rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, julho 17, 2009

ISALTINAR...

Dizem que o país já perdeu a tramontana. Outros, que perdeu o tino. Não o de Rãs, claro...

O certo é que um tal de Isal-tino vai dizendo cobras e lagartos da justiça que teima em condenar um homem bom, justo, transparente, honesto, amigo do seu amigo, poupado, temente a Deus... Será por ter barba e ser tido na conta de revolucionário ou de visionário?

Sente-se perseguido pela justiça. Di-lo de tal forma e de tal jeito, que, se fosse no antigo regime, já teria sido internado por ter a «mania da perseguição»!!! Era o mínimo que acontecia aos que se queixavam de o serem, de facto!!!
Diz que tem «vergonha» de já ter sido Delegado do ministério Público. Que este mente ao serviço do PSD?!
Será possível ainda não lhe terem movido um processo?

Eu, pessoalmente, fui acusado injustamente. Acusei o presidente da câmara de mentir várias vezes. Aleguei: ou foi má-fé ou então mitomania. A mitomania é a propensão para a mentira compulsiva, que é uma patologia, logo, um atenuante para a má fé que é crime!

Imaginem que fui acusado pelo presidente, de insulto, e o Ministério Público aceitou a queixa e foi-me movido um novo processo! Eu, pleno de razão, a procurar uma explicação para a sistemática falta à verdade e a ser acusado de insultar! Estava apenas a fazer um mero diagnóstico ilibatório de um possível crime!!!

E este Isaltino acusa frontalmente o MP de mentir e não é processado?! Faz afirmações que são atentatórias do prestígio dos tribunais, sai para fora da sala em momentos estratégicos visando apoucar quem fala no momento, e nada lhe acontece!!! ???
O Público http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1391966&idCanal=62 dá-nos conta da tragédia que impende sobre este homem de bem, um autarca-modelo, um bandeirante da democracia, um paradigma do poder local!!! Um «santo» a merecer um «céu»...

Deus Nosso Senhor tende piedade desta Justiça que é fraca com os fortes e fortíssima com os economicamente débeis!...

Marcadores:

3 Comments:

Blogger Manuel CD Figueiredo said...

Este e outros casos, bem recentes, mostram que afinal a JUSTIÇA não é cega: é vesga!
E há certos sintomas "dos senhores" que se transmitem aos vizinhos, que acabam por pagar as favas.
Triste sina!

10:41 PM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Caro comandante:

Os «Senhores» são como o esterco: atraem as moscas que lhes servem de motivação de existência, cultuando os seus actos, voando à sua volta magnetizadas pelo cheiro... cheirete!!!

1:27 AM  
Blogger Maria João said...

E assistimos nós a esta feira de vaidades... senhores de gravata a quem lhes é permitido tudo.
Pois é.. nem todas as vozes cantam na mesma melodia. O pobre será sempre pobre. Felizmente já o não é de espírito porque se libertou e se indigna. Mas continua a sê-lo no acesso à justiça, à saude, ao trabalho.. a a outros tantos "acessos" que embora sem mérito são apenas previlégio de alguns e existem para os servir.

Um abraço solidário

3:36 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home