rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quinta-feira, janeiro 24, 2008

Os «jardins» da vida airada...


Tantos «jardins» por aí... e não são flores que se cheire!
Portugal rumo ao abismo
Vai indo sem remissão;
Cada vez mais pauperismo
A miséria em expansão!
Fraude e corrupção a rodos
Na banca que nos esfola...
Qualquer dia vamos todos
Viver só a pedir esmola.
Andam p'raí uns «jardins»
A bater co'a mão no peito,
Maozinhas de querubins
Roubam a torto e a direito!
E... quem deles disser mal
Denunciar seus pecados
De certeza, ao tribunal
Vai malhar co's costados!
Só «vícios processuais»,
As corrupções evidentes,
Parecem puras vestais
As «megeras» indecentes!
Lá vamos cantando e rindo
Nunca se viu coisa assim:
Pelos «jardins» vamos indo...
Roubados!, roubados sim!
Nota: desta vez as «flores» não são aquelas que usam um perfume «idiota»... só quem quiser, leviana e abusivamente, fazer uma interpretação assaz extensiva do texto... Abusos desses não permitirei! Haja um resquício de decência!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home