rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, maio 08, 2009

Um Bispo a sério!

D. Ilídio Leandro, Bispo de Viseu, é uma voz renovadora no panorama religioso moderno...

Vale a pena ler a sua entrevista hoje concedida ao JN. Diz a dado passo: «É injusto e imoral que se criem empregos para pessoas que usaram muitas vezes mal, o seu lugar de gestor público muitas vezes para ter benefícios e prejudicando o bem comum. E que depois são premiadas com novos empregos e nomeações fictícias para continuarem a ter benesses chorudas com prendas e luvas acrescidas».

Isto assenta que nem uma luva a casos bem conhecidos no poder local. Ou então na governação (abandonam a pasta e vão abocanhar a "posta" numa qualquer empresa que certamente por gratidão lhes abre as portas e os cordões à bolsa...).

Isto sim, é a Igreja Moderna, atenta, não enfeudada ao poder.

Quando vemos padres a condenar as denúncias de corrupção como se fosse um pecado, lambendo as botas aos corruptos na esperança de uma benesse, bajulando no altar-mor os dadores de prebendas que se arvoram em mecenas à custa do erário público, mais nos identificamos com este prelado, excelsa eminência da Igreja, que rompe com um passado triste, servil e de cócoras perante os poderes. Que ao menos sirva de exemplo aos vendidos, aos bajuladores, aos encostados...

D. António Ferreira Gomes, o tal que só ajoelhava perante Deus, dirá consigo próprio ao ouvir este discurso arrojado, sublime, corajoso: «Temos bispo!»

6 Comments:

Blogger Rabisco said...

Há que ter coragem para fazer isso...
Mas a própria igreja não estará assim tão preparada para este tipo de declarações.
Pelo que este bispo, no meio de toda a sua coragem, ainda pode ter problemas!

=)

1:10 AM  
Blogger Vivian said...

...em todas as nações existem
homens e HOMENS.

pena que os grandes são poucos
neste mundo onde impera o egoísmo
humano.

e aqui neste caso especificamente,
vemos a igreja acordando para
milênios de conivência em
benefício próprio.

bj

4:11 AM  
Blogger Erica Maria said...

Ele é corajoso mesmo!


Bjos em teu coração!

5:52 AM  
Blogger Erica Maria said...

Ele é corajoso mesmo!


Bjos em teu coração!

5:53 AM  
Blogger Mariazita said...

Está de parabéns, o Bispo de Viseu.
Pena é que ele seja uma excepção à regra, pois não é segredo para ninguém que a igreja sempre quis colher benesses.
Fossem quais fossem os governantes (ou sejam quais forem...) eles sempre se mantiveram(ão)a seu lado.
Esperemos que não venha a sofrer as consequências do seu "arrojo", pois é de homens assim, desassombrados, que o país precisa!

E mais não digo, para não sofrer as consequências :)))

Bom fim de semana

Beijinhos
Mariazita

9:50 AM  
Blogger Manuel CD Figueiredo said...

Caro Rouxinol,
Estou consigo e com o Bispo.
Felizmente já há mais, para além do de Viseu: Porto, Leiria, e outros virão; só espero que não demorem muito.

10:49 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home