rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sábado, novembro 28, 2009

«Uma atracção irresistível»

Eça de Queiroz e o «Crime do Padre Amaro» sempre presentes no quotidiano português.
A política e a religião zurzidas com mão de mestre... sempre na mente de quem aspira a um mundo melhor onde a exploração de crédulos deixe de ser uma constante... Quantas «Quedas de anjos» (como escreveria Camilo se estivesse entre nós...) se vislumbram hoje em dia?!



Foi este o título do livro que a irmã Raquel Silva, das Caxinas, deu à estampa.

«Atracção irressitível» foi também o que aconteceu ao jovem padre Rui (pároco de Celorico de Basto) que não resistiu aos encantos de Fátima!

Fátima, uma moçoila de dezoito risonhas primaveras foi a atracção fatal. O padre fugiu com ela para Espanha depois de abandonar as paróquias sob sua jurisdição. Quem o pode condenar?!
Será que a lei do amor não é também uma força divina? Ele não disse: «Crescei e multiplicai-vos!» ?
Ora assim fez o padre Rui. Vendo repelidos os seus pedidos aos pais adoptivos da jovem (para com ela namorar) resolveu optar por uma saída radical: fugiu com o seu amor para o estrangeiro!

Os desígnios de Deus são insondáveis. Será um aviso à Igreja para que abandone o celibato?! Quem sabe...

Marcadores:

10 Comments:

Blogger heretico said...

a carne é fraca... e por vezes saborosa!

abraços

10:03 AM  
Blogger maria teresa said...

É uma assunto que a Igreja devia ter resolvido há muito.
Bjis

10:17 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

herético:

A ASAE anda por aí... mas... sem resultados... a carne e... por vezes... o peixe!

11:02 PM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

maria teresa:

A Igreja anda sempre na cauda do pelotão... em quase tudo...

11:03 PM  
Blogger Pena said...

Olhe, Admirável Amigo:
Algo vai mal nos Princípios e Valores da nossa Igreja.
Um Padre fugir com uma mulher?
Não posso conceber. Não posso acreditar?
Isto é o que penso sobre a moralidade e idoneidade dos interesses de uma religião que devia ser exemplar e íntegra.
O "beatismo" é no que dá.
Excelente texto com a sua marca inconfundível.
Havia tanto a alterar...?
Abraço amigo ao seu génio crítico perfeito.
De mal a pior vai a nossa Igreja e os bens que defende e apregoa.
Cordialmente...

pena

MUITO OBRIGADO pela simpatia e amabilidade deixadas expressas no meu blogue.
Bem-Haja, extraordinário amigo!

2:33 AM  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

a carne é fraca e por amor tudo é perdoado.

bom fim de semana!

beijo

8:58 AM  
Blogger Táxi Pluvioso said...

Se os padres casassem seria mais um peso para os crentes. Teriam que dar esmolas para sustentar dois, e se houvesse multiplicação, então seria pior, os putos de hoje só querem coisas de marca e caras. bom dominus dei

9:08 PM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

táxi:

Não vamos por aí... essa é de caixão à cova...

10:41 PM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Piedade:

Bom fim de semana com muita maresia e com sol na alma...

10:42 PM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Meu caríssima amigo Pena:

Lá volta com as suas hipérboles com girândolas de elogios não merecidos.

Acho que o padre fez a opção certa na hora certa. A Igreja (ela é a mais culpada) é que anda fora do tempo!

10:43 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home