terça-feira, junho 16, 2009

Àqueles que se vão da lei da rolha libertando!









Hoje em dia a justiça é uma das causas do nosso défice económico e democrático. Ela é, por acção e/ou omissão, um entrave ao progresso, uma alavanca da corrupção reinante.
Mas há vozes que de há muito se vêm levantando contra esta besta negra que passa a vida a branquear quem deveria ser expurgado do sistema mas que sobrevive à custa dela...
A esses poucos, que levantam a voz, fazem ouvir o seu desencanto, a minha homenagem. A História far-lhes-á justiça. O povo condecorá-los-á guardando-os no coração!
Ditosa pátria amada, na agonia,
Sugada por vampiros sem vergonha
Justiça «capturada», sem valia
Tem alguém que resiste, que se oponha!
Àqueles que se vão da lei da rolha
Libertando, lutando contra o medo
Minha homenagem, minha vera escolha
Bastiões contra o «Estado de segredo»...
Ditosa pátria amada, excepções
À regra tão velhaca do vergar
Ao poder, ao caír nas tentações!
Merecem um louvor bem popular
A todos nos vão dando as lições
Que certamente a História irá guardar!


4 comentários:

Marieke disse...

Olá amigo Rouxinol
Srempre que tenho uma folguita ou preciso de me animar venho aqui ler
Hoje chorei a riri com as montagens do rato fedorento..as montagens estão soberbas
Um abraço
marieke

mdsol disse...

:))

rouxinol de Bernardim disse...

Marieke:

Eu também aproveito algums folga para vir aqui matar o stress...

Enfim, a vida está tão cara que isto é uma evasão barata e... pedagógica!

Quando morrer talvez se extraia daqui uma nova «divina comédia!»... enfim, quando estiver nas «Férias Grandes» do Além...

rouxinol de Bernardim disse...

mdsol:

:)) :)) elevado a n...