segunda-feira, dezembro 31, 2018

"Cristiano Ronado" da economia, a figura do Ano!

Impunha-se uma entrevista. E tal foi feito com a jornalista Brejeira Imaginação do semanário Notícias Frescas!

__Então considera justa esta atribuição de figura do Ano?!
__Eu?! Por que carga de água?! O povo português, esse sim, é que merece o troféu. Eu sou apenas o ponta de lança o marcador de serviço, a equipa, o povo, a estratégia conducente à vitória, essa sim é que conta…
__Não será falsa modéstia?
__Nada disso. Sem as famosas cativações, sem a precariedade no trabalho, sem as pressões reprimindo despesas aqui e ali, a vitória neste campeonato seria impensável.
__Mas não quer nenhuma quota parte do triunfo para si?
__Nenhuma. Sou apenas um "herói" acidental. Se marco golos é porque o caudal ofensivo é grande e limito.me a empurrar a bola. Tudo o resto é marketing..
__Que espera par 2019?!
__Espero bom tempo e boas colheitas, turismo e agricultura sempre no topo. E alguma chuva para as barragens e para os pastos agrícolas. Algum vento para as eólicas e  sol, muito sol para as energias renováveis daí derivadas. O turismo que é o nosso petróleo também agradece..,  Que Deus seja português, mais uma vez...
__Teme invejas, perseguições, ataques pessoais?!
__Estou prevenido para tudo. Sei que vou ser acusado de violação, lá para o final do ano…
__Mas então porquê?
__ Eu sei que num ano de eleições,  é difícil, muito difícil , obter um défice tão ambicioso como aquele que prometi. Daí que serei acusado de "violação" da meta prometida...Contudo, já tenho uma equipa de advogados preparada para me defender...

terça-feira, dezembro 18, 2018

Ingratidao!

O internacional francês Paul Pogba foi contratado pelo técnico José Mourinho para o Manchester United  e custou uma pipa de massa, como se diz na gíria. a princípio ainda mostrou algumas das qualidades que o fizeram sobressair na Juventus, sobretudo a disponibilidade física. Contudo, com o passar do tempo, envaideceu-se, tornou-se de tal forma egocentrista que quando as coisas davam para o torto, em vez de assumir responsabilidades e unir o coletivo, remando contra a maré, não, passou a endossar responsabilidades para a incapacidade do treinador, José Mourinho.
Enfim, ingratidão das mais flagrantes, passou a assumir tiques de prima donna, de vaca sagrada,  e move-se com lentidão, sem empenhamento minimamente aceitável, dando uma péssima imagem de profissionalismo.

Mourinho fica num dilema: se o tira é criticado, pois custou os olhos da cara; se o deixa andar a "pastar a vaca" cria um clima de frustração, pois os restantes,  sentem que  têm de carregar aquele peso extra às costas. Por vezes, analiso à lupa o seu comportamento e não posso deixar de me interrogar sobre esta criatura. Será que anda ali, a soldo de alguém, para tirar o tapete ao treinador português, por muitos considerado o melhor do mundo__ e isso causa invejas e ciúmes doentios__ ou é apenas birra pessoal, amuo, infantilismo primário?!

Oxalá a Juventus o vá buscar, libertando assim um "peso morto" que já dá náusea!!! Estar contrariado e a receber uma fortuna é um roubo e um escândalo!!!

Post Scriptum: Já depois de ter escrito este post surgiu a notícia do despedimento de José Mourinho! VER AQUI 

Enfim,  este trabalho "sujo" surtiu efeito. A pergunta fica no ar: quem será o treinador (para já fica um interino) a colher dividendos desta situação insólita? Algum amigo de Paul Pogba? Há quem diga que é Z.Z. Será?!Hoje  - dia 26 de dezembro) assistimos a um ^Pogba a jogar normalmente e a marcar dois golos, como que a dizer: «agora sim, jogo com alegria, com amor à camisola, dantes era um suplício!»
Mercenário e manipulador, vai ser assim toda a vida. Este treinador que se cuide, pois será a próxima vítima da "vaca sagrada"

domingo, dezembro 16, 2018

Conselho Superior do Ministério Público





O C.S.M-P..   VER tem o poder (dentre outros) de supervisionar a ascensão hierárquica dos magistrados. Ora, deve competir preferencialmente aos magistrados desenhar os critérios e estabelecer as balizas destinadas a esse desiderato. Se houver interferências externas (dos partidos, por exemplo) pode estar em causa a separação de poderes, a independência dos magistrados face ao poder político. Pode estar a potenciar-se o perigo da governamentalização da justiça! Estará a ser ferido de morte o princípio da autonomia!

Começam assim os populismos. A democracia pode ficar contaminada e degenerar em partidocracia.
Diz um líder partidário que  é  preciso afastar os "interesses instalados"! Pretende colocar lá outros interesses?! Sim, diz que a "sociedade civil" (eufemismo que objetivamente significa "partidos", pois são eles a emanação dessa sociedade…) precisa de se imiscuir ali!

O que é isto?!
É a foice partidária a entrar abusivamente na seara  da magistratura!!!
O PR é o garante da independência da justiça face ao poder político, e do regular funcionamento das instituições. Como Supremo Magistrado da Nação deve estar atento e denunciar estas "excentricidades", estes "abastardamentos", estas perversões totalitárias…

Os magistrados têm carradas de razão!!!
Lembram-se daquela afirmação de um primeiro ministro :« Dá-se uma rádio ao genro e o sogro fica em casa a brincar com os netinhos…»?

Foi uma forma de insinuar que o então Supremo Magistrado da Nação era corruptível!!!
Ficou impune esta barbaridade e esta calúnia!
Lembram-se de o mesmo personagem dizer que o Juiz Carlos Alexandre o perseguia, era dotado de uma imaginação delirante, era  um embusteiro?!
Outra soez insinuação, outra iniquidade que ficou impune!
Recordam-se de um outro personagem vir a público dizer que o juiz Carlos Alexandre o perseguia por não ter obtido um cargo que alegadamente muito ambicionava?!
Outro  dirigente partidário a meter a foice na seara da magistratura e a sair impune de  tão ominosa calúnia! Basta de arrogancias partidárias!!!
Há que defender a magistratura destes ataques vergonhosos, pois ela tem o  dever de reserva e não pode vir à praça pública alimentar chicanas. Ela deve resguardar-se.
Os populismos estão aí a tentar condicionar, intimidar, achincalhar os magistrados que pouco a pouco vão transmitindo uma nova imagem da justiça. Há que ser prudente e ter a coragem de denunciar isto.
Oxalá, o senhor PR saiba que a omissão ´de denúncia também é censurável!
Sei que  na Venezuela por exemplo, este abastardamento deu origem a um populismo infrene que tem consequências a todos os níveis e poderá até conduzir o país a uma guerra civil! Oxalá em Portugal não se comece a enveredar por essa perigosa via, por esse abastardamento.

Não tenho ambições políticas, cultivo apenas a cidadania. E faço-o com a mesma "ferocidade" com que os políticos abocanham mordomias e sinecuras,: basta de vampiros à solta!

José Manuel F Leite de Sá

quarta-feira, dezembro 12, 2018

Armando vara acusa!

 Eis aqui algo que já nao surpreende.  Armando Vara prestes a ser preso acusa o juiz de o perseguir por algo que insinua de forma  subtil. Seria, segundo se pode ler AQUI o facto de o referido juiz ter uma ambição e não ter correspondido para a concretização dessa ambição.

Insulto grosseiro às justiça (a todos os que intervieram com lisura, honestidade e firmeza) neste caso concreto e a todos os portugueses que bem, sabem o que a casa gasta... 

VER AQUI NO PUBLICO 

Vinte e cinco quilómetros e cinquenta documentos, linguagem cifrada típica de quem quer driblar a justiça... 

