rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

segunda-feira, março 09, 2009

A «síndrome dos serra da Estrela»...


Sim, sim, o rebanho está mais tranquilo! e os «serra da Estrela» cairam nos braços de Morfeu!
O país já andava farto dos picaretas falantes. Uma comunicação social «vendida» (ou «prostituída») todos os dias se encarregava de os pôr no ar, com aquele ar de tutores, ou de Messias capazes de tudo para salvar o partido. Enfim, ela, a Dra Ferreira Leite, não tinha perfil, não era capaz do tal clic, não sabia transmitir a mensagem! Ridículo, patético, estereotipado!
Aquelas criaturas (as picaretas falantes...) assumem-se como ajudantes na pastorícia partidária. Vitimados pela síndroma dos serra da Estrela estavam sempre a ganir conselhos, a latir palpites para que a pastora exercesse melhor a sua função. Eles, se ela falhasse, colocavam-se na lista dos candidatos ao lugar.
Se os lobos das oposições matassem a pastora, lá estariam eles, os cães-pastores, a suprir tal lacuna. Função supletiva, entenda-se... Um, quando esteve no lugar, parecia uma criança com uma brasa na mão, não descansou enquanto a não deitou fora...
Agora, como que por artes mágicas, silenciaram-se totalmente. O que se passou?
Não, o mérito não foi meu. De tanto os flagelar, de tanto ridicularizar tal postura,
eles poderiam ter caído em si. Não, o mérito não foi meu.
Cães gostam de ossos. Deliram com eles. Ora, um já se calou, pois saboreia as delícias do osso alfacinha (nem imagina como é duro de roer...), os outros vão aguardando os ossos que serão divulgados em Abril. Ela sabe gerir com mestria esta situação. Todos caladinhos sem tugir nem mugir para que os tais ossos não
caiam em bocas por eles não tuteladas...

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home