rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, março 02, 2008

Mulher- objecto, animal de estimação?!


Ele é Dani Graves (25 anos) ela Tasha Maltby (19 anos) e vivem no norte de Inglaterra (Dewsbury). Foram notícia por discriminação nos transportes públicos. ela assume-se como «mulher objecto e animal de estimação», serve de dama de companhia ao macho e nada faz, apenas o papel de fêmea e pouco mais...
A empresa de transportes «Arriva» recusou a entrada deste estranho casal dado ele trazer uma trela a prender a sua fêmea. O processo vai ser discutido nos tribunais.
Agora se a moda péga, cá em Portugal, vai ser o bom e o bonito. Nalguns casos que se conhecem, também só falta a «trela» pois o relacionamento do proprietário da mulher objecto é similar a este...
A minha homenagem poética ao casal «inovador»...
Ela é mulher-objecto
não trabalha, não produz,
o seu viver é discreto
dá prazer, não dá à luz,
é dama de companhia
viaja com o seu senhor
quer de noite quer de dia
dá-lhe atenção, sexo, amor,
como se fosse animal,
objecto decorativo
uma dama de bordel,
um bálsamo, um lenitivo,
um remédio ou alimento
também animal cativo
do dono a todo o momento
ser vivo de outro ser vivo,
moda, como outra qualquer,
eu direi que é escravidão
mas ser objecto-mulher
às vezes é uma opção!...

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home