rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, março 01, 2009

Corrupção, génese da depressão!

Não, não é preciso ir aos manuais de Adam Smith, Keynes, Samuelson, ou Marx. Não é preciso ter lido Voltaire, Marcuse, Malthus, Proudhon, Engels, Jean Paul Sartre, ou até Cavaco Silva, basta atentar nos fenómenos de alta corrupção ora constatáveis em todo o mundo para se intuír que na génese desta depressão há, de facto, uma corrupção galopante a todos os níveis. Madoff e todos os Madoff que por aí pululam são a génese da depressão. Para se gerar um multimilionário estão-se a criar, em paralelo, milhões de pobres, de excluídos socialmente. Esta é a verdade mais crua que toda a gente vê e não tem dúvidas.

Então por que não se cortam cerce os mecanismos que estão na base do surgimento dessas criaturas de aspecto tentacular que vão sugando os interstícios do tecido económico-financeiro levando tudo à exaustão?Eles são o efeito-eucalipto levado à economia. Eles têm o ADN da depressão.

Por que não se faz isso?

Por que há muitos a quererem imitá-los esperando a sua oportunidade. Nas câmaras, nos tribunais, nas finanças, nas escolas, até nos hospitais...

São tão raros exemplos paradigmáticos como aquele dos médicos do Hospital Pedro Hispano que prescindiram dos carros a que tinham direito para adquirirem material para o serviço de cirurgia do referido Hospital!!!

Exemplos desses deveriam multiplicar-se: nas câmaras, nas finanças, nos bancos, nas seguradoras...

Até lá, a minha homenagem ao «vírus» da depressão...








O mundo mergulhou na depressão
Anímica, económica e moral;
O poder subjugado à corrupção
É polvo sem coluna vertebral.



Partidos são tentáculos sem fim
Parasitando o Estado sem pudor
Clientelismo atrós num frenesim
Desbragado, voraz e predador.


Receitas económicas não dão
Resposta a este mal ou pandemia;
Isto é cancro moral, só corrupção.


Há que regenerar a economia
Livrando-a dos corruptos; mais não são
Que os culpados da droga que vicia...

Marcadores: ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home