rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, dezembro 31, 2017

Personalidade do ano: A Inveja!!!

__D. Inveja, você é a pessoa  mais famosa em Portugal neste ano de 2017. Muitas pessoas famosas acusadas de  crimes graves dizem que a culpa é sua. Os magistrados são uns invejosos, os jornalistas de investigação têm inveja ,  as denúncias são motivadas por si. Será que a D. Inveja não tem vergonha?!
__Olhe meu caro, eu sei bem que não tenho culpa. Esses, que  me acusam são os que dizem dormir sempre com a minha amiga, a Consciência Tranquila. Já falei com ela e não é verdade. Ela disse-me que se todos dormissem com ela, não teria lugar na cama para tanta gente!!!

__Mas será possível tanta mentira? Quem é que diz que dorme com a sua amiga?!
__Olhe, o José Sócrates, o Ricardo Salgado, o Armando Vara, o Godinho das sucatas,   o Toni Carreira dos plágios, o  Granadeiro da PT,  enfim, há tanta gente a afirmar perentoriamente que dorme com ela que acho que todos mentem...

__Uma pergunta: se isso é mentira, porque é que a sua amiga , a Consciência Tranquila,  não processa esses caluniadores?
__Não vale a pena, os juízes, também dizem que dormem com ela!!!

quarta-feira, dezembro 20, 2017

NOVO PARADIGMA

A jornalista Ana Leal,  uma sentinela da democracia. O presidente Marcelo Rebelo de Sousa  um oásis refrescante num deserto de ideias anteriormente instalado em Belém...

Temos de reconhecer que o país mudou desde a entrada do professor Marcelo   Rebelo de Sousa para Belém. Mudou para melhor.  Assim possa continuar no futuro, dando sempre uma aura de pedagogia e de intervenção cívica ao seu discurso, sem, contudo, violar o princípio da separação de poderes.

Tal como o Papa Francisco, mudou o paradigma. Tornou-se um presidente aberto ao diálogo, participativo e acolhedor, sem perder a dignidade do cargo. As suas observações sobre o escrutínio do jornalismo autêntico não caem em saco roto. Ana Leal, uma jornalista de intervenção e de investigação tem mostrado a faceta regeneradora e saneadora que deve ser apanágio de um jornalismo autêntico. Quando a justiça começa a erguer-se do pântano em que vegetou, e as verdades começam a vir a lume, não ocultando gestões danosas, os tráficos de influências e as promiscuidades entre a banca e o setor empresarial, o jornalismo ergue-se também, dando um rosto vertical, uma imagem de isenção e de seriedade que importa enaltecer.
Não, não é perseguição aos instalados, é escrutínio, é fazer incidir os holofotes mediáticos no cancro que se vai espalhando por todo o lado, ameaçando a saúde das instituições e a própria dignidade do Estado.
Ana Leal tem dado provas de honradez, de verticalidade, de coragem cívica. que ninguém duvide dos méritos imediatos e diferidos da sua atuação. Os prevaricadores, sabendo que podem estar sob os holofotes mediáticos ou sob a alçada de uma justiça atenta e não capturada, começam a temer, o poder dissuasor destes dois poderes (judicial e mediático) pode contribuir para uma maior democraticidade  e uma maior lisura de procedimentos. Já basta de laxismo e vista grossa...

Era bom que o PR, no seu magistério de influência, na sua sageza intrínseca, começasse  a condecorar gente séria e atenta aos problemas do país e deixasse de alçapremar ao pódio os falsos mecenas, que,  com uma mão delapidam o Estado e com a outra, dão pequenos pratos de lentilhas para branquearem a imagem degradada. Vimos, in illo tempore, Al Capone fazer o mesmo: era o mentor do assalto a bancos e crimes hediondos, contudo, ostentava com exuberância a faceta caritativa, visitando asilos de velhinhos  e orfanatos,

Temos por cá algumas criaturas com este  perfil. O Papa já denunciou aqueles que com uma duplicidade chocante, delapidam os recursos do Estado, esbulham o erário público, favorecendo
amigos,   assumindo por vezes  contornos de "fiduciários" ou "testas de ferro", e,  aparecendo aos olhos da turba como mecenas, ou dadores de incentivos ao futebol, ao ciclismo ou à própria Igreja.

Este Papa e este Presidente da República, têm muito em comum, sobretudo  no carácter  desmistificador do seu discurso, na desenvoltura da linguagem, na proximidade com os mais desfavorecidos, na denúncia das perversões, tantas vezes acobertadas pelo manto diáfano do mediatismo capturado pelo vil metal.

