rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quarta-feira, agosto 07, 2013

Desprezo por leis no próprio Estado

Depois queixam-se do «estado a que chegamos».

O país está a pagar uma factura elevada por coisas de que todos somos responsáveis pois permitimos que se fizessem abusos e atropelos às leis
que deram origem ao descalabro nas contas públicas.
O que se passa nalgumas autarquias (veja-se Vila Nova de Gaia, do «impoluto» Menezes, que se queixa de  que é alvo de «ódio», de «inveja» e patacoadas no género...) e no aparelho de Estado é lamentável. O país paga um custo elevadíssimo por causa de abusos não sancionados devidamente. As leis são pouco coercitivas e daí o laxismo e o despesismo inerentes...

Menezes fala em «ódio» dos críticos. Não é só ele a dizer isto. O país está repleto de imbecis em lugares de destaque a dizerem o mesmo. É preciso cultivar a cidadania e incentivar os cidadãos a denunciarem abusos, pois, mais tarde ou mais cedo, esses abusos gerarão danos irreversíveis sobre toda a coletividade. Calar, não denunciar é ser CONIVENTE, É ser CÚMPLICE.. Estamos a pagar bem caro essa cumplicidade e essa conivência. Temos o que merecemos!