rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quinta-feira, maio 07, 2009

Padre apanhado com a «boca na botija»...

Em contacto com a Natureza sinto maior proximidade a Deus...
O padre Alberto transmite-me aquela espiritualidade profunda que só Deus é capaz de inocular.

É um anjo caído do céu para nos elevar ao clímax do paraíso terreal...







Eis aqui o padre Alberto Cutié (de origem cubana) com duas paroquiamnas sorridentes e nada impressionadas com o escândalo. Perito a contar anedotas picantes, o padre Alberto gosta de praia e de mulheres! Ora, num contexto onde impera a nojenta pedofilia, este padre, respirando saúde e alegria de viver, devia ser um exemplo para acabar com o celibato, essa excrescência contra-natura que impera desde a Idade Média sendo talvez uma das causas da ausência de vocações...Se eu fosse governante dava-lhe já asilo político em Portugal! Se eu fosse papa acabava com esta anacrónica chinesice que é o celibato!...





O padre Alberto, coitado, tal como eu, está à frente do seu tempo. Que culpa tem ele?! Tal como o padre António Vieira (que defendeu os índios e a sua emancipação acabando com a escravatura) nós somos «crucificados» pelo preconceito, pela estupidez crassa que ainda impera...


Pai, perdoai-lhes por que não sabem o que fazem!
O Amor é quem mais ordena dentro de ti, ó cidade!




Um padre, na praia, aos beijos e abraços a uma jovem paroquiana! Escândalo!

Imagine-se que estamos em 2100 (clic aqui e viage no tempo!). Imagine-se que terminou esta iníquia e antinatural hipocrisia que é o celibato. Imagine-se um padre a dar um beijo na praia à esposa ou namorada.

Dois factos idênticos. Todavia, num contexto diverso. Só o preconceito a funcionar.

O padre foi transparente, não se escondeu, não foi a um lupanar pagar para ter uma companhia feminina, fê-lo à vista de toda a gente. Cristo disse:«Crescei e multiplicai-vos?!»

Não me consta que tivesse feita uma adenda, acrescentando: «Excepto os padres»!

É ridículo, contra-natura e até mentalmente prejudicial.

Nos anos sessenta frequentava eu o liceu (Alexandre Herculano, no Porto) e o próprio professor de moral afirmou que tinha um colega que tinha licença do bispo para ter relações sexuais, por motivos de saúde! Achamos perfeitamente natural tal comportamento e até sintoma de adequação da Igreja aos progressos da medicina. O bispo parece que tinha lido Freud e um prémio Nobel da medicina que ia nesse sentido.

Agora, em Miami surge a bomba!!!

Pior, muito pior, é andar escondido fazendo mil e uma tropelias: como o fez o actual presidente da República do Paraguai que foi bispo e enquanto tal andou com uma menor a quem fez um filho. Agora apareceram mais filhos de várias jovens. Esse sim, foi escandaloso. Quantos papas tiveram filhos e concubinas? Isso é que é hipocrisia, isso é que é opacidade manhosa e pestilenta!

Acho que os padres deviam ser casados. Deviam ter uma sexualidade sadia e responsável. Deviam poder levar as namoradads para a praia, para o cinema, para o futebol, para o teatro.

Deus, certamente está comigo e não com a hipocrisia reinante. A transparência acima de tudo. A opacidade é a mãe de todos os vícios. Vejam o que se passa nas câmaras, nos governos, autênticas pocilgas...

Nota final: Lá fora, vindo talvez do Além, ouvi uma voz que dizia: «rouxinol amigo, Deus está contigo!!!»
Seria ilusão auditiva? Pode ter sido, não sou muito dado a milagres...

Marcadores: ,

2 Comments:

Blogger Laura said...

Sou pelo Padre, pelo amor pelo que cada um quer e deseja..celibato, pior a emenda que o soneto...Padres deveriam poder ter uma companheira...que mal tem nanar junto, se o amor é tão belo? gente hipócrita, que censura aquilo que eles próprios fazem às escondidas...apre, o Povo nem aprende...enfim..perdoai-lhes pois...
um abraço da laura.

8:11 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Cara Laura:

Deus Nosso Senhor esteja contigo!
comigo também!

2:10 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home