país parece sofrer de doença bipolar: passa do pessimismo mais radical e doentio a um optimismo sem freio.

A reunião em Lisboa e a entrada em vigor do Tratado de Lisboa deram azo a situações de euforia desmedida. Camtaram-se hossanas aos descobrimentos e fizeram-se paralelismos sem o mínimo de realismo e de razoabilidade.

A euforia está de novo isntalada. Há que ter contenção e saber a medida exacta das coisas. Senão, descobriremos esta triste realidade: estamos cada vez mais na cauda do pelotão...

quarta-feira, dezembro 02, 2009

1º de Dezembro: «RESTAURAI HOJE DE NOVO...»


A brava gente lusitana tem sede de justiça e de liberdade! Há que as restaurar!!!
Acordai!, honesto povo,
Desse torpor ancestral,
Restaurai hoje, de novo,
O amor a Portugal!




Liberdade amordaçada
Por tenentes do poder,
Por eles tão aviltada
É um sol... a escurecer...
Restaurai a dignidade
O orgulho da nação
É hoje, uma raridade,
Quase em vias de extinção.
Virtudes republicanas
Afastai a corrupção
Estas gentes lusitanas
Aguardam a redenção!
Já galopa o nepotismo
E triunfa a gatunagem
Só vemos chicoespertismo
É um «fartar-vilanagem!»

terça-feira, dezembro 01, 2009

«Milagre das rosas», nova versão!...

O agente da PJ foi implacável:

_-Mostre lá o que tem nesse saco! quero ver os dez mil euros!

Ele abriu ! Para espanto de todos os presentes era apenas um saco contendo um quarteirão de robalos!...

Então passou para a História como o do «milagre dos robalos»!

domingo, novembro 29, 2009

A justiça «imaculada» que vemos...

A nossa justiça assemelha-se (por vezes, em sempre...) a uma rameira de estrada, com ar imaculado por fora mas bem escura por dentro...Até quando assistiremos a este deboche, este despudor, esta obscenidade?!




A justiça se verga ao vil metal, tal e qual!
Se deixa submeter à lei da força, sim...
E dizem que ao poder amocha, tão venal,
Oh reles meretriz, rameira vil, enfim...






É forte contra os fracos, fraca contra os fortes,
Até faz vista grossa, fecha os olhos, cala
Aos abusos do poder. Condena a tristes sortes
Quem disser o que sente, tão-somente: fala!...




É bem triste a imagem da justiça. Não que não haja gente séria, claro que há, também como a há menos séria. Contudo, por vezes, o próprio ordenamento jurídico é tão venal que permite mil-e-um malabarismos.
Excessos de garantismos, alçapões calculistas permitem impunidades sem conta. Quem tem dinheiro e pode contratar advogados habilidosos, safa-se. Há magistrados que, só de vê-los uma ou duas vezes, já sabemos de que «lado» estão e qual vai ser o teor da sentença!
É triste, lamentável, vergonhoso, o que se passa no nosso país. As penas aplicadas aos infractores por «delito de opinião» são frequentes, às vezes questões de lana caprina estão na génese dessas condenações, vê-se mesmo que há frete dos juízes na sua ânsia de condenar quem critica o poder, e fala, tão-somente, diz o que pensa, manifesta o seu nojo pela promiscuidade em que o país está mergulhado. O delito de opinião está na moda. Os juízes querem agradar e dar prebendas a quem manda...
Um facto, à vista de um magistrado é considerado susceptível de conter matéria crime, mas o mesmo facto, à luz de outro, já não contém nada de condenável!!! Tudo depende da perspectiva (passe o eufemismo...).
«Todas as causas, nas mesmas circunstâncias produzem os mesmos efeitos», sim, na química, e na física, que não na justiça!...
Aqui há vários pesos e várias medidas-padrão!...

sábado, novembro 28, 2009

«Uma atracção irresistível»

Eça de Queiroz e o «Crime do Padre Amaro» sempre presentes no quotidiano português.
A política e a religião zurzidas com mão de mestre... sempre na mente de quem aspira a um mundo melhor onde a exploração de crédulos deixe de ser uma constante... Quantas «Quedas de anjos» (como escreveria Camilo se estivesse entre nós...) se vislumbram hoje em dia?!



