rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sábado, novembro 20, 2010

Alice Vieira, a ingénua útil...

Bater palmas de forma acéfala, é o que está a dar... sobretudo a quem está no poder!...

Há quem lhes chame idiotas úteis. Eu chamar-lhes-ei apenas «ingénuos uteis». Esta pérola de ingenuidade util é a escritora Alice Vieira. Vem hoje no JN perorar contra quem denuncia casos de corrupção e de saque que eventualmente existam e que importa chamar a atenção dos poderes para isso vocacionados a fim de actuarem em conformidade. Não, não é apontar o dedo a ideologias professadas por este ou por aquele, como no antigo regime, alguns, afectos ao regime, faziam para prejudicar este ou aquele. Não é apontar o dedo a quem pensa de forma diferente, não, é pôr o dedo na ferida que vai atirando o país para a falência, para o charco da insolvência.
Ela não vê a coisa pelo prisma da necessidade de estancar a hemorragia provocada por «boys» e «girls» que, politicamente gratos, vão sacando forte e feio deixando o país na penúria.

Ela, se calhar também uma «girl» disfarçada, lá vai perorando e zurzindo o chicote de forma lesta e mistura no mesmo saco o que não deveria misturar, só para confundir, para branquear uns (os oportunistas) e macular outros (os que vêem os abusos e os denunciam...).

A gente deste jaez, sempre muito politicamente grata e ungida pelos deuses do olimpo-poder, aqui vai a minha «homenagem»:


Denunciar é pecado
Grave crime a delação;
Este país saqueado
Pelo poder instalado
Não deve ter salvação.


Saquear é nobre acção
Dá saúde financeira
E, sendo «A Bem da Nação!«
Deve ter a aceitação
Da gente boa e ordeira...

Denunciar é pecado
Coisa vil, de gente má...
Há que emagrecer o Estado
De ricos anéis ornado
Mais esbelto ficará!.

Porrada aos denunciantes
Invejosos!, sem respeito.
São bem tolos, ignorantes,
Do bem comum são amantes...
Estragam «negócios» a eito...

Aviso:Não estou à direita nem à esquerda, estou acima da mediocridade reinante... estou fora, à margem, auto-excluído do pântano onde as rãs são gordas e coaxam em todas as tribunas mediáticas...
Há o crime da omissão de denúncia! Por causa dessa cobardia há crimes públicos impunes! A violência doméstica tantas vezes fatal é resultante dessa ausência, dessa demissão, desse silenciamento cobarde.
Não sou bem-querido pelos jornais. Escrevo apenas para memória futura!...

4 Comments:

Blogger São said...

Esta coisa de chamar invejoso a quem acha que os que mais condições financeiras têm devem também sofrer as consequências da dita crise equipara-se à tendência de rotular como teoria da conspiração toda a versão de acontecimentos graves que não coincida com a versão oficial dos mesmos por muto absurda que seja!!

Um bom final de semana.

5:45 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Cara são:

É isso mesmo!
Quem aponta o dedo a quem mama, a quem abusa do poder, a quem se serve de cargos políticos para enriquecer ilicitamente é apodado por esses, de invejoso...

É o que deizem para se defenderem...

5:53 AM  
Blogger HSLO said...

ótimo texto...super reflexivo.

Abraços
de luz e paz


Hugo

6:18 AM  
Blogger Tere said...

oi amigo, belo memorial estás a escrever... bju tere.

9:12 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home