rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, outubro 28, 2007

Ó luar o meu obrigado!




O perfume de bonina...
O luar...
Afrodisíacos sem par!
FADO DO LUAR
Ó lua que vens espreitar
Os lençóis da minha cama
Não venhas mais inflamar
Esta paixão de quem ama.
Tens aura de feiticeira
De Vénus, o doce licor...
Do amor, porta-bandeira
Da paixão, despertador.
Tua alvura imaculada
Em Agosto cobre a praia
E a areia tão fascinada
Ao sentir o mar, desmaia...
Luar, o teu sortilégio
É perfume de bonina
O amor não é sacrilégio
Antes... dádiva divina.
E se amar fosse pecado
O céu estaria deserto
Pois Deus por nos ter amado
Lá não estaria, decerto.
Lua, que és inspiração
De poetas e pintores
Do céu és o coração
Com tuas paixões e dores.
Ajuda-me a ser amante
'inda mais apaixonado
Se amar melhor doravante
Ó LUA O MEU OBRIGADO!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home