rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

segunda-feira, setembro 15, 2008

Madonna... o show quase total!



És o meu menino de ouro, hei-de levar-te ao céu!!!...

Tudo perfeito menos a apoteose final tão aguardada. A homenagem a Cristiano Ronaldo! Ela tanto treinou a voz, tanto se aprimorou na coreografia e... depois... a proibição...
Foi uma cabala!!! Seria o Manchester United?! Ou a ciumenta namorada italiana?!
Seja como for a tal cereja em cima do bolo não surgiu. Madonna, a diva do rock, a cantar em português. A solo, e depois em dueto com o próprio Cristiano!!!
Para que conste, aqui fica o que foi ensaiado com tanto carinho, com tanta devoção e... depois foi para deitar fora!
Ele merecia tudo isto e muito mais! A sua dedicação, o seu amor ao desporto, a sua paixão desmedida pelo futebol, mereciam esta apoteose que foi negada! A História há-de julgar os culpados por esta privação!

Aqui fica, para a posteridade, o ensaio geral...
Madonna a solo...
Este menino é d'oiro
Hei-de levá-lo ao céu
Ronaldo, és um tesoiro
Na cama... és doce pitéu!
Nas ondas do teu cabelo
Quem me dera mergulhar
Tua amante 'inda hei-de sê-lo
Nos teus braços repousar!
Ronaldo és um diamante
Ainda por lapidar
E quando eu for tua amante
Teu fulgor ...vai triplicar!
Em Portugal és o rei
Eu serei tua coroa...
P'ra ti sempre serei
A tua fiel leoa...
O amor não tem idade
Nem sequer religião
É o mel da liberdade
É sopro do coração!
Meu leaozinho ao sol
Vem cá, e canta comigo,
Produto do luso-escol
Vem cá... e chamo-te... um figo!
Menino d'oiro bendito
Uma odisseia em verso...
Tu vais ser , eu acredito,
O maior do universo!
Em dueto com Cristiano:
Nós somos um hino à Vida
E temos tão bom astral
Lisboa, terra querida
Ninho de amor: Portugal!
És estrela refulgente
Violino no telhado
Um futuro sorridente
Pelo mundo idolatrado!
Temos o mundo na mão
Só magia, lés a lés!
Portugal no coração
Inglaterra... a nossos pés!
Caminhemos lado a lado
Os corações palpitando
E o mundo, em nós concentrado
Connosco... sempre cantando!
......
......
E o mundo, em nós concentrado
Connosco sempre cantando!!!
NOTA FINAL: Foi pena o encerramento não ter sido feito desta forma. Seria inolvidável! Lisboa jamais esqueceria este dueto. Mas há mais marés que marinheiros...

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home