Enfim, os portugueses sabem muito bem as manhas destas velhas raposas. A comunicação social dá ampla cobertura a estas explicações pífias e os jornalistas não replicam, não dão a conhecer a outra face da verdade e na opinião pública pode ficar a pairar a dúvida…
 Esvoaçar nos espaços mediáticos, com a volúpia dos "iluminados", com o deleite dos "mártires", é o supremo desiderato,  a réstia de esperança de alguns, sempre tentando manipular os outros, mas sem sucesso.

sexta-feira, dezembro 07, 2018

O PASTOR ATENTO AOS LOBOS!!!

VER AQUI NO SITE DA RÁDIO RENASCENÇA!

Quando há padres que ainda se preocupam com formas arcaicas de "pecado", que erguem as mãos a Deus  escandalizados com o comprimento das saias das mulheres ou com o volume dos seios, este, D. Manuel Linda, Bispo do Porto, põe o dedo na ferida. Assim, sim!

Já era tempo de a Igreja saber  intervir quando é escandalosa a exploração do homem pelo homem!|!!

quarta-feira, dezembro 05, 2018

Profissionalismo & Afectos...

 
 
 
O Zé Maria "da Música" como era popularmente conhecido (também por Yazalde, sobretudo no futebol de salão) era apaixonado pelo seu Varzim mas também não escondia ter uma "costela" sportinguista. O seu profissionalismo foi exemplar apesar de ser "lagarto" confesso.


Agora o caxineiro Fábio Coentrão   que esteve no Sporting e diz que ainda tem paixão pelos "lagartos" apesar de continuar a ser um bom profissional  e gostar muito do Rio Ave. Qual é o mal ?  Fanatismos andam no ar. Parecem   crentes  das religiões… Que tristeza!!!

quarta-feira, novembro 28, 2018

Aguias predadoras! VER AQUI

A águia da Luz anda demasiado fragilizada para o meu gosto. Jogar contra o Bayern da forma como se jogou só teria este resultado: 5-1!

Os laterais são demasiado ofensivos e precisam de ver colmatada a retaguarda com dois trincos ou três centrais. O ataque precisa de dois pontas de lança um com capacidade física e poder de choque e outro mais ágil e mais capaz de aproveitar espaços com técnica e velocidade.

Enfim,  demasiado tecnicismo e pouca força, pouco espírito guerreiro.

Vitória rima com glória- Contudo esta águia frágil e sem espírito rapace não irá longe. Tenha-se a coragem de admitir  a incapacidade de gerir. Estes "inertes" não servem para nada…



Enfim esta derrota era esperada por quem assumiu o realismo como  método de análise. Só os fanáticos e ingénuos acreditavam numa vitória do Benfica, apesar dos assomos de triunfalismo sempre  existentes nestas alturas. Otimismos doentios também são perniciosos.
Os reforços foram maus (salvo a honrosa exceção que foi Vlackodynos); Ferreyra, metido à força por imposição do técnico, que via nele o novo "salvador" foi um desastre. Os centrais (Conti e Lema) são vulgares, banais, sem perfil morfológico (Conti muito frágil, Lema muito lento e pesado), enfim, nada capazes de criar mais valias no plantel…
Rui Vitória, triunfalista, cheio de bravata, lá ia arrotando audácia e coragem por todos os poros, incapaz de ver com frieza e racionalidade as limitações tão óbvias; pior, não vendo as limitações não era capaz, não tinha a lucidez necessária,  para as colmatar!!!
Esse é que foi o grande mal.
A jogar contra uma excelente equipa, devia adotar um sistema de três centrais ou dois trincos. Os laterais são morfologicamente limitados e precisam de ser dobrados com frequência. Ora, ao não colmatar essa fragilidade fez recair sobre os centrais o "odioso" da derrota, o sempre indesejável bode expiatório.
O guardião germano-grego fez milagres mas não bastou, tantos os remates bem colocados dos adversários.
 Vitória tem tanto de arrogante e de  triunfalista, como de ingénuo. A componente física é relativizada e depois vê-se :Belenenses, Feirense e até Arouca…É  preciso velocidade, músculo e poder de choque, para além da técnica minimamente indispensável e da organização tática.
Mesmo com as limitações deste plantel o resultado seria outro com outra estratégia: três centrais ou dois trincos disfarçariam a penetrabilidade dos flancos. No ataque, Jonas ao lado de Seferovic daria outra força, outra dinâmica, outro poder intimidatório. Pizi e Rafa poderiam ser usados como falsos extremos, vindo atrás buscar jogo para tabelar e criar jogadas envolventes protegendo o meio campo e seriam os armadores de jogo e maestros jogando num estilo "vagabundo", sem posições fixas, para desorientar o adversário. Assim, tudo muito certinho, muito estereotipado, muito denunciado, foi presa fácil… E foi pena…

Quem desaproveitou Jovic, Samaris (se for para um rival vai brilhar a grande altura…), Jimenez, dentre outros, mostra que está lá, sem  saber  estar, está talvez telecomandado por quem quer servir-se do clube para montra comercial, e não, como deveria ser de facto, para ganhar objetivos ambiciosos…


sexta-feira, novembro 23, 2018

Exército europeu?!

  




A União Europeia pensa na criação de um exército europeu para evitar depender excessivamente dos States (reforçando o peso e capacidades de intervenção no âmbito da NATO). Enfim, há quem seja a favor e quem seja contra.  O que pensar desse exército?
Entronca esta pergunta no contexto mais vasto das correntes de opinião vigentes .
Será que a UE está a caminho do fim,  ou está num ciclo agregador e mobilizador?
Seria ingenuidade pensarmos que tudo são rosas. Os movimentos independentistas  mostram cada vez mais a sua face desagregadora. Criticam-se cada vez mais os gastos excessivos e o monstro burocrático criado. Fala-se nas "velocidades" e nas "vozes"...Há, sempre houve, os chamados "eurocéticos"...

Enfim, o Brexit  poderá definir um movimento futuro: se for um êxito para o Reino Unido, isso irá desencadear movimentos desagregadores e independentistas; se, pelo contrário, for um insucesso, dará azo a um cerrar fileiras e a uma maior coesão do baluarte europeu.
Contudo, tudo nasce, cresce, amadurece e morre. Ninguém tenha ilusões.

Recordo o ano de 1971.  Eu prestava  serviço militar em Angola.
Uma bela noite desloquei-me a casa do professor doutor Santos Junior (o criador da Reserva Ornitologica de Mindelo), que então leccionava em Luanda (Estudos Gerais, como então se designava). Morava na rua cidade de Lisboa, uma rua pouco movimentada.
Falou-se na evolução do Império Colonial Português e diferenças em relação aos Impérios Inglês e francês. Ele, excessivamente convicto da nossa superioridade em relação a inglesses e franceses no tocante a humanismo e capacidade de miscigenação, previa a manutenção do nosso Império por muitos anos. Dizia que nós não tínhamos "colónias", eram apenas "Províncias Ultramarinas" (como a ideologia oficial crismara o vasto território ultramarino. Que nós éramos mais inteligentes e mais humanos que franceses e ingleses,  sobretudo. Daí a nossa maior longevidade em terras de África.
Falei-lhe no Brasil e na rentabilidade que teve aquele território para nós, sobretudo depois de uma independência feliz. Eu achava que dentro de dez ou quinze anos tudo estaria já encerrado, graças a uma planificação  e a uma política de coexistência pacífica com os indígenas. Falei na política de abertura sobretudo no Leste de Aangola, onde Savimbi estava a ser colaborante e pensava num futuro promissor numa sociedade pluralista e em que houvesse igualdade de oportunidades para todos. 

