rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, dezembro 04, 2009

Afeganistão: a solução não é esta!


Barack Obama vai reforçar de forma substancial as forças «aliadas» no conflito do Afeganistão. Pede ajuda aos restantes membros. Impulsionado pelo prémio nobel da Paz, recém-conquistado, quer conquistar rapidamente a paz, pela força das armas, não vislumbrando outra solução.
O «eixo» muçulmano irá reforçar-se na medida das suas possibilidades: mais suicidas, mais bombas, mais captação de fundos em todo o universo de Alá!
O atoleiro afegão jamais parará! Não há solução sem um reflexão profunda sobre a teleologia belicista. Ambas as partes chamam «terrorista» à outra. Ambas têm carradas de razão!!!
Quem começou primeiro?!
Ambas as partes se acusam mutuamente. Quiçá com razão. Onde vai levar esta orgia belicista?
Era bom que se analisasse a possibilidade de um encontro. Era útil usarem todos os meios pacifistas para se evitar tanto derramamento estúpido de sangue, tanto esbanjamento de recursos, tanta teimosia estulta, de parte a parte!
A negociação é de todo em todo impossivel? Será que a imposição de uma democracia (corrupta e cheia de vícios) é legítima a quem apenas quer uma teocracia?!
Era bom que os pensadores lúcidos de ambas as partes (será que a lucidez está apenas no ateísmo?!) meditassem bem no julgamento da História. Não importa quem ganhará (será sempre de Pirro, a eventual vitória...) o que importa é como travar esta escalada, como evitar este desastre, como parar para meditar. O homem é um ser pensante. Os animais irracionais é que pugnam até à morte por coisas fúteis. Há que pôr entre parêntesis certos preconceitos (religiosos, democráticos, belicista) e elevar bem alto a voz da cidadania, dos direitos humanos.
Há que criar um papa ateu, para ser o árbitro neste conflito que rebaixa a espécie humana, que defrauda a expectativa das gentes martirizadas neste conflito sem pés nem cabeça!

Marcadores: ,

9 Comments:

Blogger mixtu said...

mas está complicado arranjar outra solução...

abrazo serrano

6:00 AM  
Blogger Pena said...

Admirável Amigo:
Todo o Islão se gere por uma atitude ou um conjunto de atitudes direccionadas e praticadas como oração de todos os dias pelo Alcorão, a dedicada Bíblia dos Católicos para eles.
Impor-lhes uma Democracia à força que não faz parte deles indigna-os, ultraja-os e enfurece-os. Sempre pensei isto.
O mundo muçulmano não a quer e, se virmos bem, não tem cabimento, nem aceitação.
Para mim, a atitude seja de quem for de impor algo atentatório às suas ideologias que não conseguem aceitar e nem entendem, é um crime.
Quantas mortes no Iraque.
Ou serão outros interesses das super potências, tendo à cabeça, Obama e os E.U.A., é inconcebível.
Onde pára o respeito?
Onde pára a "entrada em casa alheia" sem bater à porta, primeiro?
Onde está a atitude de perguntar se a Democracia tem cabimento?
Fabuloso Amigo, desculpe, o meu sentir e pensar.
Ficaria aqui a dissertar sem fim.
Abraço amigo ao seu talento ímpar.
Sempre a lê-lo e a relê-lo atentamente pela preciosidade humana que é.
Com admiração...

pena


Desculpe, se disse alguma inconveniência ou insensatez.
Bem-Haja, pelo fantástico poder comunicativo e fabuloso que muito lhe admiro.

9:54 AM  
Blogger Pena said...

Notável Amigo:
Só um "Gigante" pormenor, desculpe:
Para eles, a Democracia é o Alcorão, Alá e os versículos que seguem dedicação.
Abraço amigo

pena

10:13 AM  
Blogger AFRICA EM POESIA said...

Meu amigo
Dia 8 feriado vou tomar café ao continente a gaialseria agradavel estar com algus amigos se for possível diga alguma coisa


Hoje outro dia especial O meu livro de Natal já "nasceu".
Um livro é um pouco de nós este é o meu 6º livro..
Esta Poesia é diferente è também um grito para que Natal seja todos os dias.. Acredito que este Natal vou vender muitos...


Agora deixo um beijinho e...


A VIDA ESTÁ...


A vida está Aqui neste lugar
A vida é tudo isto que tú vês...
A vida é este rio que corre devagar...
A vida é esta lua que te enfeitiça...

...E neste lugar que é mágico...
...Que te deixa ver tudo que quer
...Em que deixa o rio molhar-te os pés...
...E que a lua te beija quando queres...

Sentes e terás a certeza desta vida...

A vida que corre tão depressa...
A vida que nos faz rir, mas também chorar...
A vida que nos deixa amar intensamente...
A vida que tudo dá e tudo tira...

...E nesta vida sempre a correr...
...Quando rio quando me apetece chorar...
...Porque tenho amor e muitos sentimentos...
...E encontro um pedregulho no caminho...

...E então... volto para trás...
...Tenho que dar a volta ao pedregulho...
...E ir para outro lugar...
...Mas contorno-o, vou e rio...

Porque tu vida, gostas de complexidade...

Tu vida sabes a força que tens...
Tu vida deixas que os teus braços nos envolvam...

E nós... deixamos que eles nos envolvam...
Nos abracem e nos deixem sonhar...

LILI LARANJO

2:22 PM  
Blogger Táxi Pluvioso said...

Pior ainda. O fofinho presidente Báráque ordenou mais ataque do céu com aviões Predator. Em termos tácticos talvez esteja correcto, neste tipo de guerra é muito importante matar sobretudo mulheres e crianças, pois desregula a base social do Afeganistão e, consequentemente, deixa os sobreviventes aptos para o consumo de heroína e não para se chatearem com a presença americana. bfds

11:07 PM  
Blogger Mariazita said...

Há, sim, há mulheres-concha.
Só que não saltam da concha nas noites de luar (não só...) mas pela força do carinho do homem (seu homem...)

Agora, se me dão licença, vou à casinha do lado, à Junqueira.

Bom fim de semana.

Beijinhos
Mariazita

11:17 PM  
Blogger Everson Russo said...

Obrigado amigo pela sua importante visita ao Livro dos Dias, prazer em conhece lo...forte abraço e um belissimo final de semana, volte sempre que desejar.

2:51 AM  
Blogger maria teresa said...

Os políticos endeusaram-se, não descem dos céus, observam o mundo através das nuvens, não veem como os homens são diferentes na sua igualdade, há diferentes religiões, diferentes costumes,... e tem que existir uma forma de os conciliar, assim os "senhores donos" do mundo o queiram, mas será que querem?
Bjis

6:43 AM  
Blogger Sandra said...

Vim dar uma volta em Porto. Já que nunca mais apareceu. este rouxinol voador.
Faz tempo que não vens para a Curiosa. Ma vim lhe fazer um convite. Quando puderes venha conhecer este lindo cantinho. Venha cantar de manhazinha, suas belas canções de amor.
Como é bom escrever com a voz do coração amigo.
Se ainda não conheces este cantinho da poesia, deixo o convite para vc.
Poetas um Voo Livre te espera.
http://sandraregina7.blogspot.com/
Seja bem vindo neste mundo, da poesia, onde o Amor dos poetas falam mais lato.
Com carinho
Sandra

7:23 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home