rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

terça-feira, maio 19, 2009

O bondoso padre Aurélio...




O bondoso padre Aurélio paroquiava a freguesia de S. Agostinho de Lamelas. Era muito caridoso, fazia bem aos pobres. Mas passava a vida a pedir dinheiro aos ricos. Ameaçava-os com o inferno e dizia que era mais fácil um camelo passar pelo fundo da agulha do que um rico entrar no reino dos céus... Enfim, sabia-a toda. Era a lengalenga mais eficaz que conhecia e tinha sido bem treinado no seminário...
Um dia, apareceu-lhe um mendigo muito magro, esfarrapado, mal nutrido, com olhos saindo fora das órbitas, queixo saliente e maçãs do rosto esquálidas; era a imagem da miséria. Dizia que era algarvio, de Boliqueime, mas que por lá a miséria era muita e tivera que se deslocar para o norte para sobreviver.
O bondoso padre olhou para ele e imaginou-o em criança, chupando as tetas ressequidas da mãe, como tinha lá em casa num calendário que lhe fora enviado pela Organização Mundial contra a Fome... Teve pena dele e disse-lhe:
__No domingo, na missa das dez, vão sempre uns ricaços que têm carros de luxo mas são uns avarentos. Vai lá para o adro da igreja e espera o final da missa...
O mendigo assim fez. Postou-se à entrada do templo com a mão estendida.
O padre Aurélio foi violento na sua homilia:
__Anda gente a morrer de fome em África, no sul do país, por todo o lado, e alguns de vós, cheios de anéis, com carros de luxo, primam pela avareza mais refinada. Cada vez que olho para os carros estacionados à porta da igreja eu pergunto a mim próprio onde estão os pobres da paróquia. Mas ao contemplar o prato das esmolas (sempre vazio) eu pergunto onde estarão os ricos... Está lá fora um mendigo, pagai através dele os pecados da avareza! ele é um emissário de Deus e vem dar-vos a oportunidade de vos redimirdes dessa ganância, dessa avareza... Dai-lhe algo para pagamento dos vossos pecados!
Consta que a generosidade foi enorme , repetiu-se vezes sem conta, e o mendigo recebeu tanto, tanto, que até deu para concorrer a presidente da República.... consta que devolveu mais de metade das ofertas!!! Era um mendigo sério e honesto! Deus o guarde por muitos anos!

2 Comments:

Blogger Auréola Branca said...

Presidente da República? Puuuxa...

Bem-aventurados os que estão aqui nesse mundo para ajudar. Esses deveriam ocupar todas as cadeiras do nosso poder.

Abraços.

5:42 PM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Auréola Branca:

Aqui em Portugal há democracia autêntica, até os pedintes podem chegar ao Palácio de Belém!

7:32 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home