O professor Santos Júnior exasperou-se com os meus comentários e com a minha visão histórica. Chamou "estúpida", com azedume e agressividade esta minha visão que ele definia como "capitulacionista"... Reconheço que não era só ele a chamar "estúpida" a esta visão planificada e ponderada...
Eu retruquei que a "Voz da História" era para ser ouvida com atenção e que  uma planificação séria e  bem ponderada deveria ser o caminho a seguir pois a Guiné iria ser o primeiro baluarte a cair (pela força) se não houvesse uma política de admissibilidade da independência (ainda que a longo ou médio prazo) das "Províncias".  Em Angola a guerra estava "ganha" concordei eu, muito embora pudesse suceder uma cadaverização do império se a Guiné caísse e a intervenção estrangeira mobilizasse mais recursos..

Passados três anos  o MFA, perante a incapacidade do regime em tomar uma posição séria e credível, fez eclodir a situação geopolítica e provocou danos colaterais incalculáveis, pois o cenário da descolonização foi terrível para ambas as partes. Se o "soneto" já era mau... a "emenda" foi pior...
A minha "sugestão estúpida", era a "sugestão" do general Norton de Matos e de mais alguns adeptos com visão histórica e não enfeudados ao radicalismo. Os radicais de então provocaram a reação dos militares. A marcha da História foi implacável e poucos a imaginaram assim...

Agora, na União Europeia , passa-se algo similar. Ou se avança sem medos,  sem tergiversações, para a união de facto (Exército, Banca, dentre outros segmentos) criando um cimento aglutinador, ou então, a destruição irá paulatinamente desencadear-se (estimulada quer por americanos, quer por russos, que não querem o crescimento harmónico da União) com os danos colaterais óbvios e imprevisíveis (alguns belicismos poderão surgir).

Está na hora de decisão. O fim pode estar mais próximo do que se imagina. Ou se vai, com determinação, coragem e convicção, para uma reforma tendente à desburocratização e criação de mecanismos aglutinadores e geradores de mais e melhor União, ou então, os ventos desagregadores pairarão sobre este espaço europeu com intensidade máxima.

A  situação  é clara e compete-nos decidir. Oxalá a União seja o denominador comum. Contudo, o mais elementar realismo, convida-nos a meditar no cenário oposto, também.

PARA MEMÓRIA FUTURA

segunda-feira, novembro 19, 2018

Da Geringonça aos dois Galhetreiros...



Hoje vivemos sob o signo da Geringonça para o mal e para o bem. Não tenho afetos partidários, não adoro nenhum deus-partido, sou totalmente ateu, politicamente falando.
Procuro a neutralidade e o desprendimento, libertando-me de paixões.
Enfim, hoje vivemos um pouco melhor, isso deve-se em parte à conjuntura externa, mas também, aos progressos deste modelo de governação que tem imperado e sobrevivido mais do que alguns esperariam. Jerónimo de sousa e Catarina Martins têm sido "asas" do   um triunvirato. Não excedem o que uma coligação deste tipo impõe. Sabe-se que  este  é o governo PS com achegas dos dois compagnons de route: CDU e Bloco de Esquerda.
Que se vai passando nas hostes à sua direita?
A Aliança (de Santana Lopes), pé ante pé, pescando à linha,sem fazer muito ruído de fundo, vai crescendo,  criando instabilidade, preocupação, desassossego nas hostes  de RR.
Mais à direita, a "asa direita", vai assistindo, sem saber bem se esta conjuntura lhe será favorável ou desfavorável, com natural atenção aos sinais…
Tudo se conjuga para que tenhamos, a médio prazo, dois Galheteiros: um, talvez o mais  robusto__ se a economia continuar desafogada, se as greves não surgirem, se a conjuntura externa não derrapar, se  as taxas de juro forem benignas __,  englobando António Costa na liderança,  tendo como "asas" Catarina Martins e Jerónimo de Sousa; o outro Galheteiro será liderado por Rui Rio e terá como "asas" Santana Lopes e Assunção Cristas.
Ambos os lideres  sabem desta factualidade e vão gerando sinergias e controlando emoções para que estes dois blocos possam agir sem crispações. Santana Lopes tem sido prudente, não ataca nem hostiliza, pois sabe que poderá ser parceiro de uma qualquer "geringonça", seja ela qual for. Ávido de poder, como é natural, não descarta a hipótese (ainda que remota) de fazer uma parelha com António Costa… uma espécie de queijo limiano de Guterres, mas de grande porte…
Os dados estão lançados. Na pole position,  já roncam os motores, a meta está mais próxima do que parece… é uma questão de dar tempo ao tempo e ver as vicissitudes que o tempo tem...



sábado, novembro 17, 2018

RECICLAR AS TOURADAS!!!

"Sócrates", o Pensador...



Falei com ele por telepatia, claro. ele respondeu às minhas perguntas:

__Sócrates o que pensas das touradas.
__Uma barbárie. O ser humano divertindo.se assistir um espectáculo degradante e profundamente cobarde. Um ser vivo saudável a ser molestado até à morte por um alegado e autointitulado "hommo sapiens" que não passa de um predador da natureza de um inquilino indesejável do planeta.
__Mas tu que és considerado o "pai" do Homo  Sapiens, dizes isso dom teu "filho"!
___Qual filho qual quê, julga-se sábio, é vaidoso, narciso, mas não passa de um pobre coitado, sem respeito pela coexistência pacífica. É degradante assistir a essa barbárie. Façam combates entre si, lutem até à morte, com igualdade de oportunidades, com meios iguais. Por que não reconverter as touradas em recintos de boxe onde os políticos tirem teimas, façam uma espécie de ordália

__Tu sabes o que é a ordália, diz-me lá "Sócrates"?
__Vocês são mesmo ignorantes! Foi uma prática antiga em que certas pessoas eram julgadas efectuando uma prova perigosa e, em face do resultado, seriam consideradas culpadas ou inocentes. Deus, pensava-se então, seria o Juíz nesse desafio! enfim uma forma primitiva de justiça!
__Tu és uma raridade, meu caro "Sócrates", que sugeres então para as touradas?
__Vejam esse extraordinário político do Canadá, Justin Trudeau. Faz combates de boxe e as receitas revertem para obras de caridade. Façam um recinto onde figuras públicas combatam entre si, com idades e forças semelhantes, como é óbvio. As receitas reverteriam para obras de índole social. Seria uma inovação e uma redenção da espécie humana tão desacreditada perante Deus,  com terrorismos,  bombismos suicidas, guerras fratricidas, enfim,  a barbárie humana deixa Deus aterrorizado!!!
 Honi soit qui mal y pense!

__«Sócrates» muito obrigado. Deus te dará um lugar no céu, bem o mereces!

PIERRE TRUDEAU EM COMBATE  VER AQUI

BANHO DE ÉTICA, JÁ!

RUI RIO, líder do PSD,  diz que o país precisa de um banho de ética! Por outro lado diz que não deixa cair os amigos!
A questão que se põe é esta: que fará quando um amigo pisar a ética?!

É este o grande dilema da nossa política. Da política mundial direi até. quantas vezes o banho de ética fica adiado para sempre quando estão em causa amigos poderosos, que contribuíram para a campanha, e continuarão a ser "investidores" no partido?!

Dizem que foi por não ter respeitado um amigo (que financiou a sua campanha, mas pertencia à máfia local) que John Kennedy foi assassinado em Dallas!

Por cá vimos António costa gritar em voz alta que tinha "orgulho em José Sócrates"!  Mas depois, dada a situação em que se envolveu teve de lhe retirar público apoio senão afundar-se-ia com isso!

Amizade é um vvalor inestimável, mas tem limites. Podemos e devemos ser gratos. Contudo, há valores que mais alto se alevantam.