Foi este o título do livro que a irmã Raquel Silva, das Caxinas, deu à estampa.

«Atracção irressitível» foi também o que aconteceu ao jovem padre Rui (pároco de Celorico de Basto) que não resistiu aos encantos de Fátima!

Fátima, uma moçoila de dezoito risonhas primaveras foi a atracção fatal. O padre fugiu com ela para Espanha depois de abandonar as paróquias sob sua jurisdição. Quem o pode condenar?!
Será que a lei do amor não é também uma força divina? Ele não disse: «Crescei e multiplicai-vos!» ?
Ora assim fez o padre Rui. Vendo repelidos os seus pedidos aos pais adoptivos da jovem (para com ela namorar) resolveu optar por uma saída radical: fugiu com o seu amor para o estrangeiro!

Os desígnios de Deus são insondáveis. Será um aviso à Igreja para que abandone o celibato?! Quem sabe...

sexta-feira, novembro 27, 2009

A bênção do TGV!



Guerra Junqueiro








Ele vem aí. Há que o benzer para o libertar dos pecados originais. Nada melhor do que recordar o imortal Guerra Junquero. O tempo é de profunda meditação. Até porque já temos o padre Maçarico que com a sua bênção (qual vacina celestial...) cura a Gripe A!
A propósito, a senhora ministra da saúde já o contactou para administrar bênçãos em vez de se gastar uma fortuna em vacinas polémicas, com efeitos secundários tenebrosos?!
Se ainda o não fez, está a dar razão àquelas vozes que dizem ser este governo « o da oportunidade perdida!»

GUERRA JUNQUEIRO, regressa, o país precisa da tua sábia eloquência, do teu acendrado amor ao chiste, do teu apego à saborosa sátira, mais saborosa ainda que uma sardinha assada em cima de um naco de broa, lá pelo S. Pedro, na praia da Póvoa de Varzim!



A BENÇÃO DA LOCOMOTIVA



A obra está completa. A máquina flameja,
Desenrolando fumo em ondas pelos ares
Mas, antes de partir, mandem chamar a Igreja,
Que é preciso que um bispo a venha baptizar.
Como ela é concerteza o fruto de Caim,
A filha da razão, da independência humana,
Batam-lhe na fornalha uns trechos em latim
E convertam-na à fé católica romana!



Devem nela existir diabólicos pecados,
Porque é feita de cobre e ferro; e estes metais
Saem da natureza, ímpios, excomungados,
Como saímos nós, dos ventres maternais!



Vamos esconjurar-lhe o demo que ela encerra
Extraír a heresia ao aço lampejante!
Ela acaba de vir das forjas de Inglaterra,
E há-de ser, com certeza um pouco protestante!



Para que o monstro corra em férvido galope
Como um sonho febril, num doido turbilhão,
Além do maquinista é necessário o hissope
E muita teologia... além de algum carvão.




Atirem-lhe uma hóstia à boca fumarenta
Preguem-lhe alguns sermões, ensinem-lhe a rezar,
E lancem nas caldeiras um jorro de água benta
Que com a água do céu talvez não possa andar!


Guerra Junqueiro

Nota: o padre Maçarico será capaz de benzer o futuro TGV e erradicar-lhe os pecados originais?!
Se for, não duvido das suas potencialidades transcendentais, há que o contratar já! a empreitada ficará mais barata, não haverá derrapagens e o próprio Tribunal de Contas congratular-se-á com os resultados finais!

terça-feira, novembro 24, 2009

«COMPAIXÃO», variações sobre um tema candente!

Em verdade, em verdade te digo, meu caro rouxinol de Bernardim, em Portugal nunca se descobriu quem era o «Bin Laden do futebol português», mas sera´que existe o «Bin Laden da justiça portuguesa»?! Talvez exista e ninguém saiba...
Alá tudo vê, tudo sabe, está em toda a parte. Até esteve aqui, quando o presunto foi entregue. Depois, bem, depois, veio o porco que toda a gente conhece já!
Quem comer carne de porco vai pró inferno!




