rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, setembro 25, 2016

O Gato e o Rato, Nova fábula...








Era o gato Alexandre e o rato Zé
Brincavam no "Marquês" e o povo ria...
Quando o gato saltava o Zé fugia
Mas fazia um chinfrim, qual garnizé!

O rato Zé não tinha escapatória
Mas os ratos amigos, serviçais,
Faziam festas, iam para os jornais
Gritando: «É sanha vil, persecutória!»

Ficou caro, este circo do "Marquês"
O rato estrebuchou, morreu sem glória,
O rato mais glutão da nossa História!

Prestai muita atenção todos vocès
Ser rato traz proveito, sim, talvez
Mas... rato nunca é digno de memória...

Ramos de Barros