rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, outubro 31, 2008

Dia de finados? Não, nunca!

Ninguém se fina totalmente. Nós somos uma comunidade interagindo constantemente. No Além estaremos a contemplar os actos de quem deu continuidade à linha da vida . Quem parte deixa um rasto, uma memória, que servirá de estímulo, de guia espiritual, de norte para os que ficaram.
Mais do que o património material há que equacionar o património espiritual, o contributo dado para este nosso viver colectivo, para a civilização.
Ninguém se fina totalmente. Há sempre uma réstea de mensagem que ficou indelevelmente gravada, um resquício de bondade e de sabedoria que serve de alavanca para o nosso viver colectivo.
Que a palavra gratidão seja vivida e sentida por todos.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home