Há que correr com os vendilhões do templo. Há que expor na praça pública os corruptores e os corrompidos, para que os cidadãos não tributem honrarias a falsos messias, apenas endeusados pelo mediatismo também corrompido e serviçal.

Honra seja feita aos jornalistas como Ana Leal, José Rodrigues dos Santos, e aos juízes como Carlos Alexandre. É com esses que a nau lusa pode suportar as vagas alterosas da corrupção, expulsar a pirataria que abocanhou lugares de destaque, e chegar a porto seguro, sem temer os adamastores da venalidade  que andam por aí usando o vil metal como narcótico ou isco.
José Manuel Figueiredo leite de Sá

terça-feira, dezembro 19, 2017

CASCAIS







O sol brilhando, um sol quente, estival;
Mão na mão, Elvis Presley entoando
Love me tender, ao fundo, no areal;
E o mar os nossos sonhos embalando...



Abril dava os primeiros passos, rindo,
Saltitando, feliz, tão satisfeito
O céu, o azul marinho refletindo,
E o Tejo dormitando no seu leito...

Cascais, um paraíso multicor,
A singela alquimia do amor
O milagre do sol,  torrando o mar...

Cascais, sublimação, hino ao Senhor
A prenda abençoada que vou dar
A quem quiser o astral alevantar!

José M. Leite de Sá



sexta-feira, dezembro 15, 2017

A GRANDE CABALA!

http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2017-12-14-Paula-Brito-e-Costa-continua-a-trabalhar-na-Rarissimashttp://sicnoticias.sapo.pt/pais/2017-12-14-Paula-Brito-e-Costa-continua-a-trabalhar-na-Rarissimas

 
Depois da polémica das viagens ao Rio d e Janeiro à custa da RARÍSSIMA
 
Paula Brito e Costa diz que está a ser vítima de cabala e que continua a dormir com a consciência tranquila...
 
As fotos tão comprometedoras deviam ser a prova inequívoca dos pecados mortais que praticou. Quem permitiu que desfrutasse tanto tempo deste cenário idílico devia também ser responsabilizado. A democracia deve ser impoluta e deve trajar de branco!!!
 
Trabalha em casa e quer que lhe levem o trabalho...
 
E sabe-se que vai pedir indemnização e subsídio de desemprego para variar...CRETINOMANIA A RODOS!!!
 
Será que o ministério ainda não tomou uma medida radical que se impõe: a demissão do próprio ministro!!!
 
Jorge Coelho, que se demitiu após a tragédia de Entre-os-Rios foi o único que assumiu responsabilidades políticas de imediato! Honra lhe seja feita. Este só irá cair de podre depois de queimado em lume brando! A ver vamos... Ficou muito mal na fotografia!
                                                            
 
                                                          ORAR  É PRECISO
 
                                                 Vemos tantos navegando
No mar da prosperidade
A teta estatal sugando
À sombra da impunidade!

Ó Senhor da Boa Esperança
Isto é uma calamidade
Alguns, na eterna bonança
E o Povo?! Só tempestade!!!

 
A Dra Manuela Ferreira Leite acrescenta: VER AQUI

E se em vez de um BMW de luxo ela usasse o carro do Papa Francisco?
Será que se sentiria desprestigiada?!


domingo, dezembro 10, 2017

ESPOSENDE: Gaivota Feliz!


Sole Mio por DALIDA


O Cávado repousa em teu regaço
Moribundo, no mar entrega a alma...
Doce leito deixou, a vida calma,
Vai em paz, nessa tumba de sargaço!

Esposende, mocinha preguiçosa,
Qual gaivota feliz, filha da praia,
Sentindo o gosto a mar, até desmaia
Clímax de amor sem peias, donairosa!...

O vento bem reclama liberdade
Não quer prisões, amarras ou tutelas,
Penetra os corações destas donzelas...

Tostando ao sol na areia, na verdade
Fruindo com ternura a mocidade
Tão pura e mais brilhante que as estrelas!



Nicoletta

sexta-feira, dezembro 08, 2017

Um tsunami vem aí?!!!