R.B.__ Não acredito em bruxas, mas em Espanha dizem que as há! O Ronaldo que o diga!...Meu caro bin Laden: todos os dias rezo para a sua conversão à causa da paz! folgaria imenso em fumar o cachimbo da paz consigo, desde que fosse para o bem da humanidade. Nós dizemos (porventura sem razão...) que «há mais alegria no céu quando um pecador se converte do que quando mil justos praticam o bem!»

Sob o signo da
compaixão, reuniram-se ilustres dignitários da Igreja (melhor, das Igrejas) a fim de se aprofundar a problemática clerical e o seu envolvimento neste mundo belicista e patológico em que mergulhámos.

Também alguns agnósticos lá estiveram (como o Dr Mário Soares).

Derramando lágrimas de crocodilo?! Afivelando um sorriso hipócrita e não metendo a sério a mão na consciência?

De tudo um pouco. Há que ter compaixão mas também há que zurzir forte nos fariseus que (des)governam o status quo actual. Pouco difere do status quo ante...

Há que ter compaixão da economia mas também da justiça. Uma das razões da falência do segmento económico é o estado da justiça. No tempo da outra senhora a justiça portou-se de forma ignominiosa (v.g. tribunais plenários e outras cobardias um pouco por todo o lado perpetradas em favor do regime e dos seus caudilhos).

E hoje, o que vemos?! A mesma justiça vergada ignominiosamente aos poderes (polítio e económico-financeiro), a justiça de cócoras perante quem manda e quem tem dinheiro!!!

Haja compaixão dela!

Há que ter compaixão dela. Mas também há que chicotear forte este pilar em ruínas, este cadáver putrefacto que exala um cheiro pestilento. Nauseabundo até... Deus e Alá tenham compaixão do mundo actual. Portugal não é uma ilha isolada...

segunda-feira, novembro 23, 2009

O "calvário" da paixão!



Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que a minha boca tem pra te dizer!
São talhados em mármore de Paros
Cinzelados por mim pra te oferecer.

Têm delícia de veludos caros
São como sedas pálidas a arder...
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer.

Mas, meu amor, eu não te digo ainda...
Que a boca da mulher é sempre linda
Se dentro guarda um verso que não diz.

Amo-te tanto! e nunca te beijei...
E nesse beijo, Amor, que eu te não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz.

domingo, novembro 22, 2009

Raquel Silva, a monja das Caxinas...

O JN de hoje dá-nos conta do persurso sui generis de uma jovem caxineira que depois de passar por uma fase ateísta convicta, tendo frequentado discotecas, esses templos de musicalidade e de espiritualidade ímpares, devotou-se por inteiro à causa monástica. Raquel Silva é o seu nome.

Qualquer um de nós pode vir a ser chamado para a causa de Deus. É a lei da vida. Quem percorre este vale de lágrimas pode ser tocado, ser alvo de um chamamento. O país precisa de monges, de gente que se preocupe com a alma. Faz falta mais monges e monjas. Em Myanmar eles são uma força poderosa. No Tibete eles são porta-bandeiras dos direitos humanos e da liberdade. Por que não em Portugal se começar a pensar no aumento da população monástica?

Com o desemprego que grassa, levando alguns para a criminalidade, o que é feio, dá péssima imagem do país, a ida para os mosteiros era muito mais lógica e útil do que a ida para as prisões... Talvez a justiça comece a repensar esta opção, mais lógica, mais racional, menos dispendiosa... Quem sabe se alguns políticos queiram fazer a opção monacal?! Talvez fossem mais úteis no mosteiro... que no poleiro...

Era bom que o exemplo da Irmã Raquel fosse seguido. A taxa de desemprego diminuiria drasticamnte. Quiçá a criminalidade também. Portugal subiria uns furos no ranking da espiritualidade pura.
A fé dizem que é uma energia renovável e limpa. Limpissima!

É claro que a população que frequenta as discotecas diminuiria dada a migração óbvia. Mas a música celestial dos mosteiros também tem os seus atractivos. Frei Hermano da Câmara que o diga. Quem sabe se o próprio vírus que anda para aí a causar danos terríveis, fosse erradicado à custa das preces da população monacal?!

Talvez, talvez. O vírus da corrupção alastra, é pandémico, é uma labareda que vai queimando tudo e todos... Poucos escapam...
Que o exemplo da Irmã Raquel seja seguido, é o meu voto sincero! que Deus a cumule de bênçãos!

