terça-feira, março 01, 2011

De luto

Faleceu D. Palmira de Oliveira. Ia fazer noventa anos. Ao centro, no Brasil, de férias com o também já falecido marido Sr Antonio Ferreira de Araújo e a cunhada (ainda entre nós, felizmente) D. Fernanda Magalhães Ferreira da Costa.

4 comentários:

Terê. disse...

oi amigo, obvio não conheci, mas sempre que alguem se vai, sentiremos falta. pesames.
beijos terê.

rouxinol de Bernardim disse...

TerÈ:

Obrigado.

as-nunes disse...

Viva, rouxinol de Bernardim.

Já os poetas cantam
do nascer ao morrer
a vida é assim, bem o sabemos
mas às vezes até custa a crer

Passei por aqui em má hora, mesmo assim aqui deixo os meus cumprimentos e votos de condolências

António

rouxinol de Bernardim disse...

as-nunes:

O meu sincero muito obrigado, Amigo.