sábado, maio 01, 2010

CAXINAS , o mar volta a fazer das suas...

Nas Caxinas o mar não tem contemplações. Na faina, pelas sete horas da manhã os irmãos Braga foram colhidos por uma vaga fora do comum que afundou o pequeno barco em que pescavam.
Armando e Torcato Braga iam no «Noites de Luar» e a fatalidade surgiu sem lhes dar tempo de
defesa. Ser pescador é cada vez mais problemático. As precauções (tantas vezes descuradas e consideradas gestos de pouca coragem...) nunca serão de mais.
Mais uma vez a terra está de luto. Mais uma vez a tragédia estendeu os seus braços nesta terra mártir.
Às famílias enlutadas as nossas condolências.

2 comentários:

Táxi Pluvioso disse...

Qual crise! o que fez a padeira de Aljubarrota, sitiada pelo castelhanos? atirou-lhe pão, papo-seco do bom e eles foram-se embora. Assim, atiremos dinheiro aos investidores que querem inflacionar a nossa dívida e eles vão explorar para outro lado. boa semana

rouxinol de Bernardim disse...

Meu caro Taxi:

Isso foi com a Deuladeu Martins...