rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quarta-feira, julho 30, 2008

O sol sorrindo, sorrindo...


No teu rosto tão moreno
de uma ternura sem fim
tens o perfume do feno
o cheiro do alecrim.
Teu cabelo de cetim
solto ao vento, tão liberto,
parece sorrir pra mim
pede carícias... decerto...
Quando o sol vai derramando
sua volúpia dourada
na alma vai penetrando
ficas mais ensolarada!
Na praia, sentado na areia,
e uma brisa tão fresquinha
o meu coração anseia
por ter-te sempre à beirinha...
E quando o sol se vai pondo
ficamos a vê-lo indo
tão vermelho, tão redondo
pra nós... sorrindo... sorrindo...

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home