rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

segunda-feira, setembro 12, 2011

«O que estava a fazer no 11 de Setembro?»

Osama bin Laden o mentor do «11 de Setembro»




As televisões são por vezes monocórdicas e entediantes. Fazer a pergunta dezenas de vezes, a centenas de pessoas, para què e que vantagens há em saber isso?


É ridículo, é enfastiante, mas é o que está a dar...


Mais importante é diagnosticar as causas que desembocaram naquilo...


Há dias, o sempre atento jornalista M. A. Pina interrogava-se sobre a usura, um crime que estava a castigar a Grécia (e não só...) e chegava ao ponto de afirmar tratar-se de «terrorismo financeiro»...


E penso eu que tem carradas de razão. Há muita gente importante a ganhar fortunas com a miséria alheia. Ao terrorismo é legítimo opôr o contra-terorismo?!


Por que é que foram atingidas as torres do World Trade Center?!


Os criminosos quiseram apontar um alvo, o capitalismo financeiro, como a causa profunda das suas actividades. O seu martírio seria justificado?! Haverá possibilidade de esta cena ou similar se repetir na Europa actualmente?!


Há que tirar ilações. A História repete-se muitas vezes pois as mesmas causas nas mesmas circunstâncias provocam efeitos similares...


O terrorismo financeiro dos mercados de capitais poderá desencadear a médio prazo actos de retaliação. Ninguém tenha dúvidas. Em Portugal, na Grécia, em diversos paísies europeus poderão ser raptados industriais, financeiros, danificadas empresas estratégicas que poderão ser responsabilizadas pelo «terrorismo financeiro» de que fala __ e com razão__ Manuel A. Pina.
O desemprego vai grassando, os roubos vão-se sucedendo, a «indústria do rapto» __como se diz na Venezuela__ pode estar em embrião por essa Europa fora e até em Portugal. As causas, a génese desta criminalidade está aí, basta folhear os jornais, Manuel A. Pina não é o bin Laden mas pode inspirar cenas de contra-terroristmo, cenas de legítima defesa face às agressões...


Isto é que devia ser meditado. Isto é que os órgãos de comunicação social deveriam falar e aprofundar.


Quando o país vai empobrecendo e meia dúzia de nababos vão enriquecendo faustosamente __à custa de favores políticos de decisores também eles tirando vantagens pessoais disso... ninguém seja ingénuo__,estão lançadas as sementes da conflitualidade social. A Revolução está em marcha, as sementes foram lançadas. O pior está para vir, ninguém se iluda...


O caldo de cultura do terrorismo está a nascer em toda a Europa. Preparem-se para os próximos capítulos...


3 Comments:

Blogger O Puma said...

Nos países onde o genocídio foi patrocinado pelos EUA

não havia Torres

só mortos

Nas Torres morreram lamentavelmente
pessoas de 90 nacionalidades

9:57 AM  
Blogger Kim said...

Claro que há a possibilidade (grande) de se repetirem actos semelhantes no velho continente.
Esperemos que impere o bom senso dos homens.
Abraço amigo

11:23 AM  
Blogger Isamar said...

O bom senso dos homens tem limites. Todos nós o sabemos. A fome e a miséria a alastrar para uns e outros a viver no fausto, na abundância, com privilégios de toda a ordem não pode provocar o bem-estar de ninguém nem a aceitação pacífica de tantos sacrifícios que nos são pedidos.
Um post que é um alerta muito importante.

Bem-hajas, Rouxinol!

9:05 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home