rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, julho 12, 2009

À procura da Verdade!

Tal como Diógenes que, com a sua candeia acesa procurava «o homem», também eu, com a mente aberta e sem preconceitos, procuro a verdade, dê por onde der. A mentira vence muitas vezes, vezes demais para o meu gosto, tem «padrinhos» a protegê-la, tem o dinheiro e as honrarias a promovê-la, procura denegrir a verdade, marginalizá-la, chega ao ponto de silenciar os orgãos de comunicação social, órgãos esses que se espraiam em louvores e salamaleques à mentira. Mas a verdade há-de, mais tarde ou mais cedo, vencer!

Há que abrir os olhos, há que observar a mentira em profundidade, reparar nas suas técnicas promocionais, no seu permanente e ostensivo apelo à comunicação social, ao protagonismo enfadonho, ao estulto pôr-se em bicos de pés...


HOMENAGEM `A VERDADE
A Verdade nem sempre é vencedora
A mentira, por vezes, dá mais votos
Demagogia é sempre tentadora
No povo ingénuo tem muitos devotos...
Há quem prometa «novas primaveras»
Sabendo que o mais certo é... ter invernos
Vendedores de loas, de quimeras
Prometendo mil céus... mas dando... infernos!!!
Há que ter a prudência em bom recato
Fugir aos vendedores de ilusões
Muitos compram a lebre!... mas sai gato!
Asnos há, a passar por sabichões,
Cada qual da fé faz gato sapato
Ingénuos úteis... há-os aos milhões!!!
Nota: Este poema é de ramosdebarros (clicar para ver)

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home