segunda-feira, março 22, 2010

DEGRADANTE!

Os actos que precederam o jogo para a final da Taça da Liga no Algarve, entre F. C. do Porto e Benfica deram uma imagem deplorável do nosso fair play e do civismo de alguns adeptos. Desporto, escola de virtudes, foi chão que deu uvas. Agora não passa de um sucedâneo de guerra, com agressividades estultas, furiosos querendo ostentar coragem, num espectáculo vandalesco.

Lançar pedras para autocarros, lançar cadeiras, petardos, very lights e outros objectos para o interior do relvado é no mínimo uma vergonha! Acoitados na multidão os cobardes julgam-se sansões...

O espectáculo em si também não foi famoso. Há atletas que se exibem agredindo pelas costas, usando os braços de forma sistemática, sem serem punidos devidamente. Há imagens que deveriam servir para punir os infractores, já que o árbitro não viu tudo.

Nem refiro o resultado que é mais um para juntar ao rol estatístico, mais um caneco a ser depositado num museu. O espectáculo, esse sim, foi animalesco, selvagem.

Quando queremos fomentar o turismo, captar investimento estrangeiro, estas cenas são deploráveis e a todos os títulos indignas de um povo que já deu lições ao mundo. O Algarve já de si tão fustigado por assaltos, actos de vandalismo, terrorismo larvar, foi vítima de cenas lamentáveis que, em vez de terem um efeito de atracção turística, são, ao invés, factores de repulsão!

2 comentários:

Desnuda disse...

Infelizmente é o que acontece.

Obrigada pela visita, Bernardim! Boa semana.

rouxinol de Bernardim disse...

Desnuda:

Felizmente ainda temos o LUAR... que ainda ninguém ousou conspurcar!...