rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

terça-feira, agosto 26, 2008

CONFIDENCIAL!

Consta que a Rússia anda a oferecer passaportes a cidadãos algarvios e já cresce um movimento separatista tendente à criação da República Algarvia. Na sequência do precedente criado com a independência do Kosovo e na esteira do que está ainda latente na Ossétia do Sul e na Abkházia (formalmente ainda integrantes da Geórgia) está criado um movimento imparável que visa a independência total daquela região do globo com fortes tradições autonomistas. Já no tempo da monarquia se falava em Reino de Portugal e dos Algarves, o que, era bem o espelho de uma realidade dicotómica, com uma idiossincrasia própria e até com uma configuração geográfica muito sui generis...

Nesta conformidade, e aproveitando o generalizado descontentamento dos indígenas (a quem ainda nem sequer foi dado o direito a ser considerada uma Região) há já um movimento de «homens bons» que visam, em última instância, a Independência total do território. Já enviaram ao Papa um emissário (portador de algumas onças de ouro para emolumentos...) com o objectivo de este não inviabilizar o projecto. A Duma também já recebeu ou estará prestes a receber um apelo emanado daquela zona do globo, onde é pedida uma ajuda para a Independência da área.

Consta que Alberto João Jardim, prevendo essa eventualidade, e dando vazão a uma pulsão independentista que traz dentro de si, muito embora muito bem dissimulada por um discurso abstracto, está já a elaborar um plano bem urdido, tendente ao aproveitamento das potencialidades futuras daquela área madeirense, estando apenas a meditar se será uma República ou Monarquia a configuração do regime; que é das Bananas, isso é consensual, fazendo eco dos anseios dos produtores de banana que verão com bons olhos tal cenário, admitindo-se a hipótese de na própria bandeira figurar em lugar de destaque este fruto tão emblemático...

Quanto aos Açores, dada a inacção do actual presidente do governo regional, consta que João Bosco Mota Amaral, sempre por dentro do que é confidencial, está a pedir autorização à Opus Dei para encetar negociações com o Vaticano no sentido de o apelo independentista ser dirigido àquele Estado e não à Rússia com pretendem fazer os algarvios...

Os Açores (na versão ainda ultra-confidencial do Dr Mota Amaral) pretendem mudar de nome e passarão a usar a designação de República do Senhor Santo Cristo dos Milagres, uma forma de fomentar o turismo religioso, um ex-libris daquele região do globo.

Enfim, com as devidas reservas, solicita-se confidencialidade aos eventuais leitores deste espaço, muito embora este cenário já tivesse sido previsto há muitos anos por Nostradamus (e pelo nosso Bandarra... muito embora de uma forma assaz abstracta); acredita-se que o futuro nos reservará muitas surpresas neste domínio. Consta que existe um Quarto Segredo de Fátima (guardado a sete chaves nos cofres do Vaticano) e que só não foi divulgado por motivos estratégicos, aguardando o eclodir deste cenário para vir então a lume.

Para tranquilidade geral afirma-se desde já que os países emergentes deste pequeno sismo aderirão aos PALOP e continuarão a falar a língua portuguesa muito embora o inglês seja o idioma dominante.

Consta que o PR irá falar ao País, mas só depois de tudo consumado. Até lá, invoca o dever de reserva... para não causar alarmismos na opinião pública!

Nota ultra-confidencial: As Berlengas estão a ser negociadas entre Joe Berardo e Jardim Gonçalves, devendo aguardar-se um referendo no território, para dirimir o conflito de interesses. Querem implantar um banco nessa área a fim de atraírem capitais flutuantes a este promissor paraíso fiscal! Ambos são unânimes num ponto: não aceitarão de maneira nenhuma a tutela do Tribunal Penal Internacional sobre o território.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home