quinta-feira, setembro 20, 2018

Vila do conde - Um porto para o mundo!










VILA DO CONDE, PORTO PARA O MUNDO
Um porto para o mundo Deus criou
E fez Vila do Conde renascer;
Um sonho, uma epopeia que plasmou
Esta gente com ânsia de vencer.

E o vento vai passando por aqui
E leva uma mensagem de progresso;
Às vezes faz inveja aqui e ali,
Enfim, preço a pagar pelo sucesso!

As árvores frondosas sombra dão,
Pessoas com carisma, sombra fazem;
Geram invejas: portes e ramagem!

Vila do Conde, bela comunhão
Entre a floresta e o rio deslumbrante
Que coroou a gesta do Infante!

J. Leite de Sá
Vila do Conde 19-9-2018

domingo, setembro 16, 2018

Elites e partidocracias

Hoje em dia quando analisamos friamente o trajeto de algumas "elites"  da nossa panorâmica cultural, política, financeira,  ou até empresarial. verificamos que tiveram diversos apoios ao nível das máquinas partidárias ou dos detentores do poder financeiro. É óbvio que todos nós, inseridos nesta megaestrutura nas suas vertentes mais diversificadas, estamos condicionados e limitados na ascensão profissional e social, lato sensu.
  O respaldo partidário é importantíssimo e ai de quem ousar pensar o contrário. quem tiver a ousadia de peosar por si,  abdicar de apoios ao nível do poder político partidário será esmagado. Daí que quase toda a gente se "encoste" a um partido (grande ou pequeno) para melhor poder  ter sucesso. Alguns até se "encostam" a vários...tudo depende do local onde têm empreendimentos.
Vemos autênticos vampiros do erário público que fizeram carreira nos partidos e daí extravasaram os seus multifacetados talentos para a vida empresarial, académica, social.
Assistimos a tantas e tão excêntricas manifestações de corrupção e de tráfico de influências que  se formos ao âmago dos problemas, veremos certamente  gente bem posicionada a dar caução ou aval estratégico a essas criaturas.

Num regime profundamente corrompido como o nosso,  para se chegar ao topo é preciso ceder a mil e uma pressões para poder triunfar. As campanhas eleitorais são a causa mor desta intrincada conivência. Assistimos a manobras e constatamos situações patológicas principalmente vindas de pessoas que nasceram pobres mas cuja ânsia de ascensão desmedida é de tal ordem que chegam ao ponto de enveredar pela tortuosa vereda da criminalidade.

O país está repleto de exemplares  com esta marca de água. Advogados que vendem a alma por tuta e meia, empresários que se deixam enredar por políticos,  delapidando o erário público e usando testas de ferro para lavarem os suculentos frutos dessa gigantesca corrupção.

Alguns, descarados e trambiqueiros,  dizem que vivem de "empréstimos". Outros levaram bancos à falência conluiados com políticos mafiosos que colaboraram na ascensão meteórica dessas criaturas sem um resquício de vergonha na cara e que não são mais que simples ladrões mas que se arvoram em vítimas da conjuntura.
Enfim eufemismos muito em voga... Prometem-se cargos a troco de favores. Dão-se valores pecuniários por decisões judiciais. A comunicação social relata apenas a parte visivel do icebergue. Há muita ocultação pois há jornalistas "avençados" por banqueiros. O que esperar da independência desses jornalistas?

Que esperar do futuro de um país onde isto se pratica às claras sem um resquício de pudor.
Uns colhem dividendos do colaboracionismo e alguns até são condecorados com pompa e circunstância. Basta doarem alguns valores para campanhas eleitorais e basta. Quem amocha é premiado. Há quem "compre" comendas...

Os outros,  os que têm a coragem de denunciar ou de levantar a ponta do véu,  são completamente destruídos e massacrados por comunicação social caninamente obediente e até por uma justiça  corrompida até à medula. Os "bons" são os mecenas artificialmente criados por esta prática aberrante,  e os "maus" são os que denunciam tudo isto. Maniqueismo primário que tenta confundir o juízo popular completamente toldado por estes ilusionistas.

J. Leite de Sá

domingo, setembro 02, 2018

Os intelectuais e o poder... a eterna submissão!



