rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, agosto 02, 2013

Aqui d'el Rei!!! Acudam-nos!!!

http://www.ionline.pt/iOpiniao/tiro-misericordia

http://www.ionline.pt/iOpiniao/tiro-misericordia


 Portugueses:

A Segurança Social de há uns anos a esta parte está a ser  alvo de ataques e de fraudes sucessivas originando um descalabro de proporções alarmantes!!!

Antes que seja tarde demais, urge tomar posições firmes, sob pena de acordarmos um dia completamente roubados pelos ladrões de colarinho branco que, sentindo a impunidade desta justiça idiota, fazem gato sapato da ética, da deontologia, do escrúpulo.

O país está a saque, Portugal é uma coutada de larápios de alto gabarito que, protegidos  pela cumplicidade de supervisores também eles idiotas, se vai afundando inexoravelmente, levando o país e as instituições ao descalabro, à ruina, ao colapso.

Eleições nada resolvem, esta democracia está viciada à partida, pois o garante do seu regular funcionamento, também ele um ingénuo útil, não alcança a gravidade da hecatombe no horizonte próximo ou remoto.

Por isso, meus caros concidadãos, há que tomar providências  cautelares  mais eficazes. O país precisa de se libertar do bando de vampiros sanguinários que se alojou no tecido social, económico, financeiro, jurídico, político. O próprio direito constitucional prevê o direito dos cidadãos se defenderem pelas próprias  mãos, em legítima defesa ,  quando assaltados, e, perante a passividade das instituições vocacionadas para esse efeito, agir em conformidade.

Assim, convido todos os cidadãos conscientes, que sentem na alma o desgosto do aviltamento total das instituições, a morte paulatina e inexorável do bastião nacional, o laxismo dos supervisores a todas as instâncias, a se prepararem para o combate. A convocatória  virá tarde ou cedo, tudo dependerá de vós. Não agir, no contexto actual,  é prova de cobardia, de traição, de cumplicidade com o status quo aviltante que se vislumbra.

O país precisa de todos sem excepção para destruír o vírus letal da promiscuidade, a doença maligna da corrupção, o cancro do fascismo institucional.  A hora é de acção, o momento é de opções inadiáveis: ou se está ao lado dos destruidores, dos ladrões, dos que atentam contra o Estado de Direito, ou se está  a favor do ressurgimento nacional, da regeneração da pátria, do renascimento de Portugal.

Não há meias tintas,  não pode haver tibiezas, tergiversações, temores, é preciso agir. E agir quanto antes! A Restauração é uma tarefa inadiável!!!

                                               (PARA MEMÓRIA FUTURA).