rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, outubro 26, 2008

Rui Rio, «lelé da cuca?!»


Rouxinol, vê se me arranjas uma psicóloga lá para a câmara pois eu também estou com os índices de razoabilidade e bom senso muito aquém do esperado! sinto uma propensão marginal para a asneira assaz acentuada!
Ele diz-se contra os TGV's, contra o novo aeroporto. Ainda há bem pouco fazia pressão para que o aeroporto fosse em Alcochete e não na Ota. Agora admite até um TGVzito só para Porto_Vigo mas não lá para os sulistas e elitistas!
Todos os regionalismos bacocos são dignos de risota! ainda pensava que estava uns côvados acima dos patamares de lucidez do Camartelo Falante lá de Gaia, mas engano-me redondamente!
Keynes, o nosso bom amigo Keynes, defendia as obras públicas como estratégia de fuga à depressão económica, como alicerce de uma política desenvolvimentista que, muito embora possa não acarretar um retorno imediato, poderá, diferidamente, ter reflexos muito positivos em todo o tecido económico empresarial. Cria postos de trabalho, liberta do marasmo algumas empresas e traz também receitas para o Estado, podendo, por efeito de arrastamento, carrear para o processo produtivo contributos positivos quer a montante quer a jusante!
O governo, honra lhe seja, tem a coragem de apostar forte neste domínio, não teme a crise, não se amedronta com o adamastor que fustiga os mercados financeiros (será sazonal, acredita-se) e o senhor, contra os seus próprios princípios ideológicos, vai para o imediatismo, o curto prazo!!! Pobre miopia...
Como diria o professor Marcelo do seu arqui-amigo Balsemão (então seu patrão no jornal Expresso), estará lelé da cuca?!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home