Hoje em dia assiste-se a um enfeudamento calculista de alguns intelectuais  ao poder dominante.  é a lei da sobrevivência, tal como na política os deputados vergam a cerviz aos poderes paralelos que estão na génese da sua existência (a fronteira entre gratidão e corrupção é tão ténue...) também nos domínios da cultura isso se passa em grau mais ou menos evidente. Não há independência, não pode haver.
O clima de corrupção é tão óbvio que  só quem não quer ver é que não vislumbra essa realidade.
Há medo, há o receio de retaliação por parte de alguns. Como é que eu posso criticar abertamente um corrupto se estou a receber prebendas dele? E essas prebendas podem assumir facetas diversas, como um lugar numa estação de rádio ou num canal de TV cabo, num jornal, numa revista, enfim, os pratos de lentilhas são multifacetados...
Compram-se escritores, jornalistas,  até juizes... e padres feitos comissários partidários.
Já não falando nos casos mediáticos de todos conhecidos, mas de situações mais obscuras e pouco transparentes que vemos por aí. Há dias ao ler um livro de poesia reparei no preeâmbulo e fiquei elucidado.
Dizia-se que o autor era uma pessoa de afetos, afável, cortês, incapaz de assumir amarguras, dócil, enfim, um poeta-eunuco como se diz na gíria...
Era um politicamente grato, subserviente, andava daqui para ali a debitar elogios  sabujos a quem fizera o favor de dedicar umas letrinhas. Gratidão, subserviência, sabujice?

Enfim, imagine-se um Eça de Queiroz ou um Camilo a  portarem-se desta forma!  Nunca, jamais!!!
O próprio Gil Vicente soube o que era sofrer por causa da sua independência. Morreu pobre e abandonado, tendo os seus próprios  familiares, condicionados pelo poder político e religioso dominante, abandonado o seu ente querido. Por oportunismo e medo de sofrer retaliações também.
Pedagogo de excelência, zurziu nos padres e nos juizes   nos vendilhões do templo da justiça e na nobreza com a acutilância de um verdadeiro combatente. Nunca se acomodou. Nunca abdicou da sátira salutar  e do seu sentido de justiça. Deu o seu aval ao movimento regenerador encabeçado por Lutero e Calvino, com presenças em actos públicos em Amsterdão,;  essa postura inovadora e regeneradora foi o seu calvário.  Intelectuais afectos às ortodoxias denunciaram a sua postura "dissidente" e foi perseguido e vilipendiado.

Hoje vemos autores prendados e até com  pedigree internacional a usarem pinças na análise aos casos de corrupção mais mediáticos. Pudera! Os prémios PT eram concedidos por corruptos, sendo na maior parte dos casos os dadores de prémios comissários políticos ou  marionetas dóceis dos mecenas

. Alguém sabe quem foram os jornalistas contemplados com chorudos mensalões do BES?!!! Essas "avenças" foram ocultadas pois cairia o Carmo e a Trindade se se soubesse quem eram os servis contemplados com o óbulo do corruptor mor cá deste reino. Sabe-se que houve um ministro. um tal Pinho, porque o FBI o investigou, senão...  Um tal,  conhecido no jargão popular, como  .DDT era mesmo o dono e continua a comprar silêncios, senão... a verdade já teria saltado cá para fora!!

As câmaras municipais quando escolhem os júris sabem o que fazem. houve até  um presidente de câmara que  chegou ao desplante de dizer que deveria haver uma postura de afecto em relação ao organismo a que presidia, no âmbito do trabalho cultural a ser subsidiano.
Poetas qqe mendigam apoios financeiros e outros aos políticos e aos empresários  ligados à banca, à pesca, aos seguros, estão umbilicalmente  capturados, a sua independência ou verticalidade é pura ficção. Dobrar a cerviz, ajoelhar é o que mais se vé por aí...

A corrupção esmaga tudo e todos e ai daquele que ousar enfrentar os lóbis, os barões, será esmagado pelos beneficiários, pelos lacaios, pelos anões culturais que rastejam e bajulam os tenentes do poder com intuitos inconfessáveis.


A esses,  a minha "homenagem"!


AO POETA CORTESÃO


Lá anda, sempre curvado,
modos servis, beija-mão,
salamaleque estudado
sabujo, bem calculado,
é assim o cortesão.

Nem um rasgo de ironia,
uma farpa à corrupção;
sempre, sempre em sintonia
um cachorro, eu diria,
ao colo da Situação!

