rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sábado, setembro 22, 2007

Vila Franca de Xira: Flor da Lezíria Ribatejana




A praça de touros continua a ser um ex-libris apesar da mudança dos tempos e das mentalidades...
O Tejo com esplendor se vai espraiando
Excelso embaixador do Ribatejo
Vila Franca, tão bela, fecundando
Com prazer, com volúpia, com desejo...
De um passado só touros e toureiros,
Imagem ancestral, velhos valores...
Cenário de Gaibéus, palco de Esteiros,
Alves Redol, Soeiro... seus mentores...
Vila Franca liberta do passado
Respeita mas renova a tradição
O futuro não está hipotecado
À prepotência vil ou exploração. (1)
O desenvolvimento sustentado
Agora se vislumbra ao sol de Abril,
A Liberdade é sonho acrisolado
Um sol forte, que inunda rostos mil!...
Vila Franca de Xira é flor-paixão
A flor deste jardim intemporal
Que brota geração pós geração
Mais pura, mais feliz, sensacional!
(1)Alves Redol e Soeiro Pereira Gomes deram uma imagem fiel dessa iníqua exploração
nas suas obras, expoentes do neo-realismo português.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home