rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quinta-feira, novembro 08, 2007

Póvoa de Varzim: Passado e Presente...











O glorioso passado e ... o ominoso presente!
A Póvoa do Mar eu canto
Terra de tão fino gosto
Linda, coberta co'o manto
Chamado luar de Agosto!
Tua pescada fascina
Água na boca faz ter
Póvoa cidade-menina
Rincão sagrado há-de ser...
Teu mar nos fala de heróis
Marinheiros de talento
Rostos tisnados p'los sóis
E fustigados p'lo vento.
Cego do Maio, Lagoa,
Patrão Sérgio ou Caramelho
Sua memória 'inda ecoa
Na cidade e no concelho.
Heróis do mar sem igual
Têmpera d'aço forjado
Seu destemor natural
Seu bairrismo acrisolado.
Nessa galeria impante
Espelho d'alma poveira
O povo vê doravante
A Póvoa mais verdadeira.
Calafate ou Santos Graça
O grande Eça ou Amorim,
Ícones em que perpassa
O bairrismo e o frenesim!
Amor, paixão acendrada,
Humanismo em combustão!...
Esta gente tão lembrada
Da Póvoa 'inda é coração!!!
De fora vejo melhor
De cima vê-se a baixeza
De gente raça-menor,
Alçapremada em nobreza!...
Reisinhos... só ambição!
No olhar... só salmonelas!
Do poder têm a visão
De... saciar clientelas...
O passado olha o presente
Vê o POLVO do momento!!!
Pura vergonha é o que sente
Por tão grande aviltamento!!!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home