rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sábado, agosto 19, 2006

Recordando Natália Correia... Genial escritora!


Formidável polemista
Livre, não liberticida,
Indomável jornalista
Antes morta, que vendida!!!

"O Morgado foi capado!"
No Parlamento, por ela...
Com seu chiste endiabrado
Portentosa capadela!...

Dos oprimidos sentia
A humilhação degradante...
Detestava a hipocrisia
Da Mulher... foi bandeirante!

Gravado no coração
Tinha sempre os seus Açores
Terra da sua paixão
Sempre perdida de amores...

Numa boquilha de prata
Um cigarro sempre aceso
Mulher forte, intimorata,
Dos sobas ... tinha desprezo!...

Natália Correia tem
Lugar cativo na História
Quem a lê conhece bem
Sua livre trajectória!...

De "antes quebrar que torcer"...
Feminina e Feminista,
Liberdade p'rá Mulher!
Foi sempre grande activista!

Irónica e inteligente
Verrinosa e bem trocista
Desancava toda a gente
Muito galo perdeu "crista"!...

Curvo-me à sua memória
De literata guerreira
Deixou um rasto de glória
Sua herança derradeira!...

Seu talento genial
De ironia revestido
Fez rir todo um Portugal
De forte humor sacudido!...


Rouxinol de Bernardim

24 Comments:

Blogger Cris said...

Genial é de facto um bom adjectivo.
Um beijo

8:29 PM  
Blogger Tons Pastel said...

Meu querido Rouxinol

Falaste de uma das minhas poetisas perferidas e de uma MULHER que admiro e admirarei. Gosto de mulheres desta fibra. Belo poema, muito bem escolhida a fotografia. Parabéns!

9:11 PM  
Blogger Dark-me said...

Concordo ctg!
Bela homenagem!
Dark kiss

9:36 PM  
Blogger vida de vidro said...

Uma senhora poetisa e uma mulher coerente e admirável. Gostei desta tua homenagem. **

11:22 PM  
Blogger Andreia do Flautim said...

Infelizmente não é das poetas que mais conheço, mas gostei da homenagem.

1:33 AM  
Blogger de Matos said...

Genial mesmo, podes bem dize-lo.

abraço e bom fim de semana

3:03 AM  
Blogger DE PROPOSITO said...

Uma mulher extraordinária. Felizmente que há muitas mais.
Manuel

3:33 AM  
Blogger Alvaro Gonçalves said...

Oi amigo,

Primeiro que tudo quero agradecer-te as visitas que tens feito ao meu cantinho.
E agora sim, Natália Correia, tenho pena de não a conhecer melhor literáriamente, mas pessoalmente era genial, quantas vezes a encontrei na Rua de São bento e agora em meio do Atlantico ´tenho pena que o seu legado esteja praticamente abandonado tal como a casa onde viveu os primeiros dias de sua vida, é isso que vejo sempre que passo por lá perto.
Desejo-te um lindo fim de semana e uma semana cheia de paz e amor em teu coração.
Xi - corações mil.

3:43 AM  
Blogger Giorgia said...

genial, de facto e eterna!

5:06 AM  
Blogger elkinha said...

tu és admirável, rouxinol!
imensurável como o sol
em dia de chuva...

aprecio demais teu carinho!!
tens certeza do meu.

=T

5:28 AM  
Blogger A Sonhadora said...

Verdadinha rouxinol....obrigada pela passagen pela minha colmeia!!!
Natália Correia, MULHER INSULAR....de alma repleta de sal e mel....dualidade intercruzada....e mto amada.
Gostei da homenagem...
Um bzummmzummm da abelhinha

6:05 AM  
Blogger vareira said...

E para que ninguém a esqueça...Bravo Rouxinol.Em plena Assembleia da República, Natália respondeu a João Morgado q afirmara
«O acto sexual é para ter filhos» - E assim lhe respondeu:

Já que o coito - diz Morgado -
tem como fim cristalino,
preciso e imaculado
fazer menina ou menino;
e cada vez que o varão
sexual petisco manduca,
temos na procriação
prova de que houve truca-truca.
Sendo pai só de um rebento,
lógica é a conclusão
de que o viril instrumento
só usou - parca ração! -
uma vez. E se a função
faz o órgão - diz o ditado -
consumada essa excepção,
ficou capado o Morgado.
PALMAS...

7:45 AM  
Blogger impressaodigital said...

não conheºço muito da poetisa... mas esta homenagem acabou por despertar a minha curiosidade.

7:46 AM  
Blogger VEM SONHAR COMIGO said...

E ainda dizem que não há mulheres de sonho?
Aqui está uma...E uma verdadeira "GUERREIRA" !

Beijinho doce
Doceando

9:24 AM  
Blogger Nunovsky said...

Fantástico!

9:55 AM  
Blogger dreams said...

sem dúvida nenhuma genial...

e o teu poema em sua homenagem, lindíssimo...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

12:21 PM  
Blogger Sophie said...

Foi sem dúvida uma guerreira e nunca se vergou!
Faz falta.
Beijinhos,
Sophie

12:38 PM  
Blogger Claudinha said...

Eu não conheci, mas pelo belo poema, merecedora de minha admiração!
Beijo!

12:55 PM  
Blogger Luar said...

Mulher de fibra, boa homenagem.
Embora não concorde com algumas opções politicas da parte dela, cada qual é o que é e "mai nada"

Abraço

2:09 PM  
Blogger Ana said...

Infelizmente não conheço a história de natália Correia, mas, através dos teus versos pude constatar que admiras uma mulher com personalidade e capacidade de se expressar e lutar pelo que acredita!
Parabéns!

3:16 PM  
Blogger Kafé Roceiro said...

Ainda não li, mas boa dica...

5:46 PM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Vareira:

Obrigado pela reprodução integral do célebre poema que serviu de mote ao meu!

Natália foi um Bocage feminino, um Camões de saia, um Pessoa com vários "heterónimos": jornalista, escritora, deputada, enfim, uma polivalência que honra Portugal, a Lusofonia e a Mulher Portuguesa.

Não merece o estranho olvido a que tem sido votada...

Será que é por ser Açoriana?

Ela foi a papoila mais linda que daquele arquipélago saíu!

6:57 PM  
Blogger Paula Raposo said...

Sem dúvida, Rouxinol! Uma Mulher, Poetisa, um Talento.

8:02 PM  
Blogger vareira said...

ò querido Rouxinol:nós, meros mortais não a esquecemos...mas quem tem a mania de ser imortal...esses é que gostam de a esquecer e outros como ela.

10:30 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home