 

sábado, novembro 10, 2018

Corrupçao, gratidão e outras formas de aliciação...


Há tempos dizia-me um sujeito que,  na sua profissão,  se não alinhasse com esquemas,  estaria na miséria. E contou-me passo a passo todos os meandros da sua atividade. De facto, para conseguir vencer alguns concursos era preciso em primeiro lugar saber quem era o decisor final. Depois arranjar alguém que fosse de sua inteira confiança. Só depois abordar a personagem e  começar o trabalho de aproximação com alguns convites.

Nessa parafernália entravam a gastronomia, por vezes a sexualidade, enfim, prendas de diversa natureza, outras vezes  o vil metal…para além de questões como prestígio, exposição mediática, fama...

E todos os que vivem dessa atividade usam a máxima  discrição para singrarem na vida…

A lei do silêncio, aquilo a que nos meandros mafiosos chamam "omertà" é sagrada.

E disse mais : não se pode manifestar publicamente opção partidária. É preciso estar com todos pois quase todos__ se existir alguma exceção é uma raridade, sobretudo estando em causa  valores muito elevados__ devem saber o meio em que gravitam…

Não era o seu ramo, mas afirmou-me que nas escolas de condução quem quisesse armar em puro estava condenado ao fracasso total!
E falou-me noutras atividades, banca, advocacia, empreitadas públicas, notários, delegados de informação médica, árbitros do futebol … enfim, um tipo honesto,  que queira fazer as coisas com total lisura de processos,  nesta engrenagem, é completamente esmagado e passa muito mal...  CONTUDO,

 Lá dizia o Poeta:

«HÁ SEMPRE ALGUÉM QUE RESITE
HÁ SEMPRE ALGUÉM QUE DIZ NÃO…».


Quantas e quantas vezes o populismo encobre a corrupção mais descarada? quantas e quantas vezes assistimos a vitórias eleitorais de políticos que usam o populismo com mestria para camuflar  o real carácter  da sua postura iníqua?!|!!
Dar fortunas para o futebol e para  festarolas (com dinheiros públicos, de todos nós) é talvez a maior sede de populismo no Portugal dos nossos dias. Esquerda e direita  são cúmplices neste forrobodó e rivalizam nas "excentricidades"!!!
 
O PR alerta para isso, com a habitual sageza: VER AQUI

Ganham-se eleições com  populismos pacóvios, Vejam-se alguns "exemplares paradigmáticos":


Os romanos  já falavam na política de "pão e circo" talvez a primeira receita populista do mundo.
Mesquita Machado, um dos que espelharam durante anos e anos esta forma de fazer política gostava tanto dos romanos que até se fardava assim (fotos 2 e 3), na sua Bracara Augusta!

Também o conselheiro de Estado Luis Filipe Menezes, o tal que queria ligar o Porto a Gaia porque a "maioria da população é portista" (sic) sempre na crista da onda mediática, sempre a dar entrevistas ao JN (e depois veio a saber-se porquê…) é agora suspeito de lavar dinheiro em offshores usando como testas de ferro o pai e o próprio filho! Isto é o que diz o Público segundo o que consta na Procuradoria Geral da República!!! VER AQUI
Consta que a PGR mandou arquivar tudo!










quarta-feira, novembro 07, 2018

Dalida, continua viva para sempre!

Il venait d´ávoir dix huit ans!

DALIDA!

Português suave, inconfundível!


A Pátria lusa tem uma aura nova, agora,
Um português suave, de carácter, fé,
Que poderá gerar novo fulgor, até,
A esta Lusa Grei que se expandiu lá fora.

Guterres tem carisma,  tem saber, tem Luz
Neste tempo de guerra e de rancor profundo
Poderá ser um bálsamo, curando o mundo.
Talvez o bom pastor que à paz e ao bem conduz!

Há que mudar o homem, reformar, enfim,
Intolerâncias bélicas sem fim à vista
Há que as erradicar; seja  a maior conquista.

Um universalista, provedor da Paz
Um português do mundo que o bom Deus nos traz
Oxalá possa dar ao mundo a Paz... por fim!

Ramos de Barros

O ALMIRANTE DA ESQUADRA LUSA

O ALMIRANTE DA ESQUADRA LUSA


Divulga Portugal pelo mundo inteiro
Embaixador viril da lusa  gente 

Um novo Viriato, mensageiro
De um povo feliz, culto e inteligente.



A contornar o fisco tem mestria
Mas na alcova, é bem pouco cuidadoso
Em gente calculista ele confia
Seu mal é um coração tão generoso!



Na Madeira lá está, pose viril,
Erecto que nem  pau de marmeleiro;
Orgulho do Z,é   Tuga,  no estrangeiro.



Cada remate, é tal e qual trotil!
Um míssil de potência fulminante
Ele é.  da Armada Lusa, o Almirante!


jose leite de sá
Vila do Conde 6-11-2018 


terça-feira, novembro 06, 2018

Povo português, povo frustrado?







Há tempos um conhecido bon vivant da nossa praça,  dizia que o nosso povo era frustrado, não sabia viver a vida. Enfim, mais um insulto à inteligência nacional, mais uma ofensa à nossa gente.
Quando vemos dinheiros públicos malbaratados com eventos desnecessários,  demasiado pomposos e onerosos, quando vemos a dívida pública a subir e as contenções forçadas de gastos na saúde, na educação, nos transportes, nós,  só se fôssemos loucos,  é que não nos sentiríamos frustrados.

Agora sabe-se que as comemorações do Dia de Defesa Nacional custam três milhões de euros!
E há comemorações para tudo: Dia da Marinha,  dia do Exército, Dia da Força Aérea, Dia da PSP, Dia da GNR, enfim, esta saga de comemorações caríssimas são mais um rombo para o nosso erário público.

Para que servem? São imprescindíveis para a comunidade nacional, para a nossa gente?

Umas discursatas melífluas  de   uns pavões, para  aparecerem na comunicação social e pouco mais...
Frustrados, os portugueses?
Quem não estaria frustrado ao ver impunes os "gangues" da banca que continuam a viver em casas de luxo, aparecendo em eventos na comunicação social, em férias, nos locais mais aprazíveis? Esses, ainda gozam com o povo contribuinte a quem sugaram  até à medula, perante a  generosa protecção/conivência  de entidades de supervisão, também elas pagas para assim se portarem...
Jornalistas avençados, desportistas avençados,  até aquela múmia paralítica avençada por acções/trapalhadas  do BPN, digam lá  o que disserem, são  co-responsáveis  (alguns por omissão calculista) pelo pântano a que se chegou!É um crime a omissão de denúncia!

Acabe-se (ou reduza-se ao mínimo  indispensável) este forrobodó que envergonha quem paga os seus impostos e vive dentro dos limites impostos por um regime que levou o país à quase falência e pouco faz para sair deste atoleiro...

Comemorações e mais comemorações para tirar do tédio os pavões, e contribuiçoes  e mais contribuições   para dar milhões a essa corja de ladrões que mete o país em aflições!
É assim que nascem as revoluções!

José Leite de Sá

terça-feira, outubro 30, 2018

Sintra, terra de sonho!


Em Sintra mora a paixão
E a arte de bem viver
Serra e mar em comunhão
Terra de sonho e lazer...

Sintra guarda a memória
De passeatas reais
Monumentos são História
Falam-nos com seus sinais!

O passado se renova
E ao futuro dá a mão
Esta Sintra é uma trova
Ao Amor e à Paixão!

Tuas moçoilas ridentes
Andorinhas a voar
São chamas incandescentes
Faúlhas de um amor sem par...

Sintra é musa inspiradora
De poetas e de artistas
Sua imagem sedutora
É palco de mil conquistas!

Suas queijadas, cartaz
De bela gastronomia
São motivação que faz
Uma cidade-iguaria!