Mui Prudente!, calculista!
teme ser maledicente,
cortesão, mente intriguista,
puxa saco, narcisista,
ao poder, sempre temente!

Gosta de andar na Corrente!
tem medo de criticar,
de palmas sempre carente,
quer palcos, obviamente,
rã, no charco, a coaxar!...

O País vampirizadp
isso não quer ver, exulta!
também quer ser contemplado
quer lentilhas, o safado,
nossa inteligência insulta!

A corrupção é esperteza!
há que ter... Resignação!!!
cultua a corja burguesa
delapidando a riqueza
da nossa honrada Nação!


J. Leite de Sá
Vila do Conde 2-9-2018


quarta-feira, agosto 29, 2018

ANTEVISÃO DO PAOK VS BENFICA






A cerca de vinte e quatro horas do jogo decisivo na Grécia o que esperar do comportamento das águias?

Rui Vitória está a seguir modelos e filosofias de jogo muito bonitinhas,  com rendilhados de tecnicidade pura mas esquece o pragmatismo. Efeitos artísticos muitos, efeitos práticos, poucos...

Esquece que além da técnica é  preciso velocidade, poder de choque, poder de elevação.
Nos cantos não há prudência defensiva (devia haver pelo menos um defesa a cobrir as imediações dos postes) o que nunca acontece e desprotege o guardião.

No meio campo num jogo destes deve haver dois trincos (Feyja tem poder de choque mas é lento, faz falta um jogador rápido e com poder de elevação como  Alfa Semedo).

  A defesa tem fragilidades notórias. O defesa lateral esquerdo Grimaldo é excelente a atacar mas defende mal, por força de um posicionamento ofensivo constante e de uma falta de velocidade e de  poder de choque notórias. Precisa de ser dobrado com frequência e aí o papel dos trincos obviará a esse handicap.

  No ataque nota-se falta de músculo. Há tecnicismos e rodriguinhos muito bonitos mas falta velocidade de ponta e acutilância. Seferovis é, na minha modesta opinião, o jogador a ter em conta neste preciso momento.  Segura bem a bola, dá luta, centra bem e é construtivo. Rafa, com a sua criatividade e imaginação é o jogador ideal para entrar de início e criar livres à entrada da área ou forçar cartões amarelos aos adversários ou até um penalty se conseguir entrar na área. A sua velocidade é, poderá ser, uma surpresa.

Enfim, custa-me ver Rui Vitória levar as mãos à cabeça queixando-se da deusa Fortuna quando deveria olhar para os seus erros, e ver que alguns jogadores já não têm o fulgor do início pois foram levados até à exaustão em pouco tempo. Pizzi e Cervi são exemplos disso mesmo. só rendem em pleno meia hora...Ferreyra, após aquele choque violento com Jardel  que lhe provocou traumatismo craneano, ainda não recuperou totalmente. Só um ingénuo __ ou teimoso incorrigível__ como parece ser o actual líder encarnado, é que ainda não viu.

Continuar com o mesmo modelo de jogo (em casa e fora, contra fortes e contra fracos) é algo que prejudica a equipa como se viu na época passada. Será que não há ninguém que o alerte para esses aspetos?
Há alguns anos Kiki Fonseca (jogador mexicano que passou pelo Benfica e quase sempre no banco...) disse que foi abordado por um empresário que lhe solicitou dinheiro para poder jogar... No Benfica era assim... NUNCA DEU E NUNCA MAIS JOGOU!!! Não quero dizer que actualmente isso vigore.

  O 4-3-3 habitual deveria ser substituído por um 4-2-3-1 para causar surpresa e desorientação nas hostes adversas. Era bom ter um jogador a pressionar  (fazer "parede") o guarda-redes adversário,  nos cantos. Ele é bom a sair dos postes mas frágil nas bolas rasteiras...

Jogar sempre da mesma foram, com os mesmos atletas é  algo de  pouco eficaz e denunciador.

Errar é humano, persistir nos erros é algo de preocupante...