Irmã Raquel, símbolo da Virtude
Tão Pura, Vestal, tão cheia de Graça,
Se entregou toda a Deus, em Plenitude!
Rejubilam todos: o Monte e... a Praça!!!
rouxinol de Bernardim

Em 2010 outra pandemia...


2010 vem aí
O cinto sempre a apertar
Défice assim jamais vi
Os mesmos sempre a pagar...
O poder só diz balelas
A ver se engoda o povinho
Distribui tachos, gamelas,
Quem ganha sempre é... o «Gordinho»...
Tanto «Gordinho» a mamar
Na teta da porca reles
Justiça olha pró ar
Só vê... casacos de peles!
A corrupção é virose
Sem vacina em Portugal
As linhas com que se cose
São pandemia global.

sexta-feira, novembro 20, 2009

Honra ao «mundo da diferença!»

Aqui está um exemplo paradigmático: uma fábrica que emprega uma grande percentagem de deficientes!

Quando alguns deficientes são ainda desprezados, olhados com sobranceria, marginalizados, alvo de chacota até, eis aqui um exemplo a seguir. A integração no mercado de trabalho de pessoas com deficiência é algo de nobre, digno de meditação profunda. Quando vemos empresas a fechar portas por dá-cá-aquela-palha, lançando para o desemprego centenas de trabalhadores, era bom que se olhasse para este caso com atenção.

Cavaco Silva, honra lhe seja feita, dá, com a sua presença, a homenagem justa e merecida a quem ousou remar contra a maré e venceu!

quinta-feira, novembro 19, 2009

Vacina para a Gripe A, nova Talidomida?!

O JN de hoje acrescenta mais um caso ao já vasto rol. Uma grávida abortou depois de ter sido vacinada contra a Gripe A. Pura coincidência?

Pode ser e pode não ser.
Os casos repetem-se um pouco por todo o mundo.

Será que sou eu o picuinhas? Por que será que a tão prudente e segura SUÍÇA proibiu esta vacina (pandemrix) aos jovens e às grávidas?! Será puro alarmismo? doentia preocupação?!

O futuro dar-mé-á razão. Talvez tarde demais... Como é apanágio destas situações...

A preocupação é generalizada apesar das vozes tranquilizantes dos governantes. Também assim foi quando os hemofílicos foram contaminados com sangue adquirido em condições duvidosas. Era um governo do PSD e também tranquilizava toda a gente. Agora é um governo PS e a mesma tranquilidade é garantida.
Contudo, face à gravidade da situação e ao alarme instalado, a própria Agência Europeia está a investigar a gravidade dos casos.

Será que, mesmo não morrendo, os fetos poderão vir a degenerar em crianças deficientes? Conhecem a história de um sedativo chamado Talidomida? Ver
aqui! É horrível!!!
Não foram feitos os testes indispensáveis com a profundidade que era necessária. A tragédia aconteceu. Só deram conta dela depois de milhares e milhares de deficientes virem ao mundo por causa do medicamento. Chamaram-lhes a geração Talidomida!...

A ligeireza com que se enviam medicamentos para o mercado exige precaução. As grávidas deveriam ter cautelas. A procissão ainda vai no adro... Aqui fica o aviso a quem de direito!

quarta-feira, novembro 18, 2009

ATENÇÃO, QUEIROZ!


__Senhor Cardeal, todos os portugueses estão convocados para este jogo. A si, atribuo-lhe uma tarefa especifica: fará a ligação entre Fátima e Caravagio!!!
__Espero que não seja em TGV! É dispendioso, pouco compatível com as disponibilidades financeiras do momento! Prefiro ir de avião!


