rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, maio 29, 2009

A desilusão da campanha!

Até ao momento (pode modificar-se o panorama), a maior desilusão na campanha eleitoral para o PE é Vital Moreira. Sem chama, sem alma, incapaz de um dito espirituoso, não sabendo aproveitar o facto de ser independente, é como um triste e apagado salélite à espera da luz que a estrela socrática (embora embaciada um pouco...) o venha iluminar para lhe dar visibilidade...

Será que vai ser uma menos-valia em vez de ser a tal mais-valia abrangente, dilatadora da base social de apoio, o tal fermento galvanizador de massas, com o élan de um europeista convicto, que está ali para defender com profunda convicção valores em que acredita ou um rotineiro debitador de cassetes como o era no tempo em que militou no partido que viria a repudiar?
Perguntar não ofende...

Para mim este homem não é desilusão. Talvez seja coerente até.

Quando eu lutava e verberava Jaruzelki o czar soviético na ocupada Polónia de Lech Walesa (sindicalista dos estaleiros de Gdansk) o professor Vital estava nas suas sete quintas a defender o ditador e a humilhar o sindicalista.

Agora, quando Sócrates se aproxima a passos largos da praxis de Jaruzelski, ele vai a reboque, como sempre fez... quando o próprio ex-cacique do Marco (F. Torres)apoia com unhas e dentes Sócrates, há que ter cautelas redobradas... há que repensar estratégias...

Talvez revisitar o meu baú faça alguma luz sobre este rouxinol de Bernardim que não gosta de estar sempre a dizer «que sim!»

Jaruzelski, Salazar
Odioso ditador
É um ferrete a queimar
Um povo com pundonor...



Gdansk, Walesa, são mais
Do que nomes sem sentido
São símbolos, são sinais
De que o povo está unido.

Gdansk é também Portugal
E Walesa é um de nós
Neste mundo tão global
Democratas não estão sós!


Cegueira totalitária
É coisa que eu abomino
A comunista alimária
Tem rosto luciferino.

Nota: Por esta altura colaborava activamente com o jornal «Voz do Ave» onde ficou plasmado todo o meu fervor antitotalitarista... de direita ou de esquerda!

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home