rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sábado, setembro 13, 2008

Eu tive um sonho!...


Este sonho aconteceu de facto. Ia eu a caminhar na Praça do Almada, na Póvoa, e, de repente, ouço um «pssst!...pssst!...» que me chamou a atenção... olhei e nada vi. Voltei a olhar e nada!
Entrementes, quando dou conta, já está a meu lado o Eça de Queiroz, vestido com o trajo da época, muito ladino e desempoeirado!
__Mas... como é possível! __ balbuciei meio atarantado pelo insólito da situação.
__Ouve lá rouxinol, quero falar contigo!
Fiquei petrificado! uma estátua a deslocar-se na minha direcção? !!! Dei uma beliscadura na mão e parei meio entontecido. O caso não era para menos... Eça prosseguiu, com a voz pausada, dando um jeito ao bigode, aperaltando a sobrecasaca, completamente transfigurado!
__Ouve lá, andas a invocar o meu nome no teu blogue. Pões na boca do Dr Macedo Vieira afirmações pouco abonatórias para a minha pessoa. Tenho que me defender.Quero elogiar o autarca da Póvoa, tão amesquinhado por alguns danados blogueiros...
__Mas... meu caro... sou todo ouvidos. Terei muito gosto em pôr lá os seus veros sentimentos.
_Então toma nota. Macedo Vieira é um homem de esquerda sim senhor, nunca foi de direita. Ele aprecia-me e sabe que eu sei que ele chegou a estar pré-indigitado para candidato a presidente pelo PS...
__Pelo PS?!
__Sim senhor. Como cooperante das Edições Linear (aquela que em Vila do Conde controlava o Jornal de Vila do Conde e a Rádio Linear) e sendo amigo do Dr Fernando Gomes, não pode ser surpresa para ninguém tal facto. Só que as pressões para se candidatar pelo PSD foram muitas e ele cedeu.
_Então roeu a corda ao PS?
__Não será bem assim pois ele ainda não tinha dado o «sim definitivo»... fora apenas uma abordagem... Mas é um homem direito, muito amigo de praticar futebol, gosta muito de desporto e é lógico que o poder o entusiasme. Vai concorrer de novo e não terá dificuldades em ganhar...
__Mas, como tendes tanta certeza?
__Eu conheço bem este povo da Póvoa, é pouco propenso a mudanças. Se o padre Manel Vaz tivesse continuado e se concorresse agora pelo PS, ganharia de novo...
__Não duvido. Vossa Excelência está noutro estado, vive noutra atmosfera. Quem sou eu para vos contestar? Mas, dizei-me lá, não achais que há uma certa prepotência nesta câmara? Não haverá certo desleixo em relação ao meio ambiente?
__Tens razão, rouxinol. Há de facto alguma pouca atenção pela transparência e pelo ambiente. Ele como médico disse que ia salvar a Póvoa (segundo ele condenada pelo seu antecessor...) mas não teve pejo em lhe arrancar os «pulmões» ali na Av Mouzinho. Mas reconheço que a obra final não está má de todo.
__A poluição no mar, agora no verão, não lhe repugna?
_Estou um pouco afastado do mar como sabes. Mas os ecos chegam cá. Há tempos, um bêbado passava por aqui e desatou a urinar em cima desta peanha. E cantarolava assim: «Póvoa do Mar, Póvoa do Mar /// Oh império dos poluidores/// Se no mar andam a cagar///Vou pôr no Eça alguns fedores!...» Assim, desta forma cretina, fui mijado e insultado por um poveiro de gema. Fiquei a saber que o mar estava também a ser insultado...
__O meio ambiente está uma miséria. As águas andam todas conspurcadas. No verão a coisa atinge tal nível que incomoda. Isto causa doenças, maus cheiros, dá má publicidade à terra...
__Bem sei que o povo ainda não está preparado para dar valor a essas coisas. Dão um garrafão de vinho e uns rojões e vão todos votar no Macedo Vieira. É uma espécie de doping!...
__E achais bem o doping, digno Eça? Achais bem que se corrompa a juventude com drogas? Viste aquela vergonha do ciclismo a pôr em xeque a Póvoa inteira!!!
_Claro que não. Mas o doping já vem de tempos imemoriais. Ainda recordo o tempo em que no Varzim o pai do Macedo Vieira dava 50 contos de reis a quem marcasse o primeiro golo ao Porto ou ao Benfica e logo surgiam golos em catadupa. Já era doping a funcionar!...
__No seu tempo também havia muito? Qual era o seu?
__No meu tempo era o rapé. Mas eu tinha gostos mais sofisticados. Para mim era uma fêmea com os seios bem contornados, uma Conchita espanhola com muito salero e capaz de enlouquecer qualquer portuguesito. Como eu invejo o Cristiano Ronaldo... ai se fosse no meu tempo...
De repente apareceu ao fundo o Macedo Vieira, tinha um ar ensonado, de quem tinha dormido mal a noite. Foi o primeiro a chegar à câmara naquele dia. Eça comentou:
__ Ao chegar à câmara a primeira coisa que vai fazer é abrir o computador e ler os blogues: o ca-70, o boticário de Província, o sextante poveiro, o povoaoffline, eu sei lá que mais... coitado é uma obsessão doentia. Ainda vai dar cabo dele...

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home