PS: PAOK 1  BENFICA 4

Finalmente entrou Seferovic de início. Foi importante a reter a defesa adversa e proteger a bola para a fornecer ao trio de centrocampistas. Jogando num original 4-1-3-1  e contando com a gazua Cervi na exprema-esquerda e Salvio na direita foi um espetáculo demolidor. O árbitro não teve medo do "pistoleiro" (presidente do PAOK que já fez umas cenas de pistola na mão atrás de um árbitro...) e apitou duas grandes penalidades justíssimas mas que muitas vezes passam em claro. O guardião germano-grego Odysseias Vlackodinos esteve brilhante com três defesas instintivas de alto gabarito. O melhor em campo foi Jardel, imperial nas alturas, marcando o primeiro golo de cabeça, dando origem a um penalty e cortando todas as veleidades dos gregos. Enfim, os deuses estiveram com os lusitanos...

segunda-feira, agosto 20, 2018

QUO VADIS EUROPA?! O CAOS ESTÁ A CHEGAR!!!

Este rosto é o de uma escrava sexual do Estado Islâmico. Fugiu para a Alemanha mas aí o seu raptor encontrou-a e ameaçou-a!

A União Europeia sofreu a primeira sequela grave com a entrada indiscriminada de refugiados: BREXIT!
A tolerância e a hospitalidade que é apanágio de uma cultura  civilizada tem custos elevados. Ao abrigo dessa hospitalidade os  intolerantes e os fanáticos insinuam-se e tentam aproveitar-se dessa permissividade. Será que se pode ser tolerante com os intolerantes?!!!
A resposta está AQUI

domingo, agosto 19, 2018

Coragem ou palhaçada idiota?!


Confesso que fui daqueles que a princípio se solidarizaram com Bruno de Carvalho que se dizia vítima de calúnias e de ameaças familiares. Acreditei e tomei posição a seu favor. Como eu milhares de sócios se solidarizaram e lhe deram uma confortável percentagem de votos que solidificou a sua governação no reino do leão.

Contudo, sentindo-se  com o freio nos dentes. ele  delapidou todo o capital de prestígio então angariado. As ligações perigosas  ao lumpen que  prolifera nas claques, esse submuudo que fomenta a intimidação e o terror,  gerando ondas de choque e efeitos de bomerangue nos diversos segmentos  que compõem esse vasto conglomerado de valores chamado Sporting Clube de Portugal,  foram, paulatina mas irremediavelmente,   desmoronando o edifício de credibilidade que tanto custou a construir. Suicídio puro!

Agora, nem  sei se diga como Luís Filipe Vieira (que o apodou de  mitómano) ou como Sousa Cintra (que indiretamente lhe chamou palhaço), o certo é que o seu comportamento ao dizer que tinha um documento legal que lhe permitia reassumir o comando da SAD e do SCP, bem sabendo que não era verdade, que ainda nem sequer o SCP se pronunciara  sobre a  citação que lhe fora feita, daí não haver qualquer decisão judicial definitiva sobre este assunto , foi de uma ingenuidade e de uma estultícia a roçar o patológico!

Conseguiu hábil e ignobilmente convencer o próprio Pai desta situação hilariante! O Pai, certamente induzido por amor filial, que lhe obnubilou o discernimento, foi atrás do mentiroso com a ânsia natural de ver corrigida uma alegada "injustiça"!
Não se faz, um filho decente não envolveria o Pai nesta ignóbil palhaçada!
No túmulo deve estar a remover-se o tio-avô, almirante,  que  de tanto ouvir invocar o seu nome para caucionar a alegada "coragem" do sobrinho neto, também se sente enxovalhado por comportamento errático, patético, quase obsceno!

Como é possível que, depois de ter dito que não queria mais nada com o SCP, logo após a decisão sancionatória dos sócios, faz marcha-atrás e quer a todo o transe reassumir o cargo ?
Coragem isto?!
Coragem é ter a lucidez de assumir a derrota e manter-se ao longe deixando em paz aqueles que com sacrifício da sua vida privada estão a tentar apagar os fogos que um pirómano tresloucado ateou,,, Não haverá por aí um bombeiro que lhe lance uma mangueirada?!

terça-feira, agosto 07, 2018

Beneméritos da Guiné...Milhões de boa fé!!!

Já se passou há algum tempo. O longo braço da justiça é lento e ainda nada concluiu. A suspeita é credível e provocou a ira dos dadores...

