rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, março 20, 2009

Ditosa pátria, lusa encarnação...

Camões, o genial criador do Velho do Restelo, talvez comece a ser mais identificado com a sua própria personagem ; nos momentos de crise, o seu falar é profético...
O Velho do Restelo dizia mal dos gastos mirabolantes da aventura ultramarina e verberava o abandono das populações tão sacrificadas... e desamparadas.
Neste momento estamos a pagar caro o não se ter aproveitado bem o tempo das «vacas gordas» (cavaquismo...) e feito (então) as reformas estruturais que o país precisava.
Ditosa pátria, lusa encarnação,
Conduzida ao abismo dos valores
Será que ainda tens cura, remissão,
Ou sentes da agonia os estertores?!
O que há mais é piolhos-pensadores!
Sim, usando a cabeça, mas... de fora...
Louvaminhando abutres corruptores
Sanguessugas de ontem ... e de agora!
Ditosa pátria, pasto de cobiças,
De ambições sem freio, sem travão,
Vasto rol de ladrões matar-te-ão!
Ditosa pátria, palco de injustiças,
Terás mau fim, se olharmos às premissas,
Triste o destino, triste a conclusão.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home