 
 
 
 
 
 
 

A minha memória ainda não deliu as saborosas crónicas assinadas pelo brilhante jornalista Artur Portela (Filho) no Jornal Novo e na revista Opção. Há figuras imorredoiras que ainda hoje rebusco nos escaninhos da memória e povoam num lugar de destaque o meu imaginário literário. Artur Portela era o meu ídolo, confesso. Atacado à esquerda pela nova nomenklatura e à direita pelos velhos senhores, ele esgrimia argumentos  carregados de ironia e de eloquência, era uma espécie de Eça de Queiroz do período revolucionário. Marcial Ribeiro Souzela e Valença de Navalho eram dois astros emergentes,  que ele fustigava com ironia, elegância, e desassombro. Lia e relia aquelas passagens e sorria. Ele e Natália Correia foram alicerces da minha formação, direi até, pilares do meu carácter.
No tocante a Valença de Navalho  ele zurzia sem clemência e ainda recordo uma descrição fabulosa que ele faz do seu primeiro contacto com o conhecido empresário dos cimentos. Digno de antologia. A revista Opção onde também colaborava Margarida Marante, era uma delícia em termos literários. Guardei anos a fio uma coleção encadernada contendo trechos memoráveis, dignos de um escritor de alto gabarito; enfim, fui na revolução um "sem-abrigo" partidário e sofri com essa postura íntegra e independente. Era um não-alinhado, um ingénuo quimicamente puro. Andei pela Avenida da Liberdade a colher assinaturas aquando do "saneamento de alguns jornalistas do DN".

Agora, passados tantos anos, ao ler uma entrevista de Manuela Moura Guedes ao "I", em que acusava Proença d e Carvalho de ser o novo "dono disto tudo" fiquei de sobreaviso. Era um sinal inequívoco do que estaria para vir. O caso com o procurador Orlando Figueira e as revelações desassombradas por ele proferidas, dizendo que o seu silêncio fora "comprado" por Proença de Carvalho deixam antever uma série de episódios eventualmente chocantes, uma longa metragem de alto gabarito, dadas as altas instâncias em que se move o referido advogado e toda a envolvência mediática que isso poderá gerar. Ele lidera a Global Media e isso diz muito.

Enfim, esta criatura que andou sempre na crista da onda, foi presidente da RTP, foi ministro, e está a administrar tantas empresas, tem do poder a noção de quem está num patamar superior, que paira acima das nuvens da mediania, que está acima do vulgo, enfim, comunga da aura dos ungidos por Júpiter. Um vero deus no nosso olimpo doméstico . O futuro dirá algo sobre o carácter deste homem. E não creio que seja bom. Pelo menos, pela aragem...
Bem sabemos que possui um exército de "generais prussianos que nunca se amotinam" e o defendem até aos limites do racional, até `a exaustão. Essa "muralha de aço" numa democracia autêntica poderia não valer de nada, mas nós bem sabemos que vivemos num regime plutocrático, e, pior, a corruptofilia é a nova praga que ataca a vinha democrática, uma espécie de filoxera implacável. Não é um regime confiável,  tal como não era o Estado Novo...

Artur Portela era muito bom a fazer diagnósticos de personalidade. Creio bem  que muito verniz irá estalar, muitas comadres dirão algumas verdades, e as arcas encoiradas, quais caixas de Pandora, abrir-se-ão perante o espanto do cidadão vulgar de Lineu.

José Manuel   F. Leite de Sá

LER E MEDITAR
VER MAIShttp://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/proenca-de-carvalho-acusado-de-negociar-perdao-para-empresa-suspeita-de-fraude-fiscal-233415
SABADO

terça-feira, dezembro 05, 2017

Mário Centeno

                                                 Mário Centeno, Presidente do eurogrupo

Conforme era expectável o Dr Mário Centeno, o tal a quem já chamaram o Cristiano Ronaldo das finanças foi eleito por unanimidade presidente do eurogrupo.

É óbvio que se trata de um lugar prestigiante, é mais um português em lugar de destaque. Oxalá na sua nova tarefa consiga gerar os consensos indispensáveis para que o dinamismo e a coesão sejam a moda corrente nesta Europa fustigada por ventos nem sempre favoráveis.
Que ninguém espere milagres para Portugal, o trabalho de consolidação orçamental terá de continuar e as reformas continuarão no nosso horizonte quotidiano.

sexta-feira, dezembro 01, 2017

Empate no classico F. C. do Porto vs Benfica

 
 
O clássico redundou num empate a zero. Cenas lamentáveis sucederam e mancharam um grande espetáculo. Ambos poderiam ter vencido mas o empate aceita-se pois ambos os contendores deram o melhor de si, Parabéns aos atletas, treinadores e ao público normal. Censura aos anormais...http://www.record.pt//multimedia/videos/detalhe/confusao-junto-do-banco-do-benfica-ate-um-adepto-portista-meteu.html