Hoje Portugal vai defrontar a Bósnia no jogo decisivo para a ida (ou não) ao mundial de futebol na África do Sul. No estádio da Luz a sorte esteve connosco. Agora há que ter cautelas, a sorte pode sorrir aos bósnios... O «fia-te na Virgem e não corras!» tem sido às vezes a nossa perdição!
Mas para acautelar situações menos boas, há que atentar no seguinte:
__O ambiente por muito «feroz» que seja não ganha jogos desde que tenhamos uma postura combativa, serena, lúcida. Há que adoptar uma postura agressiva mas lúcida. Daí...
__Há que incluír jogadores com perfil (psicológico e morfológico) capaz de corresponder ao desafio. Hugo Almeida é imprescindível e deve ter possibilidades de vir também defender, sobretudo nos cantos, onde o fator envergadura física é imprescindível. Os duelos aéreos vão ser determinantes!
__ Duda, não tem perfil psicológico nem morfológico (é baixo e tem pouca agressividade) para um jogo feio como este. Embora bom tecnicamente não se adapta a este tipo de jogo estilo «mata-mata!». Logo, há que o substituír.
O esquema táctico não deve ser rígido. Ganhará quem atacar com muitos e defender com muitos! A elasticidade será o segredo. Os cantos e os livres próximos das áreas vão ser importantíssimos.A Bósnia é similar à Grécia do Euro-2004: organização, segurança no passe, defesa em bloco e ataque calculista, sobretudo nas bolas paradas: livres e cantos. A força e a velocidade são duas vertentes importantíssimas. Há que respeitar essa faceta.
Defender em bloco, fora da área, não deixar a Bósnia penetrar pelos flancos, obrigá-los a bombear bolas para a testa dos nossos centrais (3), explorar a flexibilidade dos nossos avançados no contra-ataque, será a nossa arma.
Cuidado com as bolas que forem à linha de fundo e os atrasos para a zona do penalty! há que ter alguém sempre nesse local cada vez que os flancos forem violados pelos bósnios. Todos acantonados na linha de baliza é um erro crasso.
Pensar sempre no golo, mesmo quando se está na defesa. O contra-ataque terá de estar sempre na mente de todos.
Penetrar pelos flancos e aproveitar os adiantamentos adversários tendo em mente o golo que pode desequilibrar: o 2-1 ou o 3-2 será a nosa vitória! em caso de igualdade os golos fora valem a dobrar!
Post scriptum: Resultado final - Bósnia O Portugal 1
Enfim, a sorte já não foi precisa. A Bósnia esteve uns furos abaixo do que mostrou na Luz. Culpa de quem? De uma estratégia sóbria e eficaz onde pontificaram os centrais Ricardo Carvalho, Bruno Alves e Pepe - secando completamente o jogo aéreo adverso- bem assim como de um Meireles sempre atento, marcando o golo e sempre na brecha. Falhámos golos na cara do guarda-redes. Este foi certamente o melhor homem da Bósnia. Mas nada de deslumbramentos. O ataque precisa de ser mais pragmático aproveitando as oportunidades. Foi muito perdulário...O Hugo Almeida fez falta. Mas o João Tomás, do Rio Ave F.C. se lá estivesse, não perderia aquele caudal de oportunidades de golo. FAZ FALTA À SELECÇÃO!

terça-feira, novembro 17, 2009

Vacina contra a Gripe A, será letal?

Na Alemanha um homem morreu depois de a tomar!
Em Portugal uma grávida abortou depois de a tomar!
Outra grávida sofreu um aborto após tomar a vacina!

Um pouco por todo o mundo há casos que poderão ser coincidência pura (talvez) ou será que os efeitos secundários da referida vacina ainda não foram bem estudados e podem causar danos colaterais gravosos? Poder-se-á estar perante uma nova Talidomida, que gerou milhares de crianças deficientes?!

Já viram se o nosso primeiro-ministro, ainda há pouco vacinado, é atingido pela vacina? Como reagirá o país perante esta catástrofe?!
Quem se responsabiliza pelo infausto acontecimento?
Não haverá outro tipo de vacinas já devidamente testadas?! Na vizinha Espanha adoptaram outra vacina.

Não seria melhor fazer um seguro para danos eventuais? Não é para isso que pagamos impostos
?

segunda-feira, novembro 16, 2009

NO REINO DA SUCATA TUDO ESTÁ PODRE


Este país é sucata
Gerido por sucateiros
Compram gente vira-lata
Por reles... trinta dinheiros!
Políticos são comprados
Na feira-da-ladra nova
É assim em todo o lado
Todos sabem ninguém prova...
Sucata é o que mais existe
Neste país tão venal
A justiça vê ... e assiste
Também sucata... afinal!
Em Belém vou assistindo
Lavando as mãos qual Pilatos
O país se deprimindo
Tantas lentilhas... nos pratos...
Telhados de vidro há
Não posso cuspir pró ar
Também sou um marajá
Nesta sucata sem par!...

domingo, novembro 15, 2009

Eça, o divino Eça...


