sábado, março 14, 2009

FUNDAMENTALISMO!...

Vem no DN de hoje algo preocupante sobre a mentalidade que ainda impera em certos meios ditos «evoluídos». Uma pessoa descarrega sobre um ente querido (filha) todo o mal do universo (será um apelo a Deus todo poderoso?) se se provar que mentiu num dado contexto.

Ridículo, patético, anacrónico, digno de anedotário, se não estivesse em causa a honorabilidade de uma pessoa que nada tem a ver (presume-se) com todas as malfeitorias (ou benfeitorias... depende da óptica) que o seu progenitor possa ter cometido. Lançar o fardo de culpas pessoais sobre entes queridos é de uma enorme falta de coragem, de uma irresponsabilidade gritante. De cobardia sem par!

Pessoalmente não acredito na «ira divina» (embora acredite em Deus); essa pessoa será que acredita? Talvez não. Mas sabe que há pessoas que ainda acreditam num Deus que tudo vê, tudo sabe, castiga os maus e premeia os bons, daí serem esses ingénuos (provavelmente) os destinatários da mensagem.

Será que a juíza supervisora do processo pertence ao rol dos ingénuos úteis?

5 comentários:

manzas disse...

Provei o fel sabor de uma outra vida
Nas ruas desnudadas, lotes incertos do sem andar…
Caminhei pelos desertos secos de alma perdida
Entrando pela porta em que ninguém quer entrar

Passando para dizer,
Que me apraz aqui estar…
Que nesta sexta-feira treze,
Aconteça o que acontecer
Um bom fim-de-semana irá ser
E que o amor e paz possa reinar!

O eterno abraço…

-MANZAS-

rouxinol de Bernardim disse...

Ora seja bem-aparecido amigo MANZAS!

Bom fim de semana com muito sol na alma e dinheiro na algibeira que é o que merece quem trabalha a semana inteira!!!

Carla disse...

esta é uma realidade que nao consigo entender
beijos e bom fds

IN VERITAS disse...

biba o venfica...

rouxinol de Bernardim disse...

carla:

Nem eu. Mas Deus não é burro... penso eu de que...