rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, abril 24, 2011

CRETINICES OU EXCESSOS?!









Ressuscitar alguém é um dever de cidadania. Por isso, hoje, ressuscito Bocage para me ajudar a interpretar a polémica que estalou no JN entre Manuel António Pine e Marinho Pinto. Um é escritor e jornalista consagrado. O outro é Bastonário da Ordem dos Advogados....

Bocage, sempre polémico, dá a receita para dirimir o conflito: o pau de marmeleiro!








No JN de hoje o Dr Marinho Pinto eleva o tom da voz e espanca de forma um tanto excessiva o escritor e jornalista Manuel António Pina. Chama-lhe «cretino» Clicar AQUI). Diz que só sabe defender os juízes, distorcendo factos e mostrando uma parcialidade notória chegando ao ponto de fazer crer aos leitores que os atrasos nos tribunais são de culpa exclusiva dos advogados.
Ora, tempos atrás, Manuel António Pina, numa crónica bem humorada mas verrinosa (clicar AQUI), também se havia excedido, valha a verdade, dizendo que Marinho Pinto era um «dependente» de manchetes e sempre sequioso de espetáculo mediático. Insinuou que ele (MP) era viciado nos holofotes da comunicação social. Quase lhe chamou «drogado»!!!
Julgo que há notório excesso de legítima defesa da parte do bastonário da Ordem dos Advogados. Esse excesso poderá ir de encontro à tese de MAP. Enfim, duas posturas que se deveriam evitar na comunicação social civilizada. Num blogue, há casos destes com inusitada frequência. Às vezes, indivíduos sem um resquício de dignidade, fazem juízos de intenção, bolçam calúnias e chegam ao ponto de fazer ameaças ridículas a coberto da impunidade que por vezes esta blogosfera permite.
Agora no JN, deveria havar um pouco mais de comedimento. De respeito pelos leitores. De cidadania andamos todos a precisar. Uns mais do que outros.





Bocage, contactado por mim, lá no Além, comentou, jocoso:










Freud, neste reino socrático

Olha pra este instantâneo:

O orgasmo mediático

Do outro... é sucedâneo...

*****

Líbido canalizada

Sublimação magistral

Prá escrita desviada

Esta pulsão sexual.

*****


Psicanálise perfeita

Exige meditação

Nesta orgia se deleita

Este par... sem contenção.



*****

Incontinência verbal

Ou doença bipolar?

Sendo impulso sexual

Terapia há que encontrar!





****



Um par de luvas não dá

O peso faz obstrução;

Marmeleiro? Talvez vá

Dirimir esta questão!



Elmano Sadino, Vale dos Poéticas Satíricos,

Além

e-mail: elmanosadino.oitavoexercito@ceu.com







Marcadores:

6 Comments:

Blogger Zé Povinho said...

Por vezes há que ter contenção nas palavras e Marinho Pinto ocupa um lugar em que seria recomendável um pouco mais de tento na língua, mesmo quando tem a razão do seu lado.
Abraço do Zé

11:07 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Concordo plenamente, caro Zé povinho.

8:53 PM  
Blogger Isamar said...

Subscrevo a opinião do Zé Povinho. Nem mais!

Bem-hajas!

Beijinho

3:08 AM  
Blogger Érico Cordeiro said...

Olá, Rouxinol,
Convido você e seus leitores para as comemorações dos dois anos do blog Jazz + Bossa + Baratos Outros. O endereço é:
www.ericocordeiro.blogspot.com
Abraços!

12:54 PM  
Blogger Emília Pinto e Hermínia Lopes said...

Infelizmente, na nossa sociedade todos os sectores estão assim; são os políticos que não se entendem, os jornalistas que falam do Cavaco, do Socrates, em vez de, pelo menos, dizer o sr. presidente da Republia, o Sr. Primeiro ministro; é uma questão de boa educação e se não a recebemos dos meios de comunicação como podemos exigir que uma criança tenha o mínimo de educação; depois vai-se para os dirigentes de futebol que não teem o mínimo de formação e começam a guerra antes do jogo começar e, claro, depois vem a falta completa de civismo do povo que arrasa o estádio por completo e atira pedras aos carros. Hoje não se dá o lugar na fila a um idoso, não se oferece a cadeira a uma pessoa mais debilitada. Hoje está tudo a merecer o dito pau de marmeleiro. Um beijinho e até breve
Emília

6:16 AM  
Blogger AFRICA EM POESIA said...

Rouxinol
Tens Razão ....

Ser Palhaço é um acto de saber e de se doar aos outros..,
Foi bom encontrar aqui BOCAGE...

Um beijo

8:44 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home