Eça, o divino Eça, seguia ali à minha frente, vinha do Grupótico, onde era antigamente a drogaria Monteiro, e trazia um livro . Com a sobrecasaca bem apertada, um lencinho a sobressaír, os colarinhos engomados, era a imagem fiel de um intelectual à moda antiga, sempre de pena acerada e sorriso mordaz. O livro dizia na capa: «Cortina de Fumo».
__Isto é bem melhor do que o Saramago__ disse-me ele, atirando um sorriso cúmplice. __ Este Silva Garcia vai ao cerne da questão, acerta em cheio na mouche. A choldra está retratada de forma magnífica, aureolada com aquele esplendor metafórico que importa enaltecer.
Neste Portugal moderno faz falta um bisturi assim, sem papas na língua. Este país de Jacinto Leite Capelo Rego, dos sobreirogate, da face oculta e do freeport,merece passar à posteridade.
__Mas então os grandes escritores por que não abordam os temas mais candentes? Por que será?
__Olha rouxinol__ rematou ele, cofiando o bigode altivo __ há muito medo de dizer verdades. Pior do que no meu tempo. Hoje, o «Crime do Padre Amaro» talvez nem visse a luz do dia. Os editores são tudo uma corja do piorio. Há honrosas excepções, mas alguns, basta olhar para o seu passado...
__Estais a referir-vos a quem?
_Não vale a pena mencionar nomes. Toda a gente sabe... Olha para a fumaça da comunicação social. Quem são os donos de jornais locais? Normalmente são empreiteiros à procura de visibilidade, engraxam o poder político instalado com a mira nas empreitadas de favor, nas mordomias que o poder político pode conceder. Alguns até têm empresas de sondagens...
_Mas há liberdade para isso, sois contra a liberdade?
__Não, sou a favor da liberdade. Mas esses canastrões dominam a comunicação social e a gente séria é marginalizada. Olhe, esse bastião de antigamente que agora passa a vida a engraxar, engraxar, engraxar... o caudilho e seus acólitos...perdeu a alma, o carácter, a erecção cívica!
__Que achais desse livro?__inquiri, curioso.
__É pena não haver mais como este. O país precisa de quem denuncie a fumarada que por aí campeia. As escutas são apenas um afloramento ínfimo, são a ponta visível do icebergue...Isto é apenas uma amostra mínima do dantesco universo que por aí campeia: financiamento partidário, financiamento clubístico, enriquecimentos ilícitos e imorais é o que há mais!
__Mas tendes preconceitos contra os ricos?
__Não, acho a riqueza ganha honestamente, intrinsecamente boa. Mas aquela angariada por métodos corruptos, por patos bravos sem escrúpulos, sem um resquício de dignidade, que, aproveitando-se de traficantes de influências sem vergonha na cara sobem vertiginosamente lesando a comunidade e dando uma imagem sórdida deste país cada vez mais grotesco, onde meia dúzia de vigaristas passando por imaculados anjinhos se vão governando à custa da boa fé desta pobre gente...essa, é digna de desprezo pela gente de bem. Esses figurões, em pedestais dourados, deveriam ser apeados.

sexta-feira, novembro 13, 2009

Robert Enke


O antigo guarda-redes do Benfica, Robert Enke (ao tempo de Toni e José Mourinho) lançou-se para um comboio em andamento pondo termo à vida.
Apaixonado pelos animais, vivia em depressão profunda, e não suportou a perda de uma filha de tenra idade por problemas cardíacos.
Paz à sua alma.

segunda-feira, novembro 09, 2009

Vai andando por aí!...

«A corrupção, num país pobre gera mais pobreza, traz escolas, autoestradas e medicamentos mais caros. Por isso é que eu digo que a corrupção é o imposto mais caro que pagamos.»
Dra Maria José Morgado
Procuradora Geral Adjunta
Vai andando por aí
sem escrúpulos, sem pudor,
quiçá, bem perto de si,
subindo no elevador
sentado no tribunal
nas finanças ou na escola
câmara municipal
talvez a pedir esmola
para alguma fundação
prometendo dar um jeito
ajudar numa eleição
ou até ganhar um pleito
quando a coisa ficar preta
uma multa perdoar
ocultar numa gaveta
um processo, se calhar
fomentar a prescrição
pra ninguém ouvir falar
e tudo... «A BEM DA NAÇÃO!»

domingo, novembro 08, 2009

Leões afogados no rio Ave!....