A brisa do mar nos fala
De amor e damas fatais...
A serra... perfume exala
E nos faz amar demais!...

De Sintra levo saudade
Até do ar que respiro
Augusta e nobre cidade
Da capital um retiro...

Na primavera descobres
O viço da natureza
Mas no verão tu nos cobres
Com viço... da boa mesa!...


jose leite de sá


segunda-feira, outubro 29, 2018

Ser solidário, ou conivente?!






Rui Vitória treinador do Benfica depois da derrota com o Belenenses ( 2- 0) vem insurgir-se contra os sócios acusando-os de falta de solidariedade. Pede o apoio dos sócios frustrados com uma derrota  tão imprevista (o adversário nunca tinha ganho em casa).

Como garantir solidariedade quando ele próprio não é solidário com os seus comandados? 
Alguém  tem dúvidas sobre a metodolçogia seguida nos últimos tempos?
À crítica sobre a necessidade de fazer alternâncias e  não deixar jogadores válidos  colocados  no banco por muito (demasiado) tempo,  ele argumenta que ele é que manda, ele é que sabe, ele é o responsável. Incapaz de aceitar críticas, casmurro, pouco flexível, pouco solidário.
Enfim, veja-se o caso de Seferovic:

Um atleta da seleção da Suíça, uma das mais poderosas da Europa, sistematicamente olvidado e até já com guia de marcha para sair. Porquê este ostracismo tão evidente? Capricho, birra, falta de"incentivos" do empresário?! 

De um momento para o outro __e por falta de alternativas__ chama-o,  e ele dá uma resposta inolvidável, uma autêntica bofetada de luva branca!

Que fazz a seguir?! Mantém-no no onze titular, não lhe dá descanso, obriga-o a um trabalho sistemático e saturante, enfim, da noite para o dia, do ostracismo para o protagonismo permanente!!! Rumo à exaustão, pois o atleta é generoso e nem se apercebe que está a ser "queimado" pouco a pouco pela sobreutilização!!!

O que fez com o André Horta que veio do Setúbal?!
Colocou-o no lugar de recém-transferido Renato Sanches e  levou-o à exaustão, tanto e tanto trabalho consecutivo lhe deu! Quis impô-lo  à força, de forma teimosa,  mesmo quando o seu rendimento começou a baixar fruto da sobreutilização!
Que os jogadores estão bem preparados e a condição física é excelente! 
Argumentação teimosa e insistente perante os críticos. Não é capaz de discernir que ha atletas que têm  um limiar de saturação (exaustão) diferente de outros, quer pela forma como actuam (em alta rotação) quer por implicação do posicionamento em campo...
Lembram-se de Jimenez?! Avançado de uma das melhores seleções do mundo (México) mas sempre subalternizado, sempre no banco, desmotivando-o e rebaixando os seus índices de autoestima! Mais uma vítima das suas birras, dos seus caprichos...
Cada vez que entrava, a poucos minutos do fim,  resolvia o que outros, com excessiva utilização não eram capazes. Mandou-o embora quando era um elemento imprescindível para certos jogos onde o factor velocidade  é determinante!
Rafa, esse mesmo que agora brilha   (a começar também a entrar em saturação...) nunca era utilizado, sempre a  arrastar-se no banco ou nas bancadas. De um dia para o outro colocou-o na titularidade e não lhe deu descanso!!!
Ele não vê que  o que fez a Facundo Ferreyra foi uma violência? Impô-lo logo de início, como se fosse o salvador da pátria, a pólvora recém-descoberta por ele, sem ter uma entrada progressiva, ganhando confiança e entrosamento  com os restantes elementos, mesmo após um choque violento com Jardel que o deixou diminuído, quis impor a sua teimosia perante a resposta pouco feliz do recém-contratado?!

Teimoso, incapaz de  ver o óbvio, manda para a fogueira alguns "eleitos" e condena ao ostracismo os preteridos,  durante longos períodos. Desmotiva-os  com longas secas no banco e, depois, queima-os abusando da  utilização excessiva e saturante!!!

Feija e Samaris disputaram com boa perfomance o lugar de "trinco". 
De um momento para o outro decidiu que Feija é que era o melhor e lançou às urtigas o grego! Ambos têm capacidades e devem jogar em alternância,  contudo, sempre o mesmo, sempre a titular,  e o outro, com características diferentes mas de eficácia similar,  a secar no mais  desprezível ostracismo!!

Feija é mais lento e tem melhor poder de choque, Samaris é mais versátil, mais móvel, embora por vezes imprudente. Mas devem ter oportunidades similares. O próprio Alfa  Semedo, ainda menos rotinado, mas também com velocidade, poder de choque, capacidade de explosão,  deve ser chamado para dar repouso a Feija e ganhar sincronoismo com os colegas.
  Ter a chama da motivação sempre acesa é o segredo de uma equipa de futebol. Apagar a luz a alguns, castigá-los com um ostracismo permanente, é birra, falta de consciência do que é motivação e capacidade de gerir expectativas. Enfim, é falta de solidariedade!!!

Rui Vitória é insensível às críticas, sofre de RAZONITE (julga que tem sempre razão) e pede solidariedade quando é ele o primeiro a não ser solidário com os seus atletas.

domingo, outubro 21, 2018

Espionagem ao mais alto nível

A revista Sábado  (18-10-2018)  revela pormenores de um livro bomba que o ex.espião Jorge Silva Carvalho vai publicar. Enfim, algo de tenebroso envolvendo figuras como José Sócrates, Cavaco Silva, Júlio Pereira__atualmente no STJ e que foi secretário geral do Sistema de Informações de  2005 a 2017__e todo um vasto rol de figuras que cirandaram  ou estiveram em contacto com os Serviços de Informação de Segurança (SIS).

Coisas tenebrosas, à margem da lei, escutas ambientais em hotéis, restaurantes, enfim, o Big Brother no seu máximo expoente. Tinham jornalistas avençados, possuem jornais, usam meios os mais variados para conseguirem os seus fins. Chegaram ao ponto de invadir as instalações de um partido político e colherem informações sobre as fichas de militantes. Entre a 1 e as 4 da manhã foi executada esta delicada operação. PSR o alvo.
Fala numa denominada Operação Santola, que não chegou a executar-se mas que envolvia movimentações altamente delicadas. Teria ligações internacionais e visava fornecer dados a Israel através de um terminal de cabos submarinos (em fibra óptica) com termo em Sesimbra. A operação não foi autorizada por José Sócrates (muito embora tendo o aval de Júlio Pereira) que estava nessa altura empenhado em ter boas relações com a Líbia de Kadaffi...
  A ser verdade isto era muito pior que Watergate e o actual juiz do Supremo (Júlio Pereira) terá os dias contados...nesse cargo, tal a gravidade da operação que patrocinou e à qual deu o seu aval. A ser verdade o que conta o espião Júlio Silva Carvalho... como é natural. Imagine-se a repercussão internacional que teria uma acção desta envergadura e, pior ainda, o impacto que causaria no mundo árabe, ao ser descoberta? Portugal ficaria no centro do furacão terrorista, não haja dúvidas. Ainda bem que houve o bom senso de a abortar.
Estou a imaginar agora, o que se dirá, agora, de um juiz que__ a ser verdade tudo isto, sublinho__pactuaria e dera o seu aval a uma operação destas? Que credibilidade e que respeitabilidade merece? Espero que tenha o bom senso de pedir já o afastamento do cargo que ocupa!

