rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, julho 24, 2009

Miss Transparência!


R.B. - Acha que Portugal ainda é governável?
M.T.__ Sim, sim, mas há que ter cuidado pois o país já bateu no fundo!
R.B.__ Quem nos garante que ainda não irá mais ao fundo? Já ouço dizer isso há tanto tempo e continua a descer ainda mais!
M.T.__ Olha rouxinol, o país está como está por causa desse Sócrates que prometeu mundos e fundos e depois foi o que se viu! Não tem transparência, é só opacidade!
R.B._Mas você é contra o Sócrates?
M.T.__Claro, aquele «animal feroz» é forte com os fracos e mansinho com os fortes: veja o que ele fez com os bancos quase falidos, injectou para lá dinheiro dos contribuintes que foi um disparate, só para defesa de uns gananciosos que quiseram jogar na roleta e saíu-lhes o tiro pela culatra... quem paga? O contribuinte, o zé... o povo!
R.B.__ Qual a sua receita para o país saír da crise?
M.T.__ Transparência total! Olhe, aquilo do contrato com a empresa que explora os contentores no porto de Lisboa, sem concurso público, com encargos astronómicos para o Estado em caso de calamidades ou de tráfego inferior ao previsto é uma ruína, é uma calamidade, é um suicídio político! eu nunca apoiaria aquela cretinice, aquele autêntico «abono de família» para a Mota Engil, a empresa mãe... Estes políticos são mas é uns filhos-da-mãe!!!

2 Comments:

Blogger Rafeiro Perfumado said...

Claro que Portugal já bateu no fundo. O pior é que agora estão a enterrá-lo, e a mandar a terra para cima não só dele mas dos nossos olhos. Abraço!

4:36 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Olá Rafeiro:

A terra é inimiga da transparência, sobretudo quando é lançada aos olhos de todos nós... que ainda vamos vendo alguma coisa...

5:32 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home