Enfim, a Guiné tem as costas largas... VER AQUI

A generosidade a boa fé, a credulidade dos portugueses ficam abaladas com estas posturas.  Depois queixam-se de que há "maledicentes"... E são quase sempre os corruptos a invocarem a palavra "maledicente"...
Há tempos ouvia um corruptor confesso a  legitimar os seus actos dizendo que se  não o fosse outros o seriam... E fala no icebergue que são algumas actividades bem conhecidas.
Os trabalhos de limpeza e higiene nos hospitais, nos bancos, aquilo é um mundo sem limites... 
Na segurança privada, sabe-se apenas alguma pequena parte... Nss escolas de condução, dizem alguns entendidos na matéria, que quem não compactuar com os esquemas é vítima do próprio "sistema"...A omertã é sagrada!!!

O clima de permissividade e tolerância a estes crimes é o pano de fundo, o caldo de cultura fundamental para a sua proliferação.

Há alguns meses um padre foi apanhado com elevada quantidade de cocaina e argumentou que lhe foi fornecida como se fosse farinha para confeccionar hóstias!
Na Operação Veritas (VER AQUI) a PJ descobriu que um padre administrador de cinco IPSS usufruia bens de luxo à custa de  uma falta de fiscalização nos meios em que se movimentava, andando de Porshe e tendo outras  luxúrias privadas. Enfim, o longo braço da justiça será que está manietado por alguma força sobrenatural?!
O diabo anda por aí e não há exorcista que lhe valha!!!
Um conhecido banqueiro recebeu uma avultada verba )catorze milhões de euros) sem qualquer explicação plausível Disse, perante o gáudio de todos, que fora uma prenda de um empreiteiro amigo!!! VER AQUI

E há sempre um advogado astuto a  explicar que é tudo solidariedade social, gratidão, tudo legal, tudo nos conformes, tudo sem sombra de pecado!!! Tudo é acomodado nos nobres sentimentos da gratidão, do espírito gregário, do messianismo solidário!!! E forjam-se Midas à custa do conto do vigário!!!

E são estes advogados que abocanham os melhores tachos no parlamento, nas empresas públicas, na banca, na comunicação social!



A democracia portuguesa é muito mais corrupta que o chamado regime fascista. Este não permitia o acesso à informação livre e reprimia com ferocidade. Contudo, o actual regime é mais perverso, cria mais  oportunidades de enriquecimento ilícito, aproxima-se da  plutocracia, é mais uma corruptocracia aguda!
Já ouço lá fora a gritarem, maledicente! mau! mau! mau!

Levam tantas coisas prá Guiné, toneladas de boa fé, boa fé, boa fé!!!
Abre a pestana,  Zé!!!



 Padre Joaquim Batalha, um "combatente" integérrimo e solidário!!!
VER AQUI  Enfim, há gente boa e gente fraca em todsas as instituições.

Contudo quando a supervisão é eficaz e preventiva, o prevenir precede o remediar, estas coisas não acontec em com tanta frequência.

O Bispo do Porto D. Manuel Linda (VER AQUI) num acto de coragem sem precedentes suspendeu dois padres por motivos relacionados com alegada gestão danosa!!!


É óbvio que eles recorreram para o Vaticano e presumem-se inocentes até uma decisão final. Contudo, se os indícios eram graves, a medida tomada pelo Bispo é perfeitamente louvável,evitando-se males maiores. O antigo bispo das Forças Armadas, quer disciplina e ordem na Igreja. Tiro-lhe o meu humilde chapéu! Oxalá outros façam algo para evitar as "excentricidades" de alguns que se pavoneiam na praça pública ostentando sinais exteriores de  fartura e luxo nada compatíveis com a imagem franciscana que o Papa Francisco quer reintroduzir na Igreja Católica.


Entrevista com Pedro, o Conquistador! FICÇÃO


_
__Será que o novo partido, Aliança, vai pulverizar a direita e fortalecer a esquerda?
__ Não conheço o futuro mas tenho a forte convicção de que irá preencher um vazio.  Neste momento falta um partido que critique os excessos que estão a ser cometidos pelas estruturas europeias e vão degradando a nossa qualidade de vida...
__Acha que o PSD e o CDS vão "alimentar" o novo partido?
___Não é nossa intenção  devorar partidos. Queremos dar resposta aos descontentes (que existem em todos os quadrantes) e ser mais uma força  com capacidade inovadora e criadora com acento tónico no 




desenvolvimento, na independência e no liberalismo   que seja capaz de libertar o país da asfixia fiscal permitindo um crescimento  mais acutilante e um desenvolvimento mais sustentado. Crescer sim mas sem hipotecar o tuturo ...

_