rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, agosto 15, 2008

Ecos do Pontal: Populismo versus clarividência...


Eu é que sou a autêntica social-democracia que os portugueses adoram, respeitam e amam!


Eu sou a voz da inteligência! O silêncio, por vezes, é de ouro!

Eu sou o porta-estandarte deste povão que pula e dança! Eu sou a voz do populismo! Isto é que dá votos!


O Senhor Populismo!








O «silêncio» a presidir


aos destinos do partido


não podemos consentir


nem deixar caír no olvido


esta alma popular


que luta nesta trincheira


e que se pode ufanar


de ser porta-bandeira


desta gente inquebrantável


que quer mudar Portugal


eu serei o condestável


neste palco do Pontal


dou um prazo à liderança


deste partido laranja:


ou começa a entrar na dança


ou outro líder se arranja!














Resposta da Senhora Inteligência:





Dizem que o silêncio é de ouro

diz o povo e com razão

o folclore é mau agouro

se não tiver o condão

de ir à essência dos problemas

dar pistas alternativas

não basta ruído apenas

é preciso iniciativas

dizer onde é que está mal

apontar as soluções

não é aí no Pontal

conclave de foliões

com discursos populistas

foguetório palavroso

palavras mais realistas

estudo mais rigoroso

o povo aprecia mais

lucidez e inteligência

basta de jogos florais

eu sou p'la CLARIVIDENCIA!



A VERDADE, NUA E CRUA, DIZ TAMBÉM DE SUA JUSTIÇA:


Eu é que sou a verdadeira social-democracia: transparente, sem excessos populistas, sem banhas oratórias, sem rabos de palha, sem celulites demagógicas nem rugas de hipocrisia!...

Direi mais: eu sou o caminho do bem, a verdade da pureza social-democrata, a vida sem roupagens folclóricas !



Nunca tive oportunidade de ir a sufrágio! Os portugueses ainda não viram a verdade, só a mentira tem ido a votos!







0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home