rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, janeiro 30, 2009

Maddie, Vale e Azevedo, Sócrates... English connection!...

Desde o famoso mapa cor-de-rosa em que a pesporrência da nossa velha aliada se manifestou de forma ostensiva e grosseira, que tem havido sucessivos diferendos aos mais diversos níveis.
Invejosos com os sucessos de Mourinho e de Cristiano Ronaldo, recalcados com o episódio dos «Magriços», em que Camões exalta a raça lusa e ofende o snobismo rasca britânico, talvez corneados na sua dignidade pela ousadia e sucesso do romeu lusitano ( Zézé Camarinha) junto das «bifas» sequiosas de saborear o verdadeiro macho latino, caldeado ao sol e temperado pelo vinho deste rincão tão cheio de potencialidades telúricas, o inglês típico, ciumento e avinagrado, impregnado de nevoeiro (smog) até aos confins da alma cinzenta e lúgubre, continua a protagonizar episódios pouco edificantes.

No caso Maddie foi o que se viu. Pensando tratar-se de um país do terceiro mundo (às vezes parece-o de facto, basta olhar para a Madeira...) quiseram fazer de nós parvos, quiseram desautorizar as autoridades, pensaram que nos comiam por lorpas... As armas mediáticas e os canhões políticos sempre na primeira linha do ataque. «Contra os lusos marchar, marchar», parece ser a mensagem subliminar que se adivinha neste contexto belicista.

No caso Vale e Azevedo protegeram de forma pouco ética um homem condenado pela justiça, um foragido criticado por todos os desportistas de bem que não querem admitir que uma maçã podre seja a imagem de marca do todo nacional. Estão de unha e carne com o foragido, numa manobra dilatória que não deixa os menos atentos perplexos.

É o tal recalcamento, a tal inveja, a tal animosidade dos machos traídos e desejosos de vingança...A síndroma dos «bifes corneados» (atenção ASAE, isto é perigoso para a saúde pública!).

Agora é Sócrates. Não ponho as mãos no fogo por ninguém. Neste país de brandos costumes tudo é possível. Sei do que falo com muitos anos de experiência. Sou combatente da primeira linha contra a corrupção. Dizem que tenho certo excesso de zelo... Mas custa-me ver o povo a sofrer por causa de meia dúzia de parolos compradores de consciências...

Contudo, a forma insolente, extravagante e ostensiva como o affaire Sócrates está
a ser tratado fere a minha dignidade de português. Querem humilhar-nos e usam todos os expedientes possíveis para se vingarem de um complexo centenário nunca ultrapassado por mais consultas aos psicanalistas que lá vão fazendo.
Às nossas cartas rogatórias dão um tratamento mesquinho e subalterno. As deles são divulgadas com pompa e circunstância por tudo o que é comunicação social. A artilharia mediática outra vez em acção. O megafone do poder político também acoplado a ela.

Vou assistindo de camarote a este filme de contornos hilariantes. Mr Bean continua ridículo, intragável na sua pequenês mesquinha e insolente. Não gosto dele nem consigo rir das suas entediantes peripécias. É zurrapa inglesa, tal como certa justiça petulante, snob, cheia de smog nas meninges... Prefiro Vasco Santana ou Camilo de Oliveira!...Prefiro o vinho do Porto! Esse sim, propagandeia-se a si próprio, não precisa de megafones mediáticos!...

10 Comments:

Blogger Rafeiro Perfumado said...

Achas que quem tem como sucessor ao trono um tipo como o Charles se atreve a gozar com alguém?

2:20 AM  
Blogger BaBy_BoY_sWiM said...

O Sócrates ainda vai preso...

2:40 AM  
Blogger amsf said...

Posso estar enganado mas estou convicto de que Sócrates não se deixou elamear pela corrupção...

Estes processos Kafkianos montam-se citando fontes anónimas, fontes estrangeiras, que não podem ser confirmadas ou desmentidas e depois a comunicação social vai-se citando reciprocamente! As notícias alimentam-se reciprocamente, o "alvo" vê o seu carácter ser posto em causa, no desespero de se defender numa luta bastante desigual, comete alguns erros de comunicação que vão servir para alimentar a "campanha" e que vêm "confirmar" a acusação inicial.
Neste caso, ao Sócrates só resta pedir eleições antecipadas e conseguir um desmentido oficial da parte dos ingleses. Deixar andar é pior pois a crise económica só vai agravar a situação! Não consegue maioria mas consegue vencer as eleições e com mais 4 anos pela frente os lobbys que o andam a tentar tramar rápidamente esconder-se-ão pois têem muito a perder!

6:12 AM  
Blogger .: Phoenix :. said...

Tenho dúvidas quanto ao Sócrates.

Amigo.. tem um desafio Musical divertido no meu espaço. Indiquei você caso queira participar.
Abraços

7:35 AM  
Blogger Marieke said...

Estou ansiosamente à espera de "apanhar um pifo".
Mas o homem não se demite..
Lê no Publico a crónica do Vasco Pulido Valente ..é mesmo assim que eu me sinto em relação a esta caldeirada
Um abraço
marieke

12:47 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Rafeiro:

Quem sou eu, este modesto zé rouxinol, para saber?!

12:57 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

GBaby-Boy;:

Não sou adivinho, só sei que nada sei!

12:58 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

amsf:

O imbróglio é muito difícil de deslindar...

12:59 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Phoenix:

Não costumo aderir a esse tipo de coisas...

1:00 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Marieke:

Caldeiradas destas não sou apreciador... prefiro a de enguias à moda da ria...

1:01 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home