rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quinta-feira, março 22, 2007

Elogio da poesia, segundo Bush...


É claro que isto é ficção. Bush seria incapaz de fazer um poema...
Mas há muitos "Bush" por aí, com a sua perfídia, o seu maquiavelismo!
E tu, ó rouxinol de Bernardim
Que vais parindo versos pacifistas,
Que ganhas tu com isso? Quanto a mim
Nada! A poesia é coisa ruim,
Vai espalhando "venenos" moralistas!
O lucro faz girar o mundo inteiro,
Do êxito é a chave, é a semente,
Poesia dá lucro, dá dinheiro?
Nada! O seu carácter verdadeiro
Faz pensar, desmotiva o combatente!
A poesia é coisa sem valor,
Os bancos não a aceitam p'ra depósito!
De sucesso e poder não é factor,
Por isso, dela nunca fui cultor,
Lê-la nunca será o meu propósito.
Poetas eu odeio, podem crer,
Não seguem o meu lema de vitória:
"Vale tudo, mas tudo, p'ra vencer!"
Rimalhetes poetas hão-de ter
O lugar mais obscuro da História!
Poesia é doença bem letal,
Às vezes, epidemia sem cura,
Pode ser pandemia mundial,
Sem ter regras, nem leis, irracional,
É doença global, contra-cultura!...
Rouxinol de Bernardim

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home