rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quarta-feira, março 04, 2009

O Presidente e a Despesa Pública...




Despesa Pública P da Res Pública
P. R. _ D. Despesa Pública como é que a senhora vai engordando tanto? Precisa de emagrecer!
D.P._ Senhor Presidente, a culpa não é minha, eu sou o reflexo dos hábitos que campeiam por esse país fora. Há tantos a comer, e depois eu é que apareço com este aspecto...
P.R. - Ora explique-se melhor, se faz favor, eu não percebo nada de nutricionismo...
D.P.__ Olhe, senhor Presidente, já ouviu falar em derrapagens orçamentais? Isto é o que há mais por esse país fora. Depois há as empresas municipais, as câmaras, certos hospitais, tudo o que é Estado dá para alimentar muita gente com gula desmedida. Já ouviu falar na Gebalis?
P.R. __ Não, nunca ouvi.
D.P.__ Eu sou o reflexo dessas gulas desenfreadas que andam por esse país fora a dar cabo da economia. É o diabo do sistema.Conhece aquele tipo da Madeira que diz que ama muito a autonomia?!
P.R. __Quem, o Dr Jardim?
D.P. __Esse mesmo, é um despesista nato. Lá o Estado parece uma Santa Casa da Misericórdia, mas muito mais mal administrado, claro. É dar dinheiro a jornais falidos, a clubes com gestão duvidosa, enfim, um regabofe. Depois anda sempre com a mão estendida (e a língua afiada...) a chatear os «cubanos do contenente»!...
P.R.__Muito me conta D. Despesa Pública. Mas já pensou em fazer dieta?
D.P.__ Como, senhor Presidente?! Vêm aí novas campanhas e há uma fila de boys e girls a quererem tachos... Não, não sei onde isto vai parar... No fim do ano é que vão ser elas...
P.R. __Mas ó cachopa tu não tens sentido patriótico? A engordar assim já viste o que vai acontecer às novas gerações?!
D.P. __Que se desenrasquem. Olhe é o que faz a maioria. Ainda há tempos um conhecido presidente de câmara teve um acidente no carro da esposa. C,omo o seguro não pagava, arranjou de pôr a despesa como se fosse num carro da câmara. Depois dizem que o Estado é gordo... e isto é uma ninharia! Sabe aquela das horas extraordinárias lá numa câmara do norte?
P.R. __Não faço a mínima ideia do que está a falar!...
D.P. __Olhe, aquilo era um fartote. Tanto assim que a oposição desconfiava de batota. Era demais. Pediram contas sobre aquilo tudo e... nada! Fechou-se em copas o presidente! Não tugiu nem mugiu!
P.R. __E a AM, esse órgão fiscalizador? E os reguladores, as entidades de supervisão?
D.P. _-Querem lá saber! anda tudo ao mesmo, senhor Presidente. O senhor tem que saír dessa redoma de Belém, ir jogar uma sueca aí nas tascas e saber o que se passa. O senhor corre o risco de se tornar um «botas» rodeado de Silva Pais por todo o lado. Só lê jornais e vê televisão!
P.R. __E então não são credíveis?
D.P. __Está pior do que antigamente, senhor Presidente! Lembra-se daquela golpada na Expo, conhecida por «mar da palha»? Várias denúncias foram feitas em devido tempo aos jornais, mas consta que também estavam «avençados» e nada publicaram. É uma vergonha! «Avençados», «capturados», «engodados», enfim, é a corrupção mais danada que imaginar se possa. Qualquer dia surge aí o verdadeiro «25 de Abril»! e o senhor, nessa altura nem discursar contra a corrupção pode.

Marcadores:

1 Comments:

Blogger Dimas Maio said...

Caro Rouxinol:

Este seu post é "piramidal"! Nada "fantástico" porque, absolutamente realista.
O texto dialogado é, realmente, a forma que mais suscita a atenção do leitor. É mais atraente e esclarece sobremaneira os assuntos propostos.
Rica imginação desta , já famosa, ave canora !

Aceite, caro Rouxinol, esta pequenina medida de alpista, como meu tributo ao seu canto talentoso !

9:33 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home