domingo, agosto 16, 2009

O génio alfacinha...

O que eu quero é ser feliz
E ter o poder na mão
Lisboa, amante infeliz
Precisa de um D. Juan...


Tenho na mão os artistas
E toda a gente de bem
Até padres... e sacristas
Todos me dizem Amén!


Lisboa precisa tanto
De um presidente como eu
Agora chora de pranto
O que lá está é ateu...


Gosto de Nosso Senhor
E rezo sempre ao deitar
De Deus serei um cantor
O povo em mim vai votar...


A verdade nua e crua
É que o Costa pouco fez
Anda a prometer a lua
Rei-sol de morena tez!...


A obrar me realizei
Fiz o túnel do Marquês
E prometo que obrarei
Muito mais do que este fez..

3 comentários:

Desnuda disse...

Muito bommmmmmmmmmm! Adorei! Rsrsrs

rouxinol de Bernardim disse...

Desnuda:

Este «desnudo» tem «queda»...

Teté disse...

A obrar me realizei? Ah, ah, ah!

Bom, corpinho de Zé Cid, com a carantonha do "enfant terrible" do PPD (nada de confusões com o PSD), é mesmo para dar pesadelos a qualquer um...

Triste é que esta gente não tem um pingo de lucidez e os lisboetas não têm ninguém minimamente decente em quem votar, para fazer alguma coisa realmente pela cidade (que bem precisa)! Pena o Moita Flores não se candidatar por Lisboa... (em referência ao post anterior)

Isto sim é que é crise!