rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, setembro 27, 2009

Antevendo o DAY AFTER...

Uma das coisas mais cobardes que surgem neste contexto é o espezinhar o derrotado/a no dia seguinte ao acto eleitoral. Tanto mais degradante quanto é certo muitos dos detractores terem sido responsáveis pelo desastre... esquecendo que ele é colectivo.

Se a derrotada for a Dra Ferreira Leite (como as sondagens apontam... mas pode não ser) iremos ouvir, certamente, o vozeirão tonitroante do soba da ilha, acusando-a de tudo e de mais alguma coisa, esquecendo-se ele, que foi um dos responsáveis, no final do ano transacto, pelo seu enxovalhamento. Ele e Menezes, outro arqui-truão que a tentou denegrir de toda a maneira e feitio. Vergastaram-na de forma impiedosa. Depois ela cedeu ao seu populismo desbragado e começou a nomear segundo critérios que não eram os seus: Santana Lopes foi um paradigma. A corrente populista derrotada emergiu, e , por questão táctica, começou a louvaminhá-la da mesma forma que a tinha denegrido.

Cavaco Silva, com o devido respeito e ressalvando a sua ingenuidade, foi a causa próxima da sua derrota. Ninguém duvide. Aquela sarrabulhada em que meteu o pobre do Fernando Lima foi de caixão à cova!...

Não obstante toda esta entourage periclitante (para não dizer pior...) vai zurzir em si, vai dar-lhe cabo do juízo para afastarem de si próprios o ónus da derrota! O mega-truão da ilha então é especialista na autovitimização, tem currículo desde os tempos castrenses, é um lazarento por excelência!.

Insolente e malcriado até ao sórdido desbragamento tem a mania de intimidar (até o próprio PR...) com os seus tiques e as suas diabruras. É carta que mais desacredita o baralho da social-democracia. Dizer que é um ás de trunfo é anedótico, ele é o duque mais aberrante que lá existe! qualquer líder laranja tem que o colocar na penumbra e pô-lo em sentido, senão, nunca ganhará o país! digo mais: enquanto ele bolçar a comunicação social com seus vitupérios, lançando lava, baba e ranho por todos os poros, o PSD nunca sairá da cepa torta... mas vai surgir, no domingo, como a vítima número um do circo laranja...

Dra Ferreira Leite, se me enganar neste diagnóstico, peço imensa desculpa. Muitas vezes me engano.... não sou como Cavaco!

11 Comments:

Blogger Pena said...

Admirável Amigo:
Uma das páginas mais bem escritas e de análise política sóbria, sensata e atenta que encontrei na imensa Blogosfera.
Notável. Perfeita.
Os meus mais sinceros parabéns sinceros.
Extraordinário.
Escreve com um brilhantismo de ficar de boca aberta pela beleza das mesmas.
Perfeito!
Abraço bem forte de uma amizade que não desejo perder jamais.
Com respeito, estima e enorme consideração.

Pena

Sublime. Genial. Um talento ímpar.
Bem-Haja pela sua preciosa amizade.
MUITO OBRIGADO!

1:09 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Meu caro Pena:

Se todos os críticos fossem como o senhor, eu já teria conquistado o prémio nobel da literatura há muito!

Mas há os que usam a pena como quem usa a catana! Desses, tenho pena, amigo Pena! Às vezes, de tão insolentes, mereceriam uma PENA MAIOR!!!

Só têm PENAcho!

5:39 AM  
Blogger Desnuda said...

Gostaria de ter escrito estes textos adaptando à nomes brasileiros e acrescentando mais! Sim, porque aqui o lixo é maior. Cagam mais também kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Beijos

6:47 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Cara Desnuda:

Gostei desta observação tão oportuna. Nesta ALDEIA GLOBAL há que estar atento a estes excessos que são perniciosos e atentam contra o senso comum.

Os partidos são como barcos. Toda a tripulação deve ser solidária na horra do afundamento.

Eu falo como independente. O meu barco é o da pedagogia.

6:52 AM  
Blogger Graça Pereira said...

Não percebo muito de política, apenas sinto os seus efeitos e que efeitos! Mas vejo como dançam os "bailarinos"! De tudo o que tenho lido sobre o dia de amanhã, foi o comentário mais consistente, verdadeiro, chamando as "coisas" pelo seu nome! Deliciei-me, acredite!
Um bom fim de semana e espero lá para 2ª ou 3ª feira ler o seu comentário sobre o desfecho do "Day after". Um abraço Graça

7:22 AM  
Blogger Vieira Calado said...

Penso que não se engana, meu caro.

O circo tem os mesmos palhaços e o mesmo faz-tudo!

Um abraço

12:55 PM  
Blogger Pena said...

Talentoso Amigo:
Porque razão quase metade de Portugal não foi votar...?
Não entendo.
O resultado está à vista...!
Com respeito, estima e consideração.
Abraço amigo

pena

Falo, só e apenas, para recordar o que constato tristemente...!

9:23 PM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Caro amigo Pena:

Será que existe a sensação do «não vale a pena»? Ou, pior será, do «são todos iguais!»

10:13 PM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Graça Pereira:

Ainda não se constatou tudo! há que aguardar pelo resultado das autárquicas, então, o dique das excentricidades (eufemisticamente falando...) exploditrá com fragor!

10:15 PM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Vieira Calado:

Há pouca poesia na política!
Observar com independência e olho clínico faz falta!

PATHOS navega aqui no mar da tranquilidade! é só olhar em profundidade!

10:17 PM  
Blogger Táxi Pluvioso said...

As eleições foram a vingança do Marques Mendes. Até ele ganhava ao Sócrates. Mas a sr Leite vai ganhar as autárquicas. Porque a linguagem política em Portugal é muito rasteira e mistura-se tudo para glória do partido.

10:38 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home