Ainda irá fazer correr muita tinta e, quiçá, fazer implodir algumas reputações. Há juízes, militares, magistrados do MP pagos para fornecerem informações. Mercenários, sem dúvida. O banqueiro Ricardo Salgado usava gente desta__ capaz de vender a alma ao diabo por tuta e meia__ para construir a teia que o levou ao topo e depois à queda. Marionetas venais , sem escrúpulos, sem honra, sem credibilidade. Ministros, juizes, magistrados, militares, com ambições desmedidas, capazes de tudo para  ascenderem ao topo. A Pide fazia isto nos ominosos tempos da ditadura...Agora, em plena democracia, o modus oiperandi é similar...

 Conseguem entrar em espaços privados usando estratagemas variados como reparações simuladas, para isso usam fardas de bombeiros, cantoneiros, funcionários de empresas de segurança, médicos, enfim, fazem tudo para penetrar em escritórios de advogados, até em embaixadas, para colherem informações confidenciais.
A legalidade anda pelas ruas da amargura. Diz que Guterres se queixou de no tempo do cavaquismo o PS estar a ser um alvo dos serviços secretos e lá teria as suas razões. O PSR e a UDP foram alvos privilegiados. Diz que havia um preconceito contra as esquerdas.
Isto promete. Já se vislumbrava no horizonte, contudo, este livro, que usa certa ironia e ficcionalidade para não correr demasiados riscos, levanta a ponta do véu de um organismo que tantas vezes está ao serviço do Governo, quando, na sua essência mais pura e genuína, deveria estar ao serviço do Estado. A fazer fé na revista Sábado, como é óbvio. Efabuladores é o que há mais neste país de ilusionistas e ventríloquos.

Júlio Pereira (homem de confiança d e Sócrates) chegou ao ponto de  interferir em assuntos como  o processo Freeport (quando de Inglaterra chegavam dados confidenciais de índole bancária...) pedindo a colaboração do M16 (secreta externa britânica) no sentido de os sensibilizar que o devassar informação sobre o nosso primeiro-ministro poderia por em xeque a boa relação entre as duas potências! Enfim, estes Serviços  em defesa do Estado ou do Governo?

Quanto aos empresários e negócios , fala no papel d e  Nuno Vasconcelos da Ongoing  bem assim como  negócio ruinoso da PT no Brasil. Todo um submundo posto a nu, com alguma ironia e ficcionalidade para não escancarar demasiado a buceta de Pandora...

sábado, outubro 20, 2018

Corrupção ou Gratidão?!


Ele estava de férias com a família e amigos. O espírito aberto e a gargalhada fácil. O amigo "brasileiro" dizia com voz de gozo:

__Aqui no Brasil os brasileiros chamam  matutos (parolos) aos portugueses e contam anedotas sobre eles. Eles riem-se de nós contando anedotas. Nós, pelo contrário, rimo-nos deles, vendo a forma miserável como vivem e  nos deixam a nós,  portugueses,  viver à larga...

O outro, abriu-se e deu uma de  alinhar na mesma onda:

__Em Portugal chamam-me corrupto porque eu, no exercício do cargo de presidente de câmara, cobro algumas "luvas" (aquilo que vocês aqui no Brasil chamam de "propinas") por autorizar algumas coisas que  não seriam totalmente legais mas que, bem analisadas, a gente pode dar a volta ao texto, porque as leis são como as mulheres: foram feitas para serem violadas!

O emigrante comentou:

__Alguns dizem que é corrupção, mas eu chamo-lhe gratidão. Se obtenho um favor grande, se alguém me traz benefícios de grande vulto, porque não agradecer a essa pessoa com parte do património financeiro que me ajudou a angariar? é ou não é justo?


Lá longe, em Roma, o Papa Francisco não comunga desta filosofia barata. E exclama:





 

 

quinta-feira, outubro 18, 2018

Orçamento de 2019 - Verdades & Ficções...


«Todos somos Centeno!» é uma afirmação destinada a reunir consensos e predispor os portugueses a remarem todos para o mesmo lado, o da recuperação e regeneração.
Contudo, temos de ter fé, mas também ter consciência do terreno que pisamos. Fé neste governo mas também tomar consciência das realidades subjacentes a toda esta problemática onde a futurologia dá cartas,

Sim, é do domínio da futurologia fazer um orçamento. Sabemos que ninguém é capaz de prever o futuro com total exactidão e quando se projeta um orçamento parte-se do princípio que há certos parâmetros que ficam centrados em valores pré-definidos. A chamada condição "coeteris paribus" permite estabelecer traves-mestras, opções fixas que consubstanciam todo um conglomerado de variáveis que enformam a elaboração de um trabalho desta amplitude.
Não sabemos como vai evoluir o preço do petróleo, como vai projetar-se  a cotação do dólar e do euro. Não imaginamos as implicações geopolíticas de alguns cenários como a situação na Venezuela, em Angola, na Catalunha, na Inglaterra , na China, nos Estados Unidos da América.

Enfim, a própria natureza pode ter implicações  graves neste exercício complexo, pois as catástrofes e  as chamadas calamidades públicas (como pandemias e similares) podem eclodir a qualquer momento e assumir proporções bem dramáticas alterando radicalmente os dados em equação.

Vejamos um exemplo de "catastrofismo financeiro" a nível  nacional:

VER AQUI NOVO BANCO NAS MÃOS DE FUNDOS ABUTRES ...

O défice de 0.2 por cento do PIB poderá acontecer mas tenho muitas reservas. Sei bem que a conjuntura das agências  de rating retirando Portugal do "lixo" poderá favorecer o serviço da dívida e libertar recursos para mais investimento público. A alegada iminência de criação do chamado Fundo Monetário Europeu __ se tal vier a acontecer__ poderá aligeirar problemas aos países do Sul da eurolândia, contudo,  isso poderá ser apenas uma miragem.

Digamos que há otimismo da parte do governo, que o Dr António Costa gosta de ver «o copo meio cheio» e isso só por si é positivo. Que use óculos cor-de-rosa é um direito que lhe assiste.

Esperemos que   a dura realidade não lhe retire esse otimismo e que o slogan «TODOS SOMOS CENTENO» seja aplicado por todos,  na prática.
  Que as câmaras municipais continuem o seu esforço de diminuição do endividamento, que as empresas públicas sigam a mesma rota regeneradora, que os bancos saibam usar a prudência na concessão de créditos, que o setor público saiba ser comedido e racional no uso dos seus recursos, que os sindicatos não optem pela política de terra queimada e tenham um sentido de estado que só os dignificaria. Mas a mentalidade reinante não é esta, não afina pelo meu diapasão, infelizmente. Contudo...

OXAlÁ  ESTE ORÇAMENTO SEJA EXEQUÍVEL...

José Leite de Sá
Adepto da Prudência, sem hostilizar a Audácia, mas usando sempre  os óculos do Realismo.

quarta-feira, outubro 03, 2018

O PR defende Cristiano Ronaldo



Alguns (e algumas feministas...) ficaram surpreendidos por causa de uma afirmação do PR no dia da República sobre o nosso Cristiano Ronaldo e uma alegada violação ocorrida há cerca de nove anos nos ^States.
Será que o atleta é um violador? Ou será que, também ele, foi vítima de uma engodo?!
Vejamos:
1- Será que aquelas cenas de euforia e empatia,  filmadas com a fulana que agora se diz vítima, não são a prova de que ele estava a ser seduzido? Seduzido para ser chantageado `à posteriori!
2- Se ela foi para a suite do referido hotel com ele, teria sido forçada a isso ou antes foi ela também, calculista e manhosa, entrar para lhe criar uma ratoeira?
3 -Não haverá indícios suficientes para crer que a referida sedutora, sabendo bem  as implicações jurídicas de um assédio mais "in" __ e súbita recusa da parte dela__ poderia ser uma fonbte de receita fabulosa atendendo ao perfil financeiro da "vítima"? Primeiro "aquecer" a vítima, levá-la a pensar que era uma presa fácil, e depois, raposa matreira, "arrefecer-lhe" os ímpetos,  para criar condições objetivas de "violência"...e posterior "chantagem" e "extorsão"...
4- Não haverá contornos de "chantagem" aquando do contrato de confidencialidade firmado entre ambas as partes?
5- Que grau de seriedade e honradez patenteia uma fulana que "vende" a sua "honra" ("virgindade"?!) a troco de algumas centenas de milhar de dólares?
6- Passados tantos anos e aproveitando uma onda mediática que poderá ter alguns aspetos de sensacionalismo perverso e oportunismo financeiro, não se enquadrará esta manobra visando engordar ainda mais o pecúlio então angariado, numa simples "chantagem"?
7- A primeira "extorsão" foi considerada um abuso  sobre uma pessoa fragilizada, e agora, não se tratará de fragilidade financeira a querer ser robustecida à custa de um advogado ardiloso?

