quinta-feira, setembro 17, 2009

Durão Barroso reeleito.


Deve ser motivo de orgulho para todos nós a sua reeleição para a liderança da UE. Muito embora tenha caído nas garras de Bush aquando da invasão do Iraque, tenha tomado algumas posições um pouco "à direita" (para o gosto de alguns...) é de facto uma figura de peso e na nossa história recente a mais importante a nível mundial.
Contam-se pelos dedos de uma só mão essas figuras. A "marca Portugal" precisa de pessoas com este carisma. Agradeceu a Cavaco e a Sócrates o esforço na sua reeleição. Sintomático!

3 comentários:

Manuel CD Figueiredo disse...

Lê-se na NEWSWEEK desta semana (edição de 21 de Setembro):
"(...)em teoria, é um dos cargos mais poderosos do mundo. Mas isto é a Europa, onde não se aplicam as regras normais".
"(...)com Barroso é difícil imaginar qualquer melhoria na política Europeia".

rouxinol de Bernardim disse...

MNeu caro:

A NEWSWEEK defende o bloco americano! não me surpreende que lance farpas ao adversário europeu, só para saciar o ego do Tio Sam!

Táxi Pluvioso disse...

E será presidente de Portugal depois de Cavaco. Que orgulho. Vou à janela agitar a bandeira. O Durao, como lhe chamam em inglês é um dirigente que ficará na História, dentro de 2000 anos será mais conhecido que o Tutancamon.