__ Diz-me espelho meu, haverá rugido igual ao meu?
O gatinho de Alvalade mirando-se ao espelho da ilusão!....
O leão vai-se afogar
Nesse rio poderoso
Ave, capaz de voar,
Rio Ave, caudaloso.
Leões parecem gatinhos
Perderam virilidade
Pena vê-los, coitadinhos,
Nesse espelho da verdade...
Reis da selva já não são
São os «duques» de Alvalade
Só no reino da ilusão
Assumem notoriedade.
O rugido do leão
Parece um gato a miar...
Em Vila do Conde, então
O leão ... vai-se afogar!

GRIPE A, Portugal na linha da frente!

Portugal é pioneiro no ataque a esta gripe pandémica!


Na China estão a usar o gengibre, a pimenta, o piri-piri e até o alho no combate à gripe A. Medicina preventiva pura. Nós temos algo de mais valioso. O padre Maçarico tem poderes para eliminar a tal gripe. Ver aqui.
A Igreja Católica pensa em cobrar honorários por tal dádiva, contudo, a crise é tão grande, que repensa a estratégia. A fé pode ser considerada uma energia limpa, daí se o Estado colaborar noutros sectores, é crível que se faça uma parceria com vantagens mútuas. Sócrates, sempre atento às oportunidades, já pensou em captar o sacerdote para as lides políticas, contudo este diz-se supra-partidário e quer ver os seus poderes aclamados por todos os sectores ideológicos.
O mundo inteiro olha para Portugal como um farol, uma candeia que vai à frente do resto do mundo.
Corre um rumor de que o técnico Jorge Jesus do Benfica recorre frequentes vezes aos poderes do padre Maçarico. Em Alvalade estão a pensar contratá-lo para substituír o pouco milagreiro Paulo Bento. Enfim, a coisa atingiu tais dimensões que o próprio Durão Barroso, sempre atento aos prodígios que florescem na sua pátria indígena, vai convidá-lo para seu assessor...

quarta-feira, novembro 04, 2009

PORREIRO, PÁ!


Vou já começar a ensaiar! Faço-o pelo meu país, claro! Porreiro, pá!
Se o primeiro ministro japonês editou uma canção que já é best seller no Japão, se a primeira dama francesa Carla Bruni enche de música o coração dos franceses, por que não o nosso primeiro ministro fazer o mesmo?
Portugal sempre primeiro! é o meu lema... logo, quero contribuír, modestamente que seja (não sou um Ary dos Santos...) para o sucesso deste Fado. O primeiro ministro é um homem ecléctico, não se confina ao mero exercício de engenheiro sanitário, mas vai muito mais além, às vezes até longe demais... Por isso, aqui vai o Fado «Lisboa sempre na moda»..
LISBOA SEMPRE NA MODA...
Lisboa sempre na moda
À Europa dás Tratado
Já andas na alta roda
E não é só p'lo teu Fado!
Aqui se plasmou o futuro
Se alicerça o presente
Linda Lisboa, eu te juro
Viverás eternamente...
Cidade luz, bem moderna,
Casada com o passado
Tens no Tejo a glória eterna
No sol... o teu namorado!
Urbe multicultural
Ventos de modernidade
Te dão um ar mais plural
Oh ecléctica cidade!
Passo por ti ao Marquês
Coração nobre a pulsar
Cidade com altivez
E de um carácter sem par.
Passo por ti ao Rossio
Posso ver o mundo inteiro
Passo por ti junto ao rio
Aspiro o mar... o teu cheiro.
És varanda sobre o Tejo
Jardim que encanta o país
Lisboa, eu só desejo
Que sejas sempre feliz!
Do Saldanha até à Graça
Do castelo à Mouraria
Lisboa, quem por cá passa
Comunga a tua alegria!
....................................
....................................
Lisboa, quem por cá passa
Comunga a tua alegria!