Enfim, várias conjeturas se podem elaborar e vários cenários são susceptíveis de encaixarem nesta estratégia. Contudo, isto é tão chocante, quanto é certo que as verdadeiras vítimas de violação violenta e contra-natura se sentem enojadas com este oportunismo e calculismo abjeto alicerçado numa gigantesca campanha mediática, onde o "cheiro" a vil metal é a mola propulsora desta matilha de hienas à volta de um leão ferido...

Parabéns Senhor Presidente da República, também o povo português está consigo, contra as hienas sequiosas de vil metal  e a favor do leão ferido.

José Manuel Figueiredo ^Leite
de Sá

 O ALMIRANTE DA ESQUADRA LUSA


Divulga Portugal pelo mundo inteiro
Embaixador viril da lusa  gente 

Um novo Viriato, mensageiro
De um povo feliz, culto e inteligente.



A contornar o fisco tem mestria
Mas na alcova, é bem pouco cuidadoso
Em gente calculista ele confia
Seu mal é um coração tão generoso!



Na Madeira lá está, pose viril,
Erecto que nem  pau de marmeleiro,
Orgulho do Z,é   Tuga,  no estrangeiro.



Cada remate, é tal e qual trotil
Um míssil de potência fulminante
Ele é,  da Armada Lusa, o Almirante!


jose leite de sá
Vila do Conde 6-11-2018 


quinta-feira, setembro 27, 2018

Ivo Rosa, atenção, muita atenção!!!



Este juiz foi acusado de bloquear uma investigação VER AQUI  e AQUI
Agora no caso de Tancos, que está prestes a ser clarificado definitivamente; a sua imagem também parece ter sido um pouco beliscada. Digamos que não ficou bem na fotografia, passe o eufemismo...
Será que o meu subconsciente tem razão em fazer soar campainhas de alarme?!"

Não sei, às vezes tenho receio da minha própria intuição, tantas e tantas vezes me tem alertado para perigos  iminentes...

VER AQUI O QUE DIZ O INSUSPEITO DN  e   

 VER AQUI DOIS PROCURADORES ESTÃO A DENUNCIAR ESTE JUIZ 

Uma coisa é certa: todos os visados na Operação Marquês querem o juiz Ivo Rosa!!!


Este juiz está sob grave suspeita de dois magistrados do MP (EDP e rendas estão na berlinda...) Vá lá saber-se o porquê?

Será que?!!!... Não digo mais nada!

Enfim, aqui fica este registo para MEMÓRIA FUTURA.

Post Scriptum: Hoje 28-9-2018 o juiz Ivo Rosa presidiu ao sorteio. Calhou-lhe a ele a missão de analisar cinquenta e tal mil páginas de um Mega-Processo.

segunda-feira, setembro 24, 2018

UM INSULTO À INTELIGÊNCIA!


Como é possível ser-se tão ingénuo e petulante?!
Nenhuma esquerda sensata quererá este indivíduo no seu seio. Direitas só se forem direitas  mercenárias a roçar  a plutocracia mais insana!
Dizer__ como disse na conferência proferida ontem no Motel de Santana em Vila do Conde__ que a direita é a responsável pela operação Marquês, é algo de blasfemo e insano.
Todos os juizes, todos os procuradores, todos os agentes da PJ envolvidos,  são  (na sua  mente obnubilada) aliados objetivos da direita!!!

Um psiquiatra, certamente, acharia facilmente um rótulo para catalogar esta insanidade. Limito-me a dizer que é um reles insulto à nossa inteligência ! Valha-nos Deus!

Não tenho partido, não tenho opção  doutrinária, sou apenas adepto da cidadania. Esgrimo contra a direita e contra a esquerda consoante os atentados perpetrados por algumas eminências. Mas esta criatura ultrapassou todos os limites!!!

Sabia perfeitamente os caminhos ilícitos que trilhava por isso falava em código. "Papéis do Duda", "fotocópias" "garrafas de vinho"...Enfim, a PJ descobriu que as "garrafas" vieram dentro de um envelope ...O juiz  até pensou que fosse algo de  viciante...
Quando a namorada Fernanda Câncio lhe perguntou:« Já acabou o dinheiro do Freeport?» ele não respondeu com indignação e repulsa, antes se comportou com docilidade.
Quando a mesma personagem manifestou a sua estranheza pela sua casa em Paris e por ter montes de massa,  não disse que a casa era alugada e o dinheiro era emprestado. Sabe-se, descobriu a PJ, que mandou elaborar um contrato de arrendamento contudo o computador revela que à data em que foi feito é muito posterior ao alegado início do contrato!

VER AQUI - Fernanda Câncio

AQUI A TRAGÉDIA DE SÓCRATES

Aqui a delirante acusação ao MP TOLICE MAIOR NÃO HÁ



Estas declarações bombásticas arrasariam qualquer um, mas este traste, sem vergonha, continua a utilizar a cassete da vitimização e o discurso do coitadinho,  vítima da Direita, essa criatura maléfica que o persegue por inveja, ciume, pelo prazer de perseguir uma figura importante!!!

A rocambolesca estória do livro mandado escrever por Sócrates a um professor de Coimbra deu brado. A incrível estória dos livros mandados comprar por ele (VER AQUI) irá ficar certamente no anedotário nacional!!!

E ainda há quem pense que vai ficar impune e pedir indemnização ao Estado por ter sido vítima. Vítima de quê?! Só da sua petulância, da sua ambição desmedida, da sua insanidade...

quinta-feira, setembro 20, 2018

Vila do conde - Um porto para o mundo!










VILA DO CONDE, PORTO PARA O MUNDO
Um porto para o mundo Deus criou
E fez Vila do Conde renascer;
Um sonho, uma epopeia que plasmou
Esta gente com ânsia de vencer.

E o vento vai passando por aqui
E leva uma mensagem de progresso;
Às vezes faz inveja aqui e ali,
Enfim, preço a pagar pelo sucesso!

As árvores frondosas sombra dão,
Pessoas com carisma, sombra fazem;
Geram invejas: portes e ramagem!

Vila do Conde, bela comunhão
Entre a floresta e o rio deslumbrante
Que coroou a gesta do Infante!

J. Leite de Sá
Vila do Conde 19-9-2018

domingo, setembro 16, 2018

Elites e partidocracias

Hoje em dia quando analisamos friamente o trajeto de algumas "elites"  da nossa panorâmica cultural, política, financeira,  ou até empresarial. verificamos que tiveram diversos apoios ao nível das máquinas partidárias ou dos detentores do poder financeiro. É óbvio que todos nós, inseridos nesta megaestrutura nas suas vertentes mais diversificadas, estamos condicionados e limitados na ascensão profissional e social, lato sensu.
  O respaldo partidário é importantíssimo e ai de quem ousar pensar o contrário. quem tiver a ousadia de peosar por si,  abdicar de apoios ao nível do poder político partidário será esmagado. Daí que quase toda a gente se "encoste" a um partido (grande ou pequeno) para melhor poder  ter sucesso. Alguns até se "encostam" a vários...tudo depende do local onde têm empreendimentos.
Vemos autênticos vampiros do erário público que fizeram carreira nos partidos e daí extravasaram os seus multifacetados talentos para a vida empresarial, académica, social.
Assistimos a tantas e tão excêntricas manifestações de corrupção e de tráfico de influências que  se formos ao âmago dos problemas, veremos certamente  gente bem posicionada a dar caução ou aval estratégico a essas criaturas.

Num regime profundamente corrompido como o nosso,  para se chegar ao topo é preciso ceder a mil e uma pressões para poder triunfar. As campanhas eleitorais são a causa mor desta intrincada conivência. Assistimos a manobras e constatamos situações patológicas principalmente vindas de pessoas que nasceram pobres mas cuja ânsia de ascensão desmedida é de tal ordem que chegam ao ponto de enveredar pela tortuosa vereda da criminalidade.

O país está repleto de exemplares  com esta marca de água. Advogados que vendem a alma por tuta e meia, empresários que se deixam enredar por políticos,  delapidando o erário público e usando testas de ferro para lavarem os suculentos frutos dessa gigantesca corrupção.

Alguns, descarados e trambiqueiros,  dizem que vivem de "empréstimos". Outros levaram bancos à falência conluiados com políticos mafiosos que colaboraram na ascensão meteórica dessas criaturas sem um resquício de vergonha na cara e que não são mais que simples ladrões mas que se arvoram em vítimas da conjuntura.
Enfim eufemismos muito em voga... Prometem-se cargos a troco de favores. Dão-se valores pecuniários por decisões judiciais. A comunicação social relata apenas a parte visivel do icebergue. Há muita ocultação pois há jornalistas "avençados" por banqueiros. O que esperar da independência desses jornalistas?

Que esperar do futuro de um país onde isto se pratica às claras sem um resquício de pudor.
Uns colhem dividendos do colaboracionismo e alguns até são condecorados com pompa e circunstância. Basta doarem alguns valores para campanhas eleitorais e basta. Quem amocha é premiado. Há quem "compre" comendas...

Os outros,  os que têm a coragem de denunciar ou de levantar a ponta do véu,  são completamente destruídos e massacrados por comunicação social caninamente obediente e até por uma justiça  corrompida até à medula. Os "bons" são os mecenas artificialmente criados por esta prática aberrante,  e os "maus" são os que denunciam tudo isto. Maniqueismo primário que tenta confundir o juízo popular completamente toldado por estes ilusionistas.

J. Leite de Sá

domingo, setembro 02, 2018

Os intelectuais e o poder... a eterna submissão!



Hoje em dia assiste-se a um enfeudamento calculista de alguns intelectuais  ao poder dominante.  é a lei da sobrevivência, tal como na política os deputados vergam a cerviz aos poderes paralelos que estão na génese da sua existência (a fronteira entre gratidão e corrupção é tão ténue...) também nos domínios da cultura isso se passa em grau mais ou menos evidente. Não há independência, não pode haver.
O clima de corrupção é tão óbvio que  só quem não quer ver é que não vislumbra essa realidade.
Há medo, há o receio de retaliação por parte de alguns. Como é que eu posso criticar abertamente um corrupto se estou a receber prebendas dele? E essas prebendas podem assumir facetas diversas, como um lugar numa estação de rádio ou num canal de TV cabo, num jornal, numa revista, enfim, os pratos de lentilhas são multifacetados...
Compram-se escritores, jornalistas,  até juizes... e padres feitos comissários partidários.
Já não falando nos casos mediáticos de todos conhecidos, mas de situações mais obscuras e pouco transparentes que vemos por aí. Há dias ao ler um livro de poesia reparei no preeâmbulo e fiquei elucidado.
Dizia-se que o autor era uma pessoa de afetos, afável, cortês, incapaz de assumir amarguras, dócil, enfim, um poeta-eunuco como se diz na gíria...
Era um politicamente grato, subserviente, andava daqui para ali a debitar elogios  sabujos a quem fizera o favor de dedicar umas letrinhas. Gratidão, subserviência, sabujice?

Enfim, imagine-se um Eça de Queiroz ou um Camilo a  portarem-se desta forma!  Nunca, jamais!!!
O próprio Gil Vicente soube o que era sofrer por causa da sua independência. Morreu pobre e abandonado, tendo os seus próprios  familiares, condicionados pelo poder político e religioso dominante, abandonado o seu ente querido. Por oportunismo e medo de sofrer retaliações também.
Pedagogo de excelência, zurziu nos padres e nos juizes   nos vendilhões do templo da justiça e na nobreza com a acutilância de um verdadeiro combatente. Nunca se acomodou. Nunca abdicou da sátira salutar  e do seu sentido de justiça. Deu o seu aval ao movimento regenerador encabeçado por Lutero e Calvino, com presenças em actos públicos em Amsterdão,;  essa postura inovadora e regeneradora foi o seu calvário.  Intelectuais afectos às ortodoxias denunciaram a sua postura "dissidente" e foi perseguido e vilipendiado.

Hoje vemos autores prendados e até com  pedigree internacional a usarem pinças na análise aos casos de corrupção mais mediáticos. Pudera! Os prémios PT eram concedidos por corruptos, sendo na maior parte dos casos os dadores de prémios comissários políticos ou  marionetas dóceis dos mecenas

. Alguém sabe quem foram os jornalistas contemplados com chorudos mensalões do BES?!!! Essas "avenças" foram ocultadas pois cairia o Carmo e a Trindade se se soubesse quem eram os servis contemplados com o óbulo do corruptor mor cá deste reino. Sabe-se que houve um ministro. um tal Pinho, porque o FBI o investigou, senão...  Um tal,  conhecido no jargão popular, como  .DDT era mesmo o dono e continua a comprar silêncios, senão... a verdade já teria saltado cá para fora!!

As câmaras municipais quando escolhem os júris sabem o que fazem. houve até  um presidente de câmara que  chegou ao desplante de dizer que deveria haver uma postura de afecto em relação ao organismo a que presidia, no âmbito do trabalho cultural a ser subsidiano.
Poetas qqe mendigam apoios financeiros e outros aos políticos e aos empresários  ligados à banca, à pesca, aos seguros, estão umbilicalmente  capturados, a sua independência ou verticalidade é pura ficção. Dobrar a cerviz, ajoelhar é o que mais se vé por aí...

A corrupção esmaga tudo e todos e ai daquele que ousar enfrentar os lóbis, os barões, será esmagado pelos beneficiários, pelos lacaios, pelos anões culturais que rastejam e bajulam os tenentes do poder com intuitos inconfessáveis.


A esses,  a minha "homenagem"!


AO POETA CORTESÃO


Lá anda, sempre curvado,
modos servis, beija-mão,
salamaleque estudado
sabujo, bem calculado,
é assim o cortesão.

Nem um rasgo de ironia,
uma farpa à corrupção;
sempre, sempre em sintonia
um cachorro, eu diria,
ao colo da Situação!

Mui Prudente!, calculista!
teme ser maledicente,
cortesão, mente intriguista,
puxa saco, narcisista,
ao poder, sempre temente!

Gosta de andar na Corrente!
tem medo de criticar,
de palmas sempre carente,
quer palcos, obviamente,
rã, no charco, a coaxar!...

O País vampirizadp
isso não quer ver, exulta!
também quer ser contemplado
quer lentilhas, o safado,
nossa inteligência insulta!

A corrupção é esperteza!
há que ter... Resignação!!!
cultua a corja burguesa
delapidando a riqueza
da nossa honrada Nação!


J. Leite de Sá
Vila do Conde 2-9-2018