rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

segunda-feira, agosto 18, 2008

O Fado de Amália Morgado

A juíza Amália Morgado foi condenada a «doze dias de multa» por não cumprir o dever de «reserva», falta de «respeito para com colegas», não criar «confiança na justiça».

Será punindo o delito de opinião que se cria confiança na justiça?
A reserva é sinónimo de pactuar com o arbítrio, a falta de respeito será dizer verdades? Se o comportamento de alguns colegas merece censura por que não fazer essa censura?
A «lei da rolha» é credibilizante para a justiça? A transparência é um atentado à corporação?

O CSM ao punir quem teve a coragem de dizer o que sentia, no pressuposto de ao fazê-lo tentar melhorar a dita justiça e não ofendê-la, terá contribuído para a credibilização da justiça?

Espero que perguntar não ofenda...

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home