rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, outubro 28, 2007

Vida a duas velocidades...




Das estradas da memória
Varri más recordações
Prás valetas lancei escória
Ratos, sapos aos montões.
Carreguei no prego a fundo
Fiz-me à estrada do futuro
Alcancei o fim-do-mundo
O outro vi chegar, juro!
Então, parei pra pensar.
Fiz caminho de regresso
Agora, mais devagar,
Sem vertigem do sucesso.
Viajei com mais sabor
Apreciei a paisagem
Ouvi o som, vi a cor,
De mim criei outra imagem.
Há que repensar a vida
Não a levar muito a sério
Só assim Deus nos convida